Dicas de primeiros socorros para animais de estimação

  • Animais de estimação e os principais ferimentos
  • Tudo o que você precisa saber
  • Dicas de primeiros socorros

Quem tem um ou mais animais de estimação sabe o quanto passamos a amar estes pequenos. Podem ser apenas um, dois, ou até mais, gato, cachorro, papagaio. Realmente não importa a espécie, desenvolvemos um amor e um afeto pelos nos pets que se tornam praticamente um filho para nós.

Entretanto, mesmo entre os tutores mais cuidadosos podem haver casos de acidentes e ferimentos inesperados. Pensando nisso reunimos algumas dicas de primeiros socorros que poderão fazer toda a diferença na hora em que um dos seus animais de estimação precisar.

Leia mais

Usos criativos para o bicarbonato de sódio

Por que as dietas não funcionam a longo prazo?

Mas antes de adentrarmos no que deve ser feito em caso de acidentes com animais de estimação é preciso que você saiba os tipos de ferimentos mais recorrentes que podem acontecer.

Ferimentos mais comuns que podem acometer animais de estimação

Cortes: Os cortes são um dos tipos de ferimentos mais comuns em animais de estimação. Podem ser sintetizados com o contato do animal diretamente com o material cortante, como por exemplo cercas de arame farpado e ademais. Esse tipo de ferimento pode ser mais comum em cachorros, uma vez que são menos habilidosos que os gatos. Mas é um tipo de ferimento presente em ambos.

Unhas arrancadas: esse tipo de ferimento é mais comuns nos gatos. Isso porque este animais de estimação tem mais facilidade para enroscar as unhas em nossas roupas, cobertas, mantas. Todavia esse tipo de acidente não é comum apenas nestes estes animais.

Embora possa ser considerado menos comum que o anterior, esse tipo de acidente pode ocasionar muita dor ao animal uma vez que a unha está diretamente ligada a um nervo na pata.

Mordida ocasionada por outros animais: por mais atencioso e prestativo que você seja como tutor, não estamos isentos de sofrer com a ocorrência de acidentes, como dito anteriormente. Neste caso é comum que nossos animais de estimação possam ser mordidos por outros animais, tanto outros animais quanto insetos e afins.

Bom agora que você já sabe quais os ferimentos mais comuns com os quais você vai se deparar é hora de saber o que fazer.

Tratando os ferimentos de seus animais de estimação

animais de estimação

Em um primeiro momento após sofrer com um corte, ou picada ou mordida, o animal pode acabar ficando arredio ao contato com o tutor. Desta forma ver o local do machucado e principalmente tratá-lo pode ser uma tarefa difícil, principalmente para animais de grande porte.

Neste primeiro momento o que você deve fazer é colocar uma focinheira no animal. Recomendamos sempre o uso da focinheira de metal que permite que a mandíbula do animal possa mexer-se normalmente.

Após este primeiro procedimento o indicado é que você lave o local com água morna e retire qualquer eventual impureza que possa estar no ferimento. Desde restos do material cortante, até mesmo terra, sangue seco e afins.

Após a lavagem caso ainda haja sangramento no local, jamais, em hipótese alguma, escolha pelo uso do álcool. Embora o álcool seja um poderoso desinfectante ele não auxilia a brecar o sangramento que pode continuar de maneira corrente. Em caso de sangramento desinfecte o local com água oxigenada.

A água oxigenada além de sua propriedade desinfectante ainda pode auxiliar a parar o sangramento. Feito todos estes procedimentos o indicado é que você deixe a ferida aberta. Isso mesmo, arejando, ao menos por um período, para que seque. Após este primeiro momento tampe o machucado com uma gaze estéril. Caso seja o caso procure um médico veterinário de sua confiança.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Dicas de primeiros socorros para animais de estimação

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

3 respostas para “Dicas de primeiros socorros para animais de estimação”

  1. […] Dicas de primeiros socorros para salvar o seu pet […]

  2. […] Dicas de primeiros socorros que podem fazer toda a diferença na hora de salvar o seu pet […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *