Medicamento genérico, similar ou referência, quais as diferenças?

  • O que é um medicamento de referência?
  • Quais as diferenças de um medicamento de referência e um similar?
  • Genéricos são boas opções?

A automedicação é algo comum. Sempre que sentimos algum desconforto seja ele de qualquer natureza recorremos a um medicamento. Tomamos remédio para dor de cabeça, para alívio das cólicas menstruais, para o estresse. Tomamos um medicamento diferente para cada possível diagnóstico.

Quando recorremos a compra de um medicamento muitas vezes nos é ofertado primeiramente o medicamento genérico. O que apenas comprova que os genéricos ganharam de fato o mercado farmacêutico.
Leia mais

Benefícios do consumo de uva passa para a nossa saúde

Como saber se o seu gato gosta de você, descubra aqui

Você já deve ter passado pela experiência de buscar por um medicamento e a primeira indicação do farmacêutico responsável foi um medicamento genérico. Genérico com preço muito mais acessível. Quando isso não acontece, o medicamento genérico é mostrado conjuntamente ao medicamento de referência. Por conta de seu preço muito mais acessível acabamos optando por ele.

Mas afinal, o que vem a ser um medicamento genérico e por que ele é tão mais acessível que um medicamento de marca, por exemplo?

Medicamento de referência


Antes de falarmos sobre o que vem a ser um medicamento genérico vamos situar você melhor. Existem no mercado três tipos de medicamentos. O medicamento de referência, o simular e o genérico. Cada um com as suas particulares e vamos explicar cada um deles para que você consiga entender.

Os medicamentos chamados medicamentos de referência também podem ser identificados como remédios de marca. Habitualmente os laboratórios investem pesado na pesquisa científica para descobrir novos princípios ativos. Princípios esses que podem ser eficazes para o tratamento de determinadas doenças.

Os medicamentos chamados de medicamentos de referência possuem qualidade terapêutica verificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa. E por ser resultado de anos de investimento em pesquisa costumam ser mais caros que os medicamentos similares ou genéricos.

Medicamento similar

Como o nome sugere os medicamentos similares são de fato iguais aos medicamentos de referência. Possuem em sua embalagem o nome da empresa responsável por sua produção e habitualmente apresentam um preço mais atrativo que o medicamento de referência.

Em relação ao primeiro, as diferenças costumam ser pequenas. Por exemplo, no prazo de validade do medicamento, sua embalagem e processo de rotulagem assim como o tamanho e o formato das cápsulas.

Assim como os medicamentos de referência os medicamentos chamados de similares possuem o mesmo princípio ativo, a mesma indicação de uso e administração. Sendo indicados habitualmente para os mesmos casos que os medicamentos de referência.

Também possuem registro na Anvisa e tem a sua qualidade e eficácia verificados.

Medicamento genérico

medicamento genérico
Os medicamentos genéricos são os medicamentos mais conhecidos do mercado. É fácil identificar um medicamento genérico, possui em sua embalagem uma tarja amarela e a letra indicativa G, em relação a palavra genérico.

O medicamento genérico não possui uma marca, uma patente, como os medicamentos de referência ou similares. Quando o cliente faz a sua compra está adquirindo apenas o princípio ativo do medicamento em questão e não a marca do laboratório que o produziu. Assim como os similares e os medicamentos de referência, os genéricos possuem o mesmo princípio ativo, a mesma indicação de uso, a mesma dosagem que um similar ou um medicamento de referência.

Também é atestado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária para poder ser comercializado. O medicamento genérico é produzido a partir da expiração dos direitos de produção do medicamento de referência ou somente quando a empresa responsável por sua produção abre mão dos direitos de exclusividade, podendo desta forma ser produzido uma versão genérica.
A Anvisa é quem regulamenta a comercialização do medicamento genérico em nosso país.

Por não levar a marca da empresa ou laboratório, os medicamentos genéricos costumam todavia ter preços muito mais atrativos e podem até mesmo substituir os medicamentos de referência ou similares. Contudo, apenas com expressa indicação médica.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Medicamento genérico, similar ou referência, quais as diferenças?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

2 respostas para “Medicamento genérico, similar ou referência, quais as diferenças?”

  1. […] Qual a diferença entre medicamento genérico, similar e de referência? […]

  2. […] Medicamento genérico, similar e de referência, quais as diferenças? […]