Você sofre com a Síndrome de Burnout? Descubra aqui

  • Síndrome de Burnout conheça mais
  • Principais sintomas
  • Como o tratamento e o diagnóstico deve ser feito

A Síndrome de Burnout pode ter um nome pouco conhecido. E de fato realmente o nome não está na boca de todos nós com outros tipos de síndromes. Mas apesar deste desconhecimento inicial, a Burnout pode ser muito presente e você pode estar convivendo com ela sem nem mesmo saber. Para tanto, hoje falaremos desta síndrome de nome pouco conhecido mas muito vivenciada diariamente por muitos profissionais de diversas áreas.

Leia mais

Maus hábitos que podem prejudicar a sua autoestima

Notícias verdadeiras que mais parecem fake news

A Síndrome de Burnout na prática

Resumidamente a Síndrome pode ser entendida como um acúmulo de atividades que demandam muito de nós como profissionais. Essa síndrome também acaba sendo conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional. Como principais características temos o esgotamento parcial ou total de nós mesmos. E esse esgotamento segue no âmbito do físico, cansaço físico, quanto mental e emocional. Há profissões em que é mais recorrente que essa síndrome ocorra. Os profissionais mais propensos a sofrerem com este tipo de problema são muitas vezes profissionais da área de saúde e educação. Todavia o problema não se restringe apenas a estas profissões.

Para se ter um ideia, a Síndrome de Burnout está mais propensa de atingir todo o qualquer profissional que viva em constante cobrança e com excesso de responsabilidades. Por exemplo jornalistas, bombeiros, enfermeiros, dentre outros.

O que a Burnout pode ocasionar?

A Síndrome de Burnout pode aparecer também quando o profissional está sujeito a uma situação que ele próprio julga não conseguir lidar. Uma situação em que o profissional julga não conseguir, não dar conta, não ser suficiente para tamanha responsabilidade. Desta forma, a Síndrome de Burnout pode desencadear um quadro de depressão profunda, isso porque o profissional tende a sempre se sentir incapaz de dar conta do seu trabalho e das responsabilidades que tem nas mãos.

Ainda sobre o que a síndrome pode causar, alguns sintomas podem aparecer desencadeados por conta da Burnout. São estes os sintomas mais comuns, mudanças no apetite, dores de cabeça frequentes, distanciamento afetivo, falta de sentido ou realização profissional. Ainda são sintomas da síndrome, dores musculares, pressão alta, negatividade constante e ademais.

Agora que você já conhece como funciona a síndrome, certamente deve estar se perguntando sobre os possíveis tratamentos. Assim como o forma como o diagnóstico pode ser feito.

Diagnóstico e tratamento

síndrome de burnout

O diagnóstico da síndrome deve ser feito por um profissional especializado e que saiba identificar o problema a partir das características apresentadas pelo paciente. Isso porque a Burnout pode ser facilmente confundida com outras inúmeras enfermidades, inclusive com a própria depressão que pode desencadear.

É preciso antes de adentrarmos mais sobre as formas de tratamento para a doença é necessário que se saiba que muitas pessoas acometidas com o problema acabam não buscando ajuda médica. Isso porque é difícil identificar sozinha que os sintomas apresentados podem ser resultado de um esgotamento profissional. Desta forma, poder contar com a ajuda de familiares e amigos para a identificação e encaminhamento do paciente para o tratamento adequado é fundamental.

O tratamento mais indicado e mais utilizado para quem sofre com Esgotamento Profissional sem dúvida é a psicoterapia. Todavia, o tratamento medicamentoso com ansiolíticos e antidepressivos pode ser utilizado. O tratamento para que o paciente apresente os primeiros sinais de melhoras acontecem com cerca de três meses. Entretanto, o tratamento nunca deve ser descontinuado sem orientação médica.

Após iniciado o tratamento, buscar meios de atenuar o que desencadeia o esgotamento também é importante. Para o trabalho, trace objetivos e almeje estes objetivos. Viva um dia de cada vez e não se preocupe excessivamente com as responsabilidades que podem ser encaradas de maneira mais leve.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 2

Você sofre com a Síndrome de Burnout? Descubra aqui

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

2 respostas para “Você sofre com a Síndrome de Burnout? Descubra aqui”

  1. […] Você sofre com a Síndrome de Burnout? Descura aqui […]

  2. […] Você sofre com a Síndrome de Burnout? Descubra aqui […]