4 indícios que mostram que você pode estar com depressão

  • Depressão em números
  • Quem mais sofre com o transtorno?
  • Sintomas e indícios

Você provavelmente já se sentiu deprimido. Mas isso não necessariamente indica que você tem depressão. Embora a depressão e a ansiedade sejam consideradas as doenças do século, o seu tratamento e até mesmo diagnóstico são difíceis.

É estimado que cerca de mais de 350 milhões de pessoas no mundo apresentem um quadro depressivo. Muitas delas nem mesmo sabem do seu diagnostico clínico. Apesar de no Brasil os dados que temos ser mais moderados (1 a cada 10 pessoas) se transformássemos esse número sobre o número total de habitantes, nós teríamos 1% de depressivos no Brasil.

Leia mais

10 Produtos de limpeza caseiros para você fazer em casa

Por que ler a noite dá sono? E como resolver

Em números absolutos, isso significaria dois milhões de pessoas no Brasil com depressão. Esse número é superior ao número de habitantes de muitas cidades Brasil a fora.

Características

A depressão é mais fortemente associada à mulher, sendo esta a mais acometida pela doença. Contudo, não se sabe cientificamente porque.

Como toda doença mental, (a depressão é considerada um distúrbio de ordem mental) é rondada por inúmeros preconceitos e crendices. O que somente dificulta e afasta pacientes com o problema do tratamento precoce e adequado.

Os homens, embora não sejam os que mais apresentam quadros depressivos tem maior preconceito com o possível diagnostico. Ao apresentar os primeiro sintomas se recusam a realizar uma consulta e acompanhamento médico, o que novamente entardece o tratamento.

Outra característica da depressão é que vencidas todas as barreiras citadas (preconceito e descrença na existência da doença) há um segundo problema, a dificuldade em diagnosticar a patologia.

Facilmente a depressão pode ser confundida por simples tristeza, desânimo ou melancolia. Entretanto, o depressivo apresenta outros sintomas e é preciso estar atento a eles. Até mesmo porque é possível que uma pessoa com depressão finja estar bem o que pode dificultar que amigos e familiares ajudem no tratamento.

Primeiros passos

Quando você percebe que o que era apenas um sentimento de tristeza e solidão ou desinteresse começa a afetar expressivamente e negativamente a sua vida é preciso atenção.

A depressão não envolve, como dissemos, apenas o estar triste, o depressivo, pode apresentar problemas de sono, de peso, de concentração dentre inúmeros outros.

Sendo considerado inclusive uma doença que pode servir de predisposição para outras como as doenças cardíacas, visto que há certa incidência de maior concentração de placas de gordura em indivíduos com depressão bem como baixa imunidade.

Mas afinal, como saber ou identificar se nós mesmos ou algum ente querido começa a apresentar um comportamento depressivo?

Separamos algumas dicas que podem ajudá-lo.

Humor oscilante

É preciso antes de mais nada destacar que a depressão não é apenas algo focado no cérebro, pelo contrário. Tanto que o tratamento eficaz não foca apenas no uso de antidepressivos, pelo contrário, em atividades que motivem e façam o paciente sentir prazer.

Falando especificamente das oscilações de humor, alguém acometido com depressão apresenta mudanças repentinas de humor. Bem como aparece sempre estar triste, comportamento que não lhe era habitual.

Mas calma, não é porque alguém está triste que necessariamente esta pessoa está com depressão. À depressão clinicamente diagnosticada é resultado de um apanhado de sintomas que te ajudaremos a identificar.

Sonolência

depressão

A questão da sonolência quando pensamos em indivíduos com depressão é muito relativa, às vezes pode ser que um determinado paciente tenha maior incidência de sono, enquanto outro tenha insônia e os dois estejam com depressão.

Deve ser considerado nestes casos a variável, por exemplo: se o indivíduo passa a dormir mais do que costumava dormir ou passa a apresentar dificuldades para dormir é preciso atenção.

Desinteresse

depressão

Às vezes você ou alguém simplesmente não quer fazer algo e isso necessariamente não significa nada. Mas quando o desinteresse for persistente é preciso que redobremos nossa atenção. Alguém com princípio depressivo apresenta um pleno desinteresse pelas coisas que antes habitualmente lhe dava prazer.

Cortando estas atividades o indivíduo persiste em permanente tristeza e indiferença. Por isso o tratamento mais eficaz não envolve apenas o tratamento com antidepressivos, mas fazer com que o indivíduo volte progressivamente a suas atividades.

Extra

A falta de concentração pode ser um indício ignorado de depressão

depressão

Claro que somente a falta de concentração não indica um quadro depressivo. Mas quando atrelado a outros sintomas que destacamos aqui pode indicar sim um princípio de depressão.

O indivíduo depressivo tende a ter maior dificuldade para concentrar-se bem como realizar atividades das mais diversas. Para alguém depressivo concluir uma atividade é praticamente um sacrifício.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

4 indícios que mostram que você pode estar com depressão

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “4 indícios que mostram que você pode estar com depressão”

  1. […] 4 indícios que podem indicar que você está com depressão […]