Relacionamento abusivo? Estou fora!

Dia 8 de março de 2018, Dia Internacional da Mulher. O que ainda é marcante na luta de classes são duas temáticas importantes. O primeiro, a questão da diferenciação de salário entre homens e mulheres ocupantes de uma mesma vaga. O segundo ainda mais desolador, a violência no relacionamento que assola mais e mais a mãe de família nesse exato momento.

Nascer homem era um privilégio do qual não te avisaram? Nascer mulher era um risco do qual não me alertaram. Sociedade machista, patriarcal, de estrutura fria, inconstante e insensível.

Cuide de orquídeas e mantenha-as por mais tempo

Veja como controlar a ansiedade e acabe de vez com o problema

A família colonial parou de arranjar os casamentos forçados e dote não é mais esperado. A força que mantém o casamento hoje é outra. Se não mantida pela força de imposição familiar é sustentado pela necessitada de manutenção da família construída as gritos e as lágrimas.

Do marido, a mulher depende financeiramente, a dependência lhe força a situação pouco diplomáticas. Antes o casamento mantido pela família vem hoje da dependência, dependência financeira, da interdependência entre as partes. A necessidade de se manter a imagem da família.

Quebrar um ciclo de violência não é tão difícil quanto quebrar um ciclo de dependência. É preciso que a mulher esteja ciente que pode recorrer à ajuda assistencial de órgãos competentes para sair de um ciclo vicioso de um relacionamento abusivo.

Você sofre violência?

O primeiro passo para que a mulher vítima de violência doméstica saia desse ciclo é saber identificar que se está em uma situação vulnerável e de risco. Um dos primeiros indícios de que é preciso rever o relacionamento e até menos abandonar o barco é estar atenta ao comportamento do companheiro.

Relacionamentos abusivos podem ser o inicio de um quadro de violência doméstica. Aprenda a identificar se o seu namoro está sendo abusivo e corte antes que o relacionamento se torne de dependência. Identificar um relacionamento abusivo não é nada fácil. Começa sutilmente e acabamos não nos dando conta. Relacionamentos abusivos são marcados por um jogo de violência muitas vezes silencioso, onde a vítima quase nunca percebe o que está acontecendo.

Entenda, é considerado abusivo todo e qualquer tipo de relação onde os indivíduos são privados de sua liberdade. Isso pode começar com uma simples cobrança absurda e exacerbada sobre suas atividades do dia-a-dia. Assim como um controle sobre suas relações interpessoais, quem são seus amigos e sua interação com a família.

Aprenda a identificar um relacionamento abusivo e saia desse ciclo hoje mesmo. Crie forças e se fortaleça.

A relação abusiva costuma se fundamentar em quatro pilares: ciúmes, promessas de mudança, chantagens emocionais e punição.

 Ciúmes

relacionamento

Seu companheiro disse declaradamente que era ciumento? No começo você achava isso fofo e bonito? Cuidado! Ciúmes excessivo pode indicar o começo de uma relação abusiva. Se o seu companheiro sente ciúmes de você com amigos e familiares e vive te questionamento em tom de acusação tome cuidado. Este pode ser o começo de um relacionamento aonde o parceiro vai aos poucos tirando sua liberdade e autonomia na relação. Entrar em um quadro de dependência vem de atitudes simples, do deixa que eu faço e do controle que o outro passa a exercer. Saiba enxergar isso!

Chantagem emocional

relacionamento

O abusador costuma fazer uso da chantagem emocional para coagir as suas vítimas. É característico discursos onde o homem tente a se colocar como vítima. Isso faz com que a mulher se torne culpada e pense sempre sobre o que está fazendo, vivendo em período constante de alerta. Um exemplo claro de chantagem que pode parecer bobagem, mas esconde traços de um perfil abusador é o seguinte comentário. “Você sair com seus amigos vai me deixar aqui sozinho, é isso mesmo? Vai me abandonar?”. Vendo de fora, inocentemente parece apenas uma declaração apaixonada de quem deseja mais tempo com você, mas pode esconder a ideia de controle e superioridade. O homem, ou o relacionamento de vocês como única prioridade na sua vida.

Punição

relacionamento

Outra característica muito particular dos relacionamentos de caráter abusivo são as técnicas da punição. Se o indivíduo não consegue o que quer, por meio da chantagem ele vai te punir. As punições podem ser veladas ou declaradas. “Não vou te acompanhar no chá de bebê porque você não fez determinada coisa pra mim”. Quando veladas o indivíduo se recusa a fazer algo pelo simples prazer de “compensar” um não. Não importa quão importante seja aquilo para você ou quanto você precise dele.

Promessas de mudança no relacionamento

relacionamento

Se você identificou que vive em um relacionamento abusivo com certeza vai querer sair dele. O primeiro passo, ou primeira reação de seu companheiro vai ser infinitas promessas de mudança. Não caia nessa, se sentindo coagido, a primeira atitude do abusador é prometer mudar. Não caia nessa. Dificilmente um homem vai mudar por você. E se vier a mudar a mudança tende a não ser permanente.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 3.5
Total de Votos: 4

Relacionamento abusivo? Estou fora!

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “Relacionamento abusivo? Estou fora!”