8 Dicas Essenciais Para Manter A Saúde Mental

Fim de ano é estressante para todo mundo, mas a saúde mental deve ser sempre a sua prioridade!

A Meditação Te Intriga? Veja 5 Formas De Começar

Reeducação Alimentar Para A Família Toda – 5 Dicas Importantes

A mente, como qualquer músculo do corpo, exige sempre exercícios para se manter saudável e estável. A força, o foco, a disciplina, dependem diretamente da saúde mental, da higiene mental e de como olhamos para a nossa vida.

E esse é um trabalho que nunca tem fim, tal como os problemas da nossa vida cotidiana, os problemas de relacionamento e tudo mais que podemos acabar por enfrentar. E é frente a isso que chega sempre o momento de darmos um passo atrás, observarmos a situação e cuidarmos da nossa mente para conseguirmos superar o que se coloque à nossa frente.

Hoje, para te ajudar a enfrentar os dias que nos separam do fim do ano, que tal começar a projetar para o ano que vem uma rotina que condicione como prioridade saúde mental? Aprenda mais sobre ela!

A mente é emocionalmente inteligente

Você já ouviu falar de inteligência emocional, né?

É esse tipo de habilidade que as pessoas com saúde mental em dia tem, de passar por cima de situações, pensamentos e emoções negativas e, a partir delas, encontrar soluções criativas e produtivas para os problemas que as geraram.

Sempre que estamos enfrentando alguma dificuldade na vida, temos nossa inteligência emocional testada. Faz parte disso encontrar caminhos que testem nossa força e capacidade de resiliência.

Nossa mente confia mesmo em nós

Sermos confiantes proporciona grande diferença no nosso dia-a-dia porque, antes mesmo de pensar na impossibilidade de algo, pensamos de que forma isso pode ser feito para dar certo.

Pessoas confiantes, imaginativas, provocativas, acabam por criar processos mentais que favorecem que a resiliência diante de obstáculos acabe por se intensificar, já que elas sempre acreditarão na superação, na melhora, no êxito.

A nossa mente faz com que pessoas tóxicas sejam neutralizadas

A gente bem sabe que algumas pessoas são complicadas, estressantes, pouco confiantes e muito negativas, mas a nossa mente, quando forte, sabe bem lidar com elas pelo simples fato de não cederem às mesmas emoções que motivam essas pessoas e agirem de forma racional quando perto delas.

Assim, conseguem antecipar as emoções dessas pessoas sem sucumbir à raiva ou mesmo à frustração, neutralizando, por fim, os efeitos dessas interações.

A nossa mente adora desafios

Sabe aquela sensação gostosa que temos quando terminamos uma sequência de exercícios físicos que pareciam muito desafiadores?

Esse sentimento também é experimentado pela nossa mente quando concluímos algum projeto que nos desafiava, que recebia pouco crédito ou que nos exigiu uma grande carga de esforço mental. E a parte mais legal é que a mente pode experimentar mesmo explosões de energia tal como aquela depois de uma série de crossfit.

Ela quer dizer não

Sabe aquela sensação que todo mundo já teve antes de fazer alguma coisa e que indicava que aquilo era uma péssima ideia?

A nossa mente se comunica com a gente ao expressar essas ideias e quanto menos dermos ouvidos para ela, maior a possibilidade de desenvolvermos quadros de estresse. Assim, aprender a encarar desafios é tão importante quanto aprender a dizer não quando você não se sentir pronto ou mesmo com vontade de fazer algo.

Ela sabe que o medo é algo que imobiliza

Quanto mais medo, maiores serão os arrependimentos de uma vida.

Não estamos usando aqui o argumento dos medos patológicos, clínicos, obviamente, mas aquele medo que muitas vezes nos impede de fazer algo por conta de não termos certeza sobre quais os resultados possíveis.

Esse tipo de medo é um fator que complica bastante a nossa saúde mental porque abala a nossa autoconfiança, criando, portanto, mais de um problema.

Ela não tem qualquer apego ao fracasso

Se algo deu errado, entenda que é um processo natural da vida e você, para construir saúde mental, deve entender e assumir que fracassar é parte de testar.

Abraçar o fracasso é sempre um primeiro passo muito importante para o aprendizado, para a reflexão, para a readaptação, equalização de objetivos.

Se você observar histórias de sucesso, seja no mundo corporativo, seja na vida pessoal, vai ver que em um primeiro momento pode até ser que aquilo tenha sido um completo desastre, mas depois do desespero, a pessoa deu um passo atrás, viu a situação por vários pontos diferentes, tentou compreender a razão do fracasso.

Depois, com todas essas informações nas mãos, assumiu uma postura mais proativa, positiva, mudou todos os caminhos e alcançou seus objetivos de forma muito mais perspicaz e eficiente.

E é aqui que está a verdadeira razão do sucesso: abraçar o fracasso, observar e depois tentar de novo é aquilo que acaba diferindo uma pessoa firme de uma pessoa com pouca saúde mental.

Abrace a felicidade

E agora você conseguiu realizar com sucesso uma grande atividade que exigiu muito de você. Abrace, sinta, se felicite por ter vencido todas as barreiras. Seja grato a você mesmo, exalte sua perseverança.

Isso também faz de você uma pessoa emocionalmente forte, uma vez que sabe aproveitar com sabedoria também os benefícios da saúde que você construiu.

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

1 Star
Loading...

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *