Mentiras sobre sexo que você não deve acreditar

  • Você deveria parar de acreditar nisto
  • Podemos transar menstruada?
  • O papel dos filmes pornôs

Sexo, ou a sexualidade como um todo são questões que querendo ou não ainda são tabu na nossa sociedade. Talvez justamente por conta deste tabu a desinformação rola solta. E hoje resolvemos desmentir algumas das mentiras mais clássicas sobre sexo que com certeza você já ouviu, já falou, ou já acreditou.

Leia mais

Dicas para melhorar a qualidade do sono do seu filho

Erros bobos que destroem o seu cabelo

Embora algumas destas mentiras pareçam ultrapassadas para você pode estar certa que há pessoas que ainda acreditam nelas. Será que você é uma delas?

Uma das mentiras mais contada: Tamanho e circunferência importam


Essa sem dúvida alguma é uma das mentiras mais clássicas nas rodas de conversa sejam entre mulheres ou homens. Todo mundo se preocupa com o tamanho do órgão sexual masculino visto que ele pode determinar o prazer que a parceira irá sentir.  Mas acredite, de acordo com especialistas o tamanho e a circunferência não importam e não determinam se o sexo será bom ou ruim.  E aproveitando que estamos falando sobre sexo bom e sexo ruim, muitas mulheres preferem e acabam atingindo o orgasmo por meio do sexo oral. E se tem uma coisa que não ficamos nos importando com tamanho é a língua.

As preliminares são sempre às preliminares


Sabemos que as preliminares são essenciais para que o sexo seja agradável e gostoso para ambos os lados. E em relação a isso uma mentira muito contada é que o sexo oral é uma preliminar. Isso está totalmente equivocado. Sexo oral é sexo e ponto final. Há mulheres inclusive que preferem o sexo oral a penetração. As preliminares são os gestos, estímulos em áreas erógenas, conversas picantes e afins. E por falar em regiões erógenas, cada um possui regiões do corpo em que acaba se estimulando mais e essa descoberta pode ser excelente para o casal. Investigue e instigue o corpo do seu parceiro durante o ato sexual.

Comidas afrodisíacas é outra das famosas mentiras


Essa é uma mentira que vem sendo contada a um determinado tempo e muitos acreditam. Mas convenhamos, não há comida capaz de aumentar a libido de ninguém, desta forma, as comidas afrodisíacas não conseguem realizar esta função. O máximo que estes alimentos conseguem fazer é melhorar o desempenho sexual e preparar o corpo para a transa. O aumento da libido vai muito da imaginação e do pensamento, não tendo relação com a comida. Inclusive cientificamente não há comprovações sobre os efeitos das comidas afrodisíacas.

Transar menstruada é outra mentira


Há uma crença terrível de que a mulher não pode transar quando está menstruada, entretanto isso é mentira. Na verdade a única contraindicação neste caso é para portadores do vírus HIV. Se este não é o seu caso transar neste período não traz mal algum a saúde e pode ser inclusive uma boa experiência. Visto que neste período a mulher está com a libido em alta.

Mais uma das mentiras: Assistir pornô não melhora o sexo

mentiras
Há uma falsa e mentirosa crença de que assistir pornô pode melhorar o desempenho sexual. Muitos homens inclusive acreditam nisso mas não é verdade. Muito pelo contrário, a ideia que é passada pelos filmes pornôs constroem uma imagem totalmente diferente da mulher de verdade. Ao contrário do que é mostrado nos filmes não é somente a penetração que dá prazer para a mulher. Como comentamos anteriormente as mulheres sentem e até preferem o sexo oral, e por ele são mais propensas a atingir o orgasmo.

Sexo anal não afrouxa o ânus

mentiras
Precisamente você já deve ter ouvido algo deste tipo. Mas o ânus é apenas um músculo e como todo o músculo ele pode se relaxar e ao mesmo tempo contrair. Desta forma não ficará frouxo com o sexo anal.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.8
Total de Votos: 4

Mentiras sobre sexo que você não deve acreditar

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “Mentiras sobre sexo que você não deve acreditar”

  1. […] Mentiras sobre sexo que você não deve acreditar […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *