Começou o Outubro Rosa: quais os sinais do câncer de mama

  • Prevenção do câncer de mama;
  • Exames anuais para mulheres;
  • Campanha Outubro Rosa.

Leia mais

O que podemos fazer para dar um fim na ansiedade

Doenças respiratórias: como se blindar contra elas

Hoje, no Brasil, quando olhamos para os números do câncer de mama notamos que ele é o que mais afeta as mulheres, com exceção de, apenas, os tumores de pele – que são também conhecidos como melanomas.

Controlar, monitorar e tratar as mulheres afetadas pelo câncer de mama é um grande desafio e é por isso que anualmente, quando chega o mês de outubro, também chega a campanha Outubro Rosa.

É nesse mês tão importante que lembramos e nos envolvemos com aquilo que mais interessa quando o assunto passa a ser câncer de mama: prevenção. Exames e consultas aumentam nessa época, justamente porque, graças ao envolvimento da comunidade médica e científica e da grande mídia, nossa atenção volta para os nossos seios e para a nossa saúde.

Câncer de mama: quais são os sinais?

Pense rápido: qual é o primeiro sintoma que o câncer de mama costuma manifestar?

Se você respondeu que é o nódulo, saiba: esse não é o único sinal que existe. Mas se você conseguiu responder a essa pergunta com alguma rapidez, isso se deve justamente à forma com que as campanhas de prevenção são feitas e ao êxito que o Outubro Rosa tem.

Se escolheu o nódulo nas mamas ou nas axilas como símbolo do câncer de mama e o autoexame como forma de prevenção para que as mulheres realmente tivessem como um hábito primordial examinar mensalmente suas mamas. Isso tem a ver com a ideia de que é somente dessa forma – conhecendo o próprio corpo, examinando-o com cautela e esmero – que poderíamos descobrir essa doença já no seu início.

E como o nódulo, logo que surge, aponta para o que é o início da doença, é importante também deixar claro que é nessa fase inicial que o câncer é realmente curável. A campanha também aponta para a necessidade de que o autoexame seja complementado com mamografia ou ecografia mamária, o que pode apontar a presença de nódulos muito pequenos, que não se consegue perceber quando se faz o autoexame.

E é justamente por isso que também a ideia de que esses exames devem ser anuais é ainda mais propagada, afinal, basta uma única hora do dia reservada em um único dia do ano para que uma vida inteira seja salva.

Outros sintomas também são muito comuns quando o câncer de mama tem seu início. Abaixo, você confere uma lista deles!

As mamas podem mudar de formato

Quando um tumor mamário aparece, ele acaba por deformar a mama, bem como os tecidos que estão ao redor do próprio tumor. Por causa dele pode ocorrer tanto a diminuição da mama que foi afetada pelo tumor, ou até mesmo o inchaço dela, alterando o tamanho e o peso.

Uma outra possibilidade é a de que o tumor faça com que um afundamento na mama surja, bem em cima dele, porque ele faz com que o tecido mamário se degenere, causando, portanto, a deformidade.

Dor e vermelhidão na mama também pode ser um sinal

Quando o tumor aparece, também pode iniciar um processo inflamatório nos gânglios mamários que ficam na mesma região.

É nessa fase que aquela dor que costuma aparecer nos seios quando a menstruação começa se torna persistente, contínua e começa a provocar uma sensação de calor.

Quando isso ocorre, a ajuda médica deve ser rápida para que se consiga diagnosticar com eficiência o que acomete a mama e iniciar qualquer tratamento rapidamente.

Mudança no aspecto e consistência da pele

Quando o câncer de mama se manifesta como inflamatório, ele acaba fazendo com que os vasos da pele da mama sejam obstruídos, atrapalhando não só a vascularização, mas a hidratação natural da pele.

Nessa fase, é como se pequenos poros começassem a surgir, tal qual fica a casca de uma laranja.

Feridas no mamilo

Quando o tipo mais superficial de câncer se manifesta, é acompanhado por lesões também na pele do mamilo. Esse tipo de ferida ou casquinha indica uma ulceração e é um sintoma que também deve conduzir a mulher com urgência para o consultório de um mastologista.

Coceira frequente no seio

Esse sintoma aparece quando o câncer de mama não teve penetração severa ou grave no tecido mamário. A coceira, portanto, seria como uma exteriorização do tumor e é um sinal importante que deve conduzir a mulher ao consultório de um médico especialista para averiguar a gravidade do caso.

Mamilos invertidos repentinamente

Quando o mamilo é externo e um tumor surge logo atrás da aréola, o mamilo pode se inverter. É como quando o tumor faz uma fibrose, que puxa a pele para baixo, fazendo com que uma depressão surja na mama, só que bem na região do mamilo.

Se repentinamente seus mamilos externos se inverterem, é hora de procurar um médico.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.67
Total de Votos: 3

Começou o Outubro Rosa: quais os sinais do câncer de mama

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

2 respostas para “Começou o Outubro Rosa: quais os sinais do câncer de mama”

  1. […] Começou o Outubro Rosa: quais os sinais do câncer de mama […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *