Dor ciática: o que é, como evitar e tratamentos indicados?

  • Entenda o que é a dor ciática
  • Como tratar a dor após o seu aparecimento
  • Como prevenir o seu surgimento

Você certamente já deve ter ouvido alguma coisa sobre dor ciática. Algumas pessoas acabam mencionando errado como dor asiática. Mas você sabe de fato o que é e como pode evitá-la? Hoje vamos bater um papo sobre o assunto. A dor ciática tem direta relação com o nervo ciático.

Leia mais

Espinhas no bumbum: por que surgem e como prevenir?

Chuveiro pingando? Descubra o motivo aqui

O que é a dor ciática?

Como mencionado anteriormente a dor ciática tem direta relação com o nervo ciático. O mais longo do corpo humano e que ao apresentar alguma compressão ou inflamação em sua extensão pode gerar dores. As dores no nervo ciático podem ir desde as nádegas até as pernas e a depender do comprometimento é possível que haja dificuldades para andar e até mesmo para manter-se em pé.

Isso ocorre porque o nervo ciático está diretamente relacionado com diferentes músculos que podem afetar sobretudo a região inferior do corpo do indivíduo e dessa forma impedi-lo de andar ou dar-lhe estabilidade em pé.

Antes que você se pergunte, não, a dor do nervo ciático não surge do nada, de repente, pelo contrário aliás. A mesma está diretamente relacionada comumente com um caso de bico de papagaio ou hérnia de disco que o paciente pode ter previamente.

Dessa forma se for o caso, se você sofrer com um destes quadros é muito provável que já tenha sofrido ou venha a sofrer com a dor ciática em algum momento.

A dor ciática pode ser bem incomoda e comprometer as atividades diárias do indivíduo.

Dor ciática: quais os sintomas relacionados ao quadro?

Dor ciática

Saber identificar os sintomas relacionados ao quadro de dor no nervo ciático pode te ajudar a buscar o tratamento adequado.

A dor ciática é marcada pela dor no nervo, em um dos lados, dor nas costas, fraqueza nos músculos, formigamento que pode acometer tanto a região do pé ou das pernas, câimbras, diminuição dos reflexos na região do joelho, e igualmente do tornozelo. As câimbras especialmente podem acometer sobretudo as nádegas.

Infelizmente há casos mais graves de manifestação de dor no nervo que a mesma pode provocar descontrole do intestino e igualmente da bexiga. Mas esses sintomas estão diretamente relacionados a casos graves da dor no nervo ciático.

Qual o tratamento adequado?

Dor ciática

Apesar de ser uma dor bem incomoda que pode acabar atrapalhando a rotina do indivíduo, felizmente a dor no nervo ciático, em sua grande parte tende a melhorar sozinha. Sem a necessidade de grandes intervenções. A depender do grau da dor, pode ser indicado a administração de anti-inflamatórios e analgésicos que devem ser prescritos pelo médico responsável pelo seu acompanhamento.

Em momentos de crise de dor ciática há indicação que o acometido evite a todo o custo exercícios de grande esforço. Como, por exemplo, carregamento de peso. O repouso acaba sendo importante.

Ao tomar esse cuidado quanto ao repouso e o não carregamento de peso, a recuperação se torna mais rápida. Isso pode fazer com que você fique menos tempo de molho por dor no nervo ciático.

A cirurgia para casos de dor no nervo ciático apenas é realizada em casos muito particulares. Não é um padrão de tratamento adotado.

É possível prevenir as dores no nervo ciático?

Dor ciática

A sua pergunta nesse momento deve ser quanto a prevenção de dor no nervo ciático. Será que é possível prevenir? Sim, é possível prevenir. Aliás, como bem sabemos, prevenir é muito melhor do que remediar. No caso da dor ciática isso não é diferente. O melhor é prevenir antes de sofrer com a dor.

Dentre as medidas que podem ser adotadas para prevenir está, por exemplo, o alongamento antes da prática de qualquer exercício físico. Também podemos mencionar dormir bem, isso ajuda no processo de descansar a sua coluna, manter a posição ereta ao se sentar, evitando dessa forma sobrecarregar alguma determinada área. Além disso também pode acabar sendo utilizado como meio de prevenção exercícios musculares de fortalecimento.

Estes exercícios podem ser exercícios de fortalecimento muscular e abdominal. São os músculos os responsáveis por dar sustentação ao nosso corpo.

Dados e informações complementares sobre o assunto

dor ciática

Caso a dor no nervo ciático se torne constante ou mesmo não melhore após alguns dias, não pense duas vezes. Procure imediatamente um médico. Somente ele poderá, a partir desse quadro, avaliar quais as melhores intervenções para aliviar a dor do paciente. Assim como igualmente prevenir que o quadro volte a se repetir.

Vale mencionar que a dor no nervo ciático consiste em um quadro de saúde muito comum. Afetando em média cerca de dois milhões de pessoas por ano em todo o país. Normalmente acaba diagnosticado pela própria pessoa. Raramente demanda da necessidade de exames laboratoriais para comprovação do quadro.

Mas como mencionado anteriormente, normalmente melhora em alguns dias. Caso isso não ocorra o médico responsável pelo seu caso pode solicitar alguns exames. Os exames verificarão se há algo comprimindo alguma área de extensão do nervo ou para avaliar o quadro de inflamação.

Apesar de existir na internet uma série de dicas de remédios para nervo ciático inflamado, o indicado é não tomá-los sem prescrição médica. Isso porque, veja bem, nem todos os quadros demanda de tratamento medicamentoso. Sendo aliviado sozinho. Dessa forma, somente um médico pode determinar a necessidade ou não do uso de um medicamento.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.3
Total de Votos: 3

Dor ciática: o que é, como evitar e tratamentos indicados?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: