Coprofagia: há algo de errado com o seu pet?

  • Coprofagia: entenda o que é esse comportamento
  • Por que o animal está comendo as próprias fezes? Entenda
  • Problemas de saúde desenvolvidos pela coprofagia

O comportamento de coprofagia precisa ser tratado para evitar que o pet desenvolva problemas de saúde. Quando mencionamos a coprofagia estamos nos referindo ao nome técnico dado ao cachorro ou mesmo gato, embora seja mais incomum, que come as próprias fezes. Se você já viu o seu animalzinho fazendo isso, atenção.

Leia mais

Alimentos perigosos para crianças: veja alguns deles

Cartão virtual: como habilitar e quais os benefícios?

Para tutores que já viram os seus pets comendo as próprias fezes é necessário atenção quanto a saúde do animal e também sobre como o animal está sendo educado.

Coprofagia, o cachorro que come fezes, por quê?

A coprofagia não é um comportamento natural do animal. Tampouco podemos considerar que seja uma manifestação saudável para o pet, aliás, pode até mesmo comprometer a sua saúde. Comumente há dois motivos que podem ler o animal a tal comportamento ou hábito.

O primeiro motivo que pode estar levando o seu pet a comer fezes é a deficiência nutricional. Isso mesmo, caso ele não esteja recebendo uma alimentação satisfatória para as suas demandas nutricionais ele pode desenvolver o comportamento da coprofagia. Além da alimentação nutricionalmente pobre, é possível que o animal apresente problemas para a absorção de nutrientes ou algum tipo de disfunção correlacionada.

Outro motivo que pode levar o seu animalzinho a comer as próprias fezes é o medo. Isso ocorre em casos em que o animal é advertido, ou mesmo apanha quando faz coco em local errado. Vale ressaltar aqui que nada adianta repreender o animal se não deixar claro exatamente o que se espera dele.

Assim sendo, mesmo quando em tese ele faz as suas necessidades onde poderia, ele sente medo de ser maltratado ou apanhar e acaba comendo-as.

Pet que come fezes pode ter problemas de saúde?

coprofagia

Essa com toda certeza é uma preocupação de todo tutor. Afinal, um animal que come fezes, pode ter problemas de saúde? Como comentamos anteriormente, não se trata de um comportamento natural, normal, saudável do animal. Dessa forma, pode sim trazer problemas de saúde para o seu pet.

Dentre os problemas que o cachorro pode desenvolver está, por exemplo, a giárdia, que é um tipo de protozoário que parasita o intestino dos mamíferos. Os sintomas relacionados ao quadro denotam desidratação, falta de apetite, vômitos, sensibilidade abdominal e fraqueza.

Além da giárdia, o animal com coprofagia pode contrair verminose que também manifesta sintomas bem desagradáveis. No caso de ambos os quadros, caso não seja devidamente tratado o animal pode até mesmo morrer pelo agravamento do quadro.

Como vencer a coprofagia?

coprofagia

Se perceber que o seu animal está comendo as próprias fezes, o primeiro passo é levá-lo ao veterinário para uma avaliação do seu quadro geral de saúde. O médico veterinário verificará se ele apresenta já algum problema desenvolvido pelo hábito da coprofagia.

A partir dessa avaliação e da identificação das causas do comportamento caso seja identificado que o mesmo ocorre devido a uma deficiência nutricional o veterinário fará as recomendações necessárias sobre a alimentação do animal. Nesse sentido, como o tutor deve proceder em relação à alimentação do pet.

Se a causa da coprofagia for comportamental você deve avaliar sistematicamente a maneira como está educando o animal. Isso porque a relação não está saudável e ele sente medo de você, o que não é bom.

No caso da coprofagia por medo, sempre que o seu animalzinho fizer suas necessidades em local errado, não brigue com ele. Não brigue, não o coloque de castigo, não bata nele. Somente dessa maneira ele progressivamente vai perder o medo e entender que não precisa esconder as fezes feitas.

Cachorros que comem fezes de gatos

coprofagia

Há casos interessantes que podem igualmente gerar dúvidas nos tutores. Isso diz respeito ao caso dos animais que comem as fezes de outros animais. O caso mais comum e corriqueiro é o caso dos cães que comem as fezes de gatos quando estes convivem juntos.

Esse comportamento também se remete a coprofagia e está diretamente relacionada as suas causas mencionadas anteriormente. Exceto claro, o medo por ter realizado suas necessidades em local inadequado.

Por incrível que isso possa parecer, alguns animais podem desenvolver o hábito de comer as fezes de outros animais que convivem simplesmente por gostarem da textura, do cheiro ou mesmo do sabor. Impressionante não é mesmo? Mas calma que vamos explicar.

Algumas rações são altamente aromáticas e muito saborosas. Quando o animal se alimenta e posteriormente defeca aquele alimento há partes dele por vezes intacta e o animal coprofágico acaba sendo atraído por ela, pelo seu cheiro e o seu sabor.

São essas partículas do alimento presente nas fezes que as tornam palatáveis e que pode levar alguns animais a consumi-las.

Esse acaba sendo o principal motivo que leva os cães a comerem as fezes dos gatos visto que estes animais se alimentam de rações diferentes e muitas vezes de sachês e patês saborosos ao paladar do pet.

No caso de cães que convivem com gatos, uma opção é recolher as fezes imediatamente assim que as ver. Outra alternativa é buscar deixá-las menos atrativas para os cães. Nesse sentido há alguns produtos no mercado especialmente dedicados para animais coprofágicos e tem o intuito de tornar as fezes tanto do animal quanto de outros que eventualmente convivem com ele menos palatáveis.

Muitas vezes essa medida acaba sendo suficiente para cães que consomem fezes de gatos, por exemplo.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Coprofagia: há algo de errado com o seu pet?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: