Dicas de como prevenir acidentes com crianças

  • Veja dicas de como prevenir acidentes com crianças
  • Dicas especiais para a cozinha
  • Primeiros socorros para acidentes com crianças

Quem tem um filho, neto, sobrinho ou qualquer outra criança em sua tutela, sabe muito bem que em um piscar de olhos eles podem aprontar algo. É exatamente por esta imprevisibilidade que os tutores precisam estar muito atentos, principalmente para prevenir acidentes com crianças.

Leia mais

Shots matinais funcionam? Mitos e verdades sobre

Pet envenenado: o que fazer para salvar o animal?

Normalmente estes incidentes não causam maiores problemas, porém em certas situações isto pode fugir ao controle do adulto e causar problemas realmente sérios.

Veja dicas para prevenir acidentes com crianças

Explorar o ambiente em que ela está vivendo é comum, e faz parte do seu desenvolvimento psíquico, físico e social. Portanto, a primeira atitude a ser tomada é averiguar todos os cômodos que a criança tem acesso, eliminando qualquer coisa que possa oferecer algum tipo de risco.

Retire destes locais objetos pontiagudos, pesados ou que de alguma forma possam prender alguma parte do corpo dos pequeninos. Esconda também enfeites de mesa e outras coisas que possam ter peças pequenas e soltas, pois estas são facilmente engolidas.

Procure também colocar protetores de tomadas naquelas que não estejam em uso, para evitar que eles insiram brinquedos ou até mesmo os próprios dedos e tomem choques.

Se o cômodo possui janelas sem barras, instale grades de proteção, principalmente em apartamentos, pois o risco de uma criança sofrer uma queda no meio de suas “explorações” é extremamente alto. O mesmo vale para sacadas, escadas com vãos ou laterais vazadas e também mezaninos.

Providencie também a retirada de tapes escorregadios ou coloque antiderrapantes neles, pois segundo um levantamento feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a maior parte dos atendimentos por queda, foram em uma situação em que a criança estava no mesmo nível de atura, ou seja, causados por tropeços e escorregões.

Prevenção de acidentes na cozinha e banheiro

como prevenir acidentes com crianças

Na cozinha, mantenha as facas e outros objetos perigosos fora do alcance, trancados em uma gaveta ou porta talheres.

Evite deixar também isqueiros, fósforos e acendedores de fogão em local de fácil acesso. Pois, eles podem causar queimadoras ou até mesmo incêndios. Caso seu fogão seja do tipo a gás mantenha o registro de alimentação desligado quando não estiver em uso.

No banheiro, recolha todos os remédios e produtos químicos para que os pequeninos não tenham acesso.

Uma prática que era muito comum e que deve sobretudo ser evitada a qualquer custo, é associar medicamento a doces ou comida na hora de dar eles para as crianças. Pois, isso pode fazer com que elas tenham o impulso de tomá-los por conta própria.

Não deixe também baldes e banheiras com água, pois segundo estudos, bastam 2,5ml de água para que uma criança sofra um afogamento. Proteja também piscinas com lonas e vasos sanitários com tampas adequadas para crianças.

Primeiros Socorros

como prevenir acidentes com crianças

Queimaduras – Em caso de queimaduras com fogo e objetos quentes, como ferro de passar, lave o local com água corrente e faça compressas frias para aliviar a dor. Nunca toque na queimadura com as mãos, nem aplique produtos que não sejam para tratamento de queimaduras.

Quedas com batida de cabeça – Se ocorrer uma queda leve em que a criança possa ter batido a cabeça, também aplique uma compressa fria para aliviar principalmente a dor, e use pomadas específicas para hematomas.

Pelas próximas 24 horas, observe se haverá aparecimento de inchaço ou outras deformidades, assim como comportamento incomum ou náuseas. Caso ocorram, procure atendimento médico imediatamente.

Afogamento – Em situações de afogamento, além de ligar imediatamente para solicitar socorro, o primeiro passo consiste em colocar a criança deitada e com a barriga virada para cima. Leve a cabeça da vítima para trás, de modo que as vias aéreas fiquem desobstruídas, e inicie uma massagem cardíaca com 30 repetições.

Após as massagens, faça uma respiração boca a boca. Para isso leve sempre em consideração sobretudo o tamanho da criança para a quantia de ar que será assoprada. No caso dos bebês, use apenas o ar das bochechas. Repita o procedimento até a chegada da ajuda.

Estas são algumas medidas que podem acabar sendo tomadas em certas situações. Medidas para amenizar a dor ou evitar complicações. Todavia,  o correto consiste em procurar rapidamente pelo pronto atendimento.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Dicas de como prevenir acidentes com crianças

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: