Sede em excesso pode indicar doenças: veja algumas

  • Sede em excesso pode não ser um bom sinal
  • A anemia pode aumentar a sensação de sede
  • Veja como se manter hidratado

A sede em excesso tem um nome próprio: polidipsia, e pode aparecer após um exercício físico, comer algo muito salgado ou principalmente após uma longa noite de sono. A sede é algo comum e nestes casos é uma resposta do organismo, avisando que precisamos repor líquidos.

Leia mais

Shots matinais funcionam? Mitos e verdades sobre

Como manter a saúde mental na pandemia?

Apesar de normalmente ser apenas uma resposta fisiológica, a sede excessiva pode ser um dos sintomas de doenças que nem imaginamos. Por isso, é essencial que se tenha atenção em outros sintomas que possam surgir.

Sede em excesso pode indicar doenças: desidratação

Como comentado, após um exercício físico é comum sentir sede. Assim como em dias muito quentes ou em períodos longos sem consumir água. A sede em excesso, nestes casos, é o primeiro sintoma da desidratação.

Este é um sinal sobretudo do corpo para você repor todo o líquido que foi eliminado através do suor ou como parte dos processos naturais do organismo. Uma pessoa que sofre de desidratação pode ter dores de cabeça, cansaço e em casos extremos até desmaios.

Doenças psiquiátricas

A depressão e até mesmo a esquizofrenia podem levar o paciente a sofrer com uma sede insaciável. Essa sede causa uma baixa concentração de sódio no sangue, que pode acarretar em outros problemas como ataques convulsivos.

Este quadro não está ligado à desidratação do corpo, mas sim a um desequilíbrio neuro-humoral causado pela própria doença psiquiátrica.

Problemas renais

Pessoas que passam por diálise, retiram o excesso de líquido do corpo através deste tratamento. Iss faz com que o volume de sangue suba e desça rapidamente no organismo, aumentando o hormônio antidiurético e elevando a sensação de sede.

Isto é uma teoria observada em vários pacientes, que além deste desbalanceamento, acabam sofrendo também com o ressecamento de mucosas. Nestes casos, sobretudo como forma de hidratar e evitar estes sintomas, uma das recomendações é a diminuição da ingestão de sal.

Anemia

Sede em excesso pode indicar doenças

A anemia diminui a quantidade de glóbulos vermelhos no sangue, o que pode acarretar em diversos sintomas. Sem a circulação correta de sangue nas glândulas salivares, elas deixam de expelir normalmente a saliva.

Com isso, a pessoa que tem anemia crônica tem as mucosas da boca mais secas, o que leva ela a ter sede e necessidade cada vez maior de consumir água.

Diabetes

Sede em excesso pode indicar doenças

A diabetes é a sobra de açúcar no sangue, causado pela insuficiência do organismo em produzir a insulina. A insulina tem principalmente a responsabilidade de transportar a glicose. Sem esta função, a maneira que o corpo tem de eliminar um pouco deste excesso é através da urina.

Por este motivo, pessoas diabéticas acabam tendo uma perda maior de líquidos do corpo, o que consequentemente causa mais sede.

Uso de medicamentos

Muitos medicamentos possuem como efeito colateral a sede ou até mesmo aumento da quantia de urina. Isto é comum em diuréticos e antipsicóticos, e nestes casos a recomendação é tomar pequenas quantias de água ao longo do dia, para amenizar a sede.

Mantenha a hidratação em dia para evitar sede em excesso

Sede em excesso pode indicar doenças

Mesmo que não esteja relacionado a nenhum tipo de doença, manter-se hidratado é extremamente importante para ter um corpo saudável. Uma pessoa adulta deve ingerir, em média, de 2 a 2,5 litros de água diariamente.

Para isso, não espere ter sede para reabastecer os líquidos do seu organismo. Você pode manter isso através da ingestão direta de água, carregando sempre uma garrafinha e dando pequenos goles ao longo do dia.

Para tornar esta rotina um pouco mais prazerosa eventualmente acrescente talos de canela, rodelas de limão ou pedaços de gengibre para saborizar a água.

Outra dica para consumir a quantia de líquidos necessária para seu corpo é fazê-la através de alimentos como verduras e frutas frescas. Alimentos que além de reporem a água do corpo ainda garantem sobretudo doses de vitaminas e nutrientes.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Sede em excesso pode indicar doenças: veja algumas

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: