Boca amarga: o que pode ser e o que fazer

  • Boca amarga o que pode ser?
  • O que deixa a boca amarga?
  • Má higiene bucal pode ser uma das causas

Você já sentiu a boca amarga e se perguntou o que poderia ser? Hoje resolvemos abordar o assunto visto que em alguns casos pode não ser nada de  mais, apenas uma questão de maus hábitos de higiene bucal, mas em outros pode indicar problemas de saúde.

Leia mais

Alimentos inflamatórios que você deve evitar

Perda de dentes: causas e consequências

Boca amarga: o início de tudo

O gosto amargo na boca pode ter várias causas bem distintas como vimos no início. São problemas mais simples como má higiene bucal, mas há questões mais séries de saúde como infeções ou ainda um quadro de refluxo, por exemplo.

Outro fator que também pode acabar contribuindo com o gosto amargo na boca com o passar do tempo acaba sendo o cigarro.

Para os fumantes se faz comum o gosto amargo na boca minutos após fumar ou mesmo algumas horas, a depender do caso.

Na maioria das vezes a presença do sabor amargo na boca tende a melhorar, no caso dos fumantes em que não há nada correlacionado, assim que há a ingestão de um alimento qualquer. O que acaba sendo uma estratégia para aliviar o sinal desagradável. Escovar os dentes também pode acabar ajudando.

Um sinal de alerta deve ser dado quando a boca amarga se mantém por muito tempo e frequentemente, ou seja, muitos dias. Nesse caso o indicado é consultar um médico de sua confiança para que ele possa investigar se existe algum quadro clínico que mereça atenção e tratamento que está causando tal condição.

Abaixo listamos alguns dos motivos que podem estar contribuindo para que você sinta esse gosto amargo sendo ou não fumante.

Má higiene bucal

A má higiene bucal pode ser um dos motivos que levam a boca amarga sendo inclusive a causa mais comum sobretudo ao acordar. No caso da boca amarga devido a má higiene bucal isso ocorre porque há um acúmulo de saliva e bactérias na língua e nos dentes.

Nesse caso uma maneira de resolver o problema acaba sendo uma melhora dos hábitos de higiene. Para isso aumente o número de escovações, por exemplo.

E não podemos esquecer da escovação da língua para a remoção das células mortas que se acumulam.

Uso de antibióticos e antidepressivos

boca amarga

Alguns medicamentos sobretudo antibióticos e antidepressivos quando são ingeridos são absorvidos pelo organismo e são liberados para a saliva o que acaba resultando em uma boca amarga. Tudo isso causa uma alteração no paladar do indivíduo bem desagradável.

Dentre os remédios mais comuns que causam esse efeito temos os remédios para tratamento da gota como o lítio e o antibiótico tetraciclina.

Normalmente nesse caso o efeito desconfortável tende a desaparecer alguns minutos após a ingestão do remédio. Caso ele persista e seja muito desagradável deve-se consultar o médico que prescreveu o medicamento antes de suspender o uso.

Suplementos vitamínicos e a boca amarga

boca amarga

A boca amarga também pode advir do uso de suplementos vitamínicos. Sendo inclusive um efeito bem comum para adeptos desse tipo de suplementação.

Alguns suplementos sobretudo aqueles que apresentam elevada concentração de compostos metálicos como cobre, zinco ou ferro podem acabar resultando em um gosto amargo na boca.

Esse efeito ocorre quando o suplemento está sendo totalmente absorvido pelo corpo. Nesse caso não há muito o que fazer. A menos que se troque o suplemento utilizado.

Hepatite ou cirrose também pode deixar a boca amarga

boca amarga

Como comentamos no início algumas causas da boca amarga são questões simples como a má higiene bucal, mas outras pode esconder problemas de saúde um pouco mais complexos como o caso da hepatite ou da cirrose, por exemplo.

Quando o fígado está acometido por alguma patologia e não está funcionando adequadamente o corpo começa a acumular elevadas substâncias tóxicas como a amônia. Quando presente em nosso corpo em níveis elevados que não estão sendo eliminados, a amônia pode levar a sensação de boca amarga.

Os problemas no fígado costumam aparecer acompanhados de outros sintomas como cansaço excessivo e enjoo por isso fique atento. Caso o gosto amargo esteja presente junto a estes sintomas, procure um médico. Ele deverá investigar o funcionamento do seu fígado.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: