Deficiência de ômega 3, fique atenta a esses sinais

  • Precisamos falar sobre ômega 3
  • Deficiência de ômega 3 veja alguns sinais
  • Alimentos ricos em ômega 3 para o seu dia a dia

Você certamente já deve ter ouvido falar sobre ômega 3, mas saberia identificar os sinais de deficiência desse importante nutriente em seu organismo? Não? Então você chegou ao lugar certo. Hoje vamos apresentar a você alguns sinais que indicam a deficiência de ômega 3 que você precisa ficar atenta. Ao final você também encontra uma pequena relação de onde encontrar ômega para aumentar a sua ingestão diária.

Leia mais

Sinais de autismo que os pais devem observar em seus filhos

O verdadeiro manual para evitar a queda de cabelo

Apesar de ser muito importante para o nosso organismo, o ômega não é produzido pelo nosso corpo e a sua carência pode se manifestar de diversas maneiras extremamente desagradáveis. Mesmo com todas essas características nem sempre levamos em conta a presença ou não de ômega 3 na hora de compor o nosso prato. Como resultado disso temos deficiência de ômega 3, esse importante ácido graxo.

Muito do ômega pode ser advindo da alimentação feita a base de peixes, mas há outras fontes interessantes que podem ser exploradas. Mas sem mais, vamos conhecer os sinais de deficiências?

Deficiências de ômega 3: olhos secos

Deficiência de ômega 3

Você costuma sentir os olhos secos sempre? Esse pode ser um sinal de que você está precisando turbinar a sua ingestão de ômega 3. Apesar de ser um sinal comum da falta de ômega não pode ser tido como conclusivo uma vez que os olhos secos ou ressecados podem acabar sendo ocasionados por uma série de fatores desde a poluição até mesmo a menopausa. Todavia, a deficiência de ômega se faz um deles.

Sua pele anda muito seca?

Deficiência de ômega 3

A nossa pele pode apresentar um quadro pontual de ressecamento quando não usamos protetor solar e hidratante, mas para quem sofre com deficiência de ômega esse quadro se torna persistente. Ou seja, não importa quanto hidratante você use nem mesmo que busque pelas melhores marcas.

A deficiência de ômega 3 leva a pele a apresentar um processo de ressecamento profundo que vem de dentro para fora. Além disso, é comum calcanhares rachados, calos e caspas. Nesse sentido o indivíduo que começa a apresentar a deficiência de ômega 3 pode ter a pele descamando.

Pessoas com baixa de ômega 3 e a imunidade

Deficiência de ômega 3

Quem tem baixa de ômega 3 tem baixa imunidade. Em outras palavras quem tem deficiência de ômega 3 apresenta mais chances de desenvolver gripes e resfriados além de infecções em geral. De maneira bem simplista, seu sistema de defesa está enfraquecido e dessa forma ele está vulnerável a manifestação de todo e qualquer tipo de vírus.

Cabelos sem vida? Cuidado com a falta de ômega 3

O cabelo pode determinar e muito da nossa autoestima, ou seja, como nos vemos e nos sentimos em relação a nós mesmas, e a deficiência de ômega 3 pode acabar sendo chave nesse sentido.

Quem sofre com a falta de ômega 3 dificilmente consegue ter cabelos bonitos e radiantes. Isso acontece porque o ômega atua em processos importantes nos fios. Um deles está relacionado não apenas com o brilho, mas com a incorporação e estruturação do fio. Fios deficientes de ômega já são naturalmente fragilizados.

Onde encontrar ômega 3?

Se você desconfia que está com baixa ingestão desse nutriente e gostaria de aumenta-la os alimentos que podem compor a sua alimentação diária são os mais diversos.

Dentre as opções temos: sementes (linhaça, chia, semente de abóbora, etc), oleaginosas (castanhas e nozes), peixes (todos os tipos de águas profundas são bem vindos nesse caso, como exemplo temos o salmão, o bacalhau, etc) e alimentos enriquecidos (alimentos que naturalmente não contam com ômega 3 mas que contou com a sua incorporação).

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: