Serotonina: o que é, funções, importância e como aumentar

  • Conhecendo a serotonina
  • Dicas de como aumentá-la naturalmente
  • Funções importantes deste neurotransmissor

Se você está acostumado a ler textos sobre bem-estar e saúde mental deve sem dúvida alguma já ter se deparado com a palavra serotonina e deve imaginar que a mesma é importantíssima. Mas o que vem a ser e qual a sua importância ou relação com o bem-estar e a saúde mental? É o que vamos descobri agora.

Leia mais

Memória: fatos que você desconhece sobre o assunto

Higiene do sono: o que é, técnicas e importância

O beabá da serotonina

A serotonina é um neurotransmissor que atua em nosso cérebro fazendo as transmissões entre as células nervosas. Apesar de atuar diretamente sobre a nossa saúde mental, também está presente em nosso sangue e igualmente no trato digestivo.

É um neurotransmissor produzido a partir da nossa alimentação, quando ingerimos triptofano, um aminoácido que dá início a produção de serotonina.

Em síntese, falamos que este neurotransmissor mantém a saúde mental adequada, todavia, atua em diferentes frentes. É ela a responsável por controlar o nosso humor, a qualidade do sono, o apetite, o batimento cardíaco, a temperatura corporal, as funções cognitivas e nossa sensibilidade.

Quando há uma baixa da serotonina em nosso organismo pode haver disfunções perceptíveis. Quando os níveis estão muito abaixo do esperado é possível até mesmo que o indivíduo sofra de um quadro depressivo. A serotonina de modo geral exerce funções muito importantes na manutenção saudável do nosso organismo. Abaixo colocamos as principais funções deste neurotransmissor e porque é fundamental manter os seus níveis adequados. Mas antes algumas dicas de como elevar os níveis de serotonina naturalmente.

Elevando os seus níveis de serotonina de maneira natural

serotonina

Os níveis de serotonina podem ser elevados naturalmente com a maior ingestão de alimentos ricos em triptofano. Como vimos, o triptofano é o aminoácido que fomenta a sua produção. Dentre os alimentos ricos em triptofano temos: chocolate amargo, tofu (um tipo de queijo vegetal), peixes, ovos, aveia e linhaça para citarmos apenas alguns. Mas há outras inúmeras fontes ricas neste aminoácido.

Assim como ingerir alimentos ricos em triptofano aumentará a sua serotonina, praticar atividades físicas regularmente também. Em alguns casos será necessário a administração de remédio, mas somente um médico especializado poderá determinar a administração medicamentosa.

Funções da serotonina em nosso organismo

serotonina

Como mencionamos, este neurotransmissor exerce funções muito diversificadas e igualmente importantes. Dentre algumas delas temos: regulação do funcionamento do intestino. Como trouxemos no início do post, a serotonina está presente em boa concentração em nosso intestino. É nele em que auxilia todas as suas funções contribuindo para o processo digestivo.

Outra função deste neurotransmissor em nosso cérebro é diminuindo a ansiedade e aumentando a felicidade de modo a contribuir para uma significativa melhora do humor. Níveis baixos de serotonina pode desencadear crises ansiosas e quadros depressivos. Mas não para por ai, há outras funções da serotonina em nosso organismo.

A serotonina atua em nosso cérebro em uma região que é responsável pelo despertar e pelo sono. Com alterações em seus níveis estes ciclos são significativamente alterados gerando problemas para dormir e acordar. Como sabemos um sono de qualidade deficitária pode sistematicamente ser muito prejudicial para a saúde como um todo.

Este neurotransmissor ainda tem papel sobre nossa libido, ou seja, desejo sexual. Quando abaixo dos níveis considerados normais é comum que a pessoa apresente desejo retraído ou ainda inexistente.

Indícios de baixa deste neurotransmissor

serotonina

Está em dúvida se a sua serotonina está ou não abaixo do esperado? É simples, basta apenas que você repare em seus próprios comportamentos. Alguém que apresenta baixos níveis deste neurotransmissor tende a ter mau-humor, sonolência durante o dia, dificuldade de aprender e irritabilidade.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: