Escova dura ou macia: como escolher a sua?

  • Escova dura ou macia: por que tantas opções?
  • Qual a finalidade da escova dura e da macia?
  • Como escolher a sua? O que levar em consideração?

A higiene bucal é parte fundamental que contribui para a manutenção da saúde bucal que por sua vez contribui com a nossa autoestima. Isso porque, afinal, os dentes são umas das primeiras coisas que olhamos em alguém.

Leia mais

Depressão na quarentena: como saber se preciso de ajuda fazendo um teste online

Adoçantes: veja porque você deveria evitar consumi-los

Desde pequenos aprendemos a importância da escovação para a manutenção da saúde bucal e a escova é fundamental neste processo. Mas antes de escolher aquela mais bonita, diferente e colorida, é preciso que você saiba qual é a mais indicada para você. Se é a escova dura ou macia?

Escova dura ou macia: qual o critério para sua escolha?

escova dura

A escova literalmente varre a sujeira dos dentes, eliminando-as e evitando o desenvolvimento da placa bacteriana. Mas não são todas as escovas indicadas para todas as pessoas e, desta forma, quais são os critérios para que você escolha a sua escova? Ela costuma ser mais dura ou macia?

Apesar de não parecer, o processo de escolha da sua escova deve ser feito cautelosamente, levando em consideração dentre outras coisas as suas cerdas. É possível que a escova tenha cerdas duras, médias ou macias e cada uma delas realiza um tipo específico de limpeza. Como escolher a melhor para você?

A escova, independente do modelo, é um objeto que devemos usar diariamente, pelo menos três vezes ao dia. Sendo ela a responsável pela eliminação mecânica do biofilme que cobre os dentes e é o fator que desencadeia a cárie e a gengivite, por exemplo. Em síntese, a escova faz a desorganização da microbiota antes que haja a maturação e o desencadeamento destes quadros.

Escova dura x escova macia

escova dura

Assim como o creme dental, há diferentes modelos de escova e cada uma delas se destina a um determinado tipo de usuário. Por exemplo, as escovas de cerdas duras ou macias são indicadas para a higienização das próteses removíveis, como as dentaduras. As escovas de cerdas macias, por sua vez, são indicadas para a maioria dos usuários, sendo principalmente recomendada para quem faz a escovação com muita força. Aliás, vale destacar que a prática da escovação com força deve ser evitada para não gerar traumas na gengiva e a retração gengival.

Escolha sem erro

escova dura

Para que você possa escolher a sua escova sem medo de errar, independente das cerdas (se você não possui próteses, cerdas macias são as mais indicadas), leve em consideração alguns aspectos. Dentre eles, se a extremidade das cerdas são estreitas e macias e se a mesma possui uma anatomia que permite alcançar os dentes do fundo sem danos a gengiva. Respeitando estes aspectos você certamente escolherá uma escova que atenderá as suas necessidades. Vale reforçarmos aqui que a aparência acaba também sendo fator decisivo na aceitação no caso das crianças e não deve ser completamente ignorado.

Outro ponto importante que merece sua atenção é quanto aos riscos de usar uma escova inadequada. Pode parecer bobagem, mas não é. O uso de uma escova inadequada pode acarretar problemas em sua saúde bucal. Veja, a escova adequada é fundamental para evitarmos o acumulo de placa bacteriana e o aparecimento de cárie, mau hálito e problemas periodontais. Com uma escovação insuficiente você estará mais facilmente sujeita a sofrer com qualquer um destes quadros. Além do mais, com o uso de uma escova dura, por exemplo, sem que a mesma seja adequada para você, é possível que haja a dilaceração do tecido da gengiva e culmine igualmente em outros danos a cavidade bucal.

Indivíduos que realizam a escovação com muita força são aqueles que mais podem apresentar problemas quanto ao uso de uma escova dura e inadequada.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: