Covid-19: o que não funciona no enfrentamento ao vírus

  • O uso do álcool em gel não substitui a lavagem das mãos
  • Hidroxicloroquina: medicamento é promissor, mas faltam estudos técnicos quanto a sua eficácia
  • O que funciona no combate ao coronavírus?

Em meio a essa pandemia de Covid-19 muita informação e também desinformação tem se espalhado de maneira substancialmente rápida. Pensando nisso, resolvemos trazer aqui os principais equívocos que acabam atrapalhando a prevenção do Covid-19.

Leia mais

Desnutrição: sinais que indicam o problema

Quarentena: Por que como mais quando estou em casa?

Apesar das medidas que vem sendo adotadas pelas autoridades, cada um de nós é responsável e precisa fazer a sua parte nesta batalha. Desta maneira, é preciso acesso à informação de qualidade para que efetivamente possamos nos proteger.

Álcool gel não substitui lavagem das mãos contra Covid-19

O álcool gel 70° tem se mostrado uma ferramenta muito eficaz no combate ao Covid-19, mas não substitui a correta higiene das mãos quando a mesma é possível de ser feita. O álcool gel deve ser utilizado quando não temos a possibilidade de fazermos a lavagem das mãos como é o caso do transporte público e também de estabelecimentos e afins. Sempre que for possível, a lavagem das mãos é o mais indicado para o combate e enfrentamento do coronavírus.

Por falarmos em lavagem correta das mãos…

covid

De nada adianta lavar repetidamente as mãos de maneira ineficiente. As mãos devem ser higienizadas de maneira correta e é a forma mais eficaz de evitarmos a propagação do vírus. Com a mão podemos tocar em superfícies contaminadas e acabarmos levando os microorganismos presentes na mesma para os nossos olhos, nariz ou ainda para a boca. Por isso lave adequadamente as mãos com água e sabão. Esfregue bem entre os dedos, por baixo das unhas e também no entorno do polegar.

Uso de medicamentos por conta própria não são eficientes no combate e no tratamento do Covid-19

covid

Muito tem se falado sobre o uso da hidroxicloroquina no tratamento do coronavírus. Essa exposição do medicamento levou a uma procura descabida em farmácias de todo o país, gerando uma falta do medicamento em algumas localidades. Apesar de aparentemente ser promissor, não há estudos científicos que atestam a eficácia da cloroquina e tão pouco as doses a serem administradas.

Não compre o medicamento para tratar ou prevenir-se do coronavírus. Além de não haver comprovações de sua eficácia, você estará tirando o remédio daqueles pacientes que fazem tratamento com o mesmo. Diversas patologias clínicas são efetivamente tratadas com o uso da hidroxicloroquina, como o lúpus, por exemplo.

Disseminação de fake news

covid

A disseminação das chamadas fake news é, segundo especialistas, a maior epidemia dos últimos anos e elas de fato atrapalham no combate ao coronavírus justamente por ser um desserviço, levando desinformação a quem mais precisa neste momento. Por isso, faça a sua parte, não compartilhe tudo o que vê nas redes sociais ou que chegam para você no WhatsApp. Se você quer manter informado aqueles que você mais ama compartilhe as informações dos órgãos de saúde e das autoridades locais. Esta é a melhor maneira de evitar a propagação de notícias falsas e mentirosas sobre a doença.

O que funciona na prevenção ao Covid-19?

covid

A maioria de nós sabe de cor e salteado as recomendações de segurança para evitarmos o contágio e a propagação do vírus, mas nada como relembrar, não é mesmo? Evite aglomerações, saia o mínimo possível de casa e mantenha a correta higiene das mãos.

Para as ocasiões em que precisar sair leve álcool gel e evite tocar em quaisquer superfícies. O uso da máscara também é uma medida importante e eficaz para barrarmos o vírus. No caso das máscaras reutilizáveis, lembre-se de trocá-la a cada duas horas. Faça a lavagem da mesma com água, sabão e água sanitária. Após a secagem passe com ferro quente antes de usá-la novamente.

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: