Desnutrição: sinais que indicam o problema

  • Desnutrição: o que é? Quais as causas?
  • Sintomas comuns apresentados
  • Diagnóstico e tratamento

Quando pensamos em destruição muitas vezes acabamos não percebendo que ela pode ocorrer a qualquer um de nós. Isso mesmo, até porque a desnutrição não está necessariamente ligada com a restrição alimentar. É sobre isso que queremos conversar com você hoje.

Leia mais

Como aproveitar da melhor forma o período da quarentena?

Labilidade emocional: saiba o que é, como diagnosticar e tratar

Desnutrição: um problema sério

Quando falamos que desnutrição não está diretamente ligada com a restrição alimentar é porque de fato não está mesmo. É totalmente possível e até “normal” que uma pessoa que realiza todas as suas refeições diariamente sofra com o problema. Isso acontece porque a desnutrição está ligada à má alimentação (que consequentemente resulta em uma oferta baixa de nutrientes) e a dificuldade de absorção dos nutrientes ofertados.

Em alguns casos a desnutrição também pode ser resultado do uso prolongado de medicamentos que alteram o funcionamento do nosso organismo ou ainda de problemas de saúde.

Um dos mais perceptíveis sintomas deste problema é a perda de peso em termos de cinco a dez por cento do peso total em um período pequeno (dentre seis meses) sem regime ou alterações significativas nas atividades diárias, ou na alimentação. Mas este é apenas um dos sintomas. Vamos conhecer outros e saber clinicamente como o diagnóstico é feito?

Desnutrição: a vida de extremos

desnutrição

Quando colocamos que uma pessoa que está desnutrida vive em extremos é porque em vários aspectos a vida dela realmente é extremada.

Um destes extremos é quanto ao seu estado físico. Por vezes se sente extremamente irritada, ou triste. Normalmente também é comum o chamado pavio curto, fazendo-a perder a paciência rapidamente.

As mudanças de humor e a irritabilidade podem estar associadas aos mais diversos quadros, mas um deles é a desnutrição.

Desta maneira, não trace um diagnóstico apenas diante disso. É necessário a realização de exames clínicos por seu médico de confiança para atestar o quadro e quais são os nutrientes com maior carência para reposição.

Mas antes disso, conheça outros sintomas abaixo para poder ter mais certeza quanto a busca por esse diagnóstico.

Falta de disposição e cansaço

desnutrição

Novamente um extremo aqui, quem sofre com o quadro de desnutrição tende a não ter disposição para atividade alguma e sente um cansaço inexplicável.

A alimentação e consequentemente os nutrientes oferecidos ao nosso organismo por meio da mesma são os responsáveis por nos fornecer energia e dar disposição para realizarmos as atividades diárias.

Se você se sente extremante cansada e com pouca disposição para suas atividades é importante ficar atenta a este sinal.

Sensação térmica instável e cicatrização lenta

Quando desnutrido a sensação térmica sofre alterações muito perceptíveis e o indivíduo tem mudanças em sua percepção de temperatura corporal.

Por vezes está com muito frio, por vezes está com muito calor.

Outra característica de um quadro de destruição é quanto a cicatrização lenta. A cicatrização de uma pessoa com falta de nutrientes é demorada e a sua recuperação de machucados e patologias é, desta forma, significativamente mais lenta que a da maioria das pessoas que conhecemos.

Falta de concentração em suas atividades

desnutrição

Está tendo mais dificuldade para concentrar-se no trabalho e em outras atividades rotineiras? Atenção, a dificuldade de concentração associado a falta de energia e um ou outros sintomas que comentamos anteriormente é sinal de alerta para a desnutrição. Se você suspeita deste quadro recomendamos marcar uma consulta o mais rapidamente possível com seu médico de rotina para uma avaliação.

Caso ele suspeite que o conjunto dos sintomas apresentados pode indicar outras patologias, exames serão feitos. Lembre-se, somente um médico pode fechar o diagnóstico de um paciente. Aqui estamos apenas trazendo informações para te orientar melhor em uma consulta, por exemplo.

No caso de um quadro de desnutrição, o tratamento pode ser feito a partir do tratamento do que levou a desnutrição (problemas de absorção ou má alimentação) e reposição dos nutrientes que acabaram em falta.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: