Cuide mais de você: Dicas para melhorar a sua autoestima

  • Como saber se tenho baixa autoestima?
  • Os principais comportamentos de quem tem uma péssima autoimagem
  • O que fazer para melhor a sua autoestima

Antes de começarmos a falar um pouco mais sobre como é possível melhorar a nossa autoestima é preciso mencionarmos a sua importância em nossa vida. Pode parecer inicialmente bobagem ou exagero, mas a nossa autoestima e a forma como enxergamos nós mesmos afeta até nossas relações profissionais mas também pessoais.

Leia mais

Apendicite: saiba o que é, como acontece e tratamento

Isolamento social: como lidar com as crianças

Eu tenho problemas com a minha autoestima?

Muitas vezes a autocrítica pode acabar dificultando com que a pessoa enxergue que tem um problema um pouco mais sério que é a baixa autoestima. Se você passa boa parte do seu tempo se cobrando, se criticando ou ainda não se achando suficientemente boa talvez seja hora de se atentar mais a estes sintomas.

A autocrítica é algo importante em nossa vida e pode nos ajudar a crescer e a evitar situações realmente desagradáveis. Dá mesma forma a autocrítica pode nos levar ao nosso melhor. Mas quando este comportamento é maior até mesmo do que as próprias ações (que a pessoa tem para criticar-se) talvez esteja na hora de avaliar melhor este comportamento, com o intuito de determinar se você não está com problemas de autoestima.

A construção da autoestima e os problemas que podem comprometê-la

autoestima

A autoestima é resultado de alguns fatores dentre eles o amor-próprio, a forma como a pessoa se enxerga e igualmente tem direta relação com a autoaceitação. Apesar de podermos sofrer com a baixa autoestima ao longo da vida por questões específicas como, por exemplo,  término de um relacionamento ou ainda por um ganho de peso, ou correlato, a autoestima é algo construído ao longo principalmente de nossa infância.

Sim, o que acontece conosco durante a infância pode nos afetar sistematicamente durante toda a vida positiva ou negativamente. A forma como a criança assimila toda a atenção ou a falta dela e também os olhares direcionados a ela podem afetar a formação de sua autoestima. Além disso, o que é dito para a criança pode igualmente afetar a sua autoimagem posteriormente de maneira muito severa.

Baixa autoestima pode levar a quadros de ansiedade e depressão

autoestima

A pessoa que tem baixa autoestima costuma sempre se autodepreciar e não valorizar as suas próprias capacidades e conquistas. Quem apresenta baixa autoestima tende a não acreditar em sua própria capacidade, seja ela física ou intelectual. Da mesma maneira quem encara o problema se sente inferior a qualquer outra pessoa.

Com o avanço das redes sociais e a propagação falsa de uma vida perfeita por seus usuários, pode levar àqueles com problemas de autoestima a quadros ansiosos e em alguns casos até mesmo a culminar em depressão.

Como melhorar a minha autoestima?

autoestima

Se você acha que está passando por um período em que a sua autoestima está baixa há algumas dicas que podemos dar para contornar a situação. A mais importante delas é autoconhecimento. É preciso que você conheça seus pontos fortes e também os seus pontos fracos, suas qualidades e defeitos para saber onde está o ponto de transformação e quais são os seus limitantes. A autoestima está muito relacionada na forma como as pessoas nos enxergam, e quando sabemos exatamente quem somos dificilmente conseguimos nos deixar levar por comentários maldosos e correlatos que vão minando a nossa capacidade de nos amar como realmente somos.

Outro ponto crucial para manter a boa autoimagem é não acreditar fielmente no que vemos nas redes sociais. Nem tudo o que é publicado é verdade, e quando é, representa apenas um fragmento de toda uma vida. Vida esta com momentos bons e momentos ruins, com ganhos e perdas assim como a sua própria vida.

Evite se comparar a estas publicações que você nem mesmo pode mensurar se são verdadeiras. E acima de tudo, não se veja como incapaz de fazer qualquer coisa que seja. Passe a acreditar em você. Lembre-se sobretudo que você está preparada para qualquer desafio.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: