Café descafeinado: conheça a diferença e os benefícios

  • Por que escolher o descafeinado?
  • Como o café sem cafeína é feito?
  • Benefícios do descafeinado para a saúde

Se você é uma amante de café, e defende que o mesmo a ajuda a encarar o dia quando a noite de sono não foi das melhores, deve se perguntar sobre uma coisa em particular. Quais os benefícios do café descafeinado? Por que alguém trocaria o café normal por ele? Como ele é feito?

Leia mais

Maca peruana: conheça os benefícios deste tubérculo

Relacionamento tóxico: descubra se você está em um

Café descafeinado, por que consumi-lo?

Para quem ama o café normal, tradicional, deve ser difícil entender porque alguém escolheria o descafeinado, assim de maneira livre e espontânea. Mas há inúmeros motivos para que um indivíduo abdique do consumo de café, dentre ele a gravidez, o processo de amamentação do bebê. Pessoas que sofrem com ansiedade ou são sensíveis à cafeína e aos seus efeitos também acabam evitando o seu consumo. Mas afinal, como o café descafeinado é feito? Possui benefícios? Quais são eles?

Os polifenóis do café e cafeína

Tanto o café tradicional, como o café descafeinado são compostos naturais de origem vegetal. Ambos igualmente são ricos em polifenóis que podem auxiliar no combate a uma série de doenças dentre elas o diabetes e até mesmo o câncer.

Com o consumo regular de alimentos ricos em polifenóis como o café, diversos tipos de frutas e chás, você estará criando um ambiente saudável para o seu corpo e para a sua mente. Este ambiente bem nutrido e saudável garantirá um bom funcionamento de todo o seu corpo. Mas segundo especialistas este bom funcionamento teria efeito principalmente sobre o intestino, que atuaria de maneira muito melhor.

Embora seja vendido como “sem cafeína”, o café descafeinado possui uma porcentagem bem menor, mas ainda assim existente da substância. As empresas em geral que comercializam descafeinados retiram cerca de noventa e sete porcento do valor total de cafeína encontrada. Você deve estar se perguntando agora como a cafeína é retirada, não é mesmo?

Processo de descafeinar o café

Como você deve conhecer, os grãos de café são torrados e moídos. Após estes dois processos temos o pó que conhecemos e consumimos. No caso do descafeinado, os grãos passam por mais um processo do que apenas estes dois. A retirada da cafeína pode ser feita de três maneiras diferentes (na verdade, há outras formas de retirá-la, mas três são as mais usuais). A primeira delas é por meio do cloreto de metila que dissolve a cafeína removendo-a. O acetato de etila funciona basicamente da mesma forma e é a segunda forma de removê-la. Por último, temos o processo da água e a filtragem por meio do filtro de carvão.

Apesar destes métodos dificilmente são removidos mais do que noventa por cento dos níveis de cafeína.

Os benefícios do descafeinado

O café descafeinado não possui benefícios que não são encontrados na versão comum da bebida. Todavia apesar da retirada da cafeína, o descafeinado mantém os benefícios da bebida tradicional, sendo eficaz no combate ao desenvolvimento da doença de Alzheimer, de Parkinson, câncer de próstata, de mama e de fígado também.

Não podemos dizer, desta forma, que o descafeinado é melhor, apenas semelhante. Tudo depende de quem o está consumindo. Para mulheres grávidas ou que estejam amamentando é a melhor opção para quem não abre mão de um bom cafezinho. Quem tem ansiedade e acredita que o café tradicional agrava um quadro de agitação nervosa, temos o café descafeinado como uma boa alternativa. Para aqueles que não sofrem como nenhum efeito adverso do consumo de cafeína e não possui contraindicação de consumo, o café tradicional é melhor, visto o preço mais acessível.

 

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Café descafeinado: conheça a diferença e os benefícios

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: