Arteterapia: Conhecendo seu poder terapêutico

  • O conceito de arteterapia
  • Como pode ser aplicada e as suas formas de ação
  • Estudos comprovam a eficácia

Sabemos o poder que a arte tem sobre as nossas vidas e os nossos sentimentos quando olhamos um quadro, por exemplo? Ou ouvimos uma música?

Muitas vezes não nos damos conta do poder que a arte pode exercer sobre as nossas vidas, nossas relações humanas tão como os nossos sentimentos.

Leia mais

Veja dicas simples para melhorar a sua qualidade de vida

Você já ouviu falar de feiura imaginaria? Conheça o transtorno

Essa é a proposta da arteterapia. Usufruir dos benefícios que a arte e a sua mais pura manifestação pode proporcionar ao corpo e a mente humana. E de acordo com estudos de fato estes benefícios existem.

Se você não conhece a arteterapia nem as vantagens da sua aplicação, você está no lugar certo.

Conhecendo a arteterapia

arteterapia

Graças a uma médica brasileira, Nise Silveira, que a arteterapia ficou conhecida a partir do século vinte.

Nise fomentava que pacientes com doenças psiquiátricas se manifestassem por meio da pintura de quadros em um hospital do Rio de Janeiro. Estes quadros foram expostos posteriormente ao redor de todo o mundo e marcaram a luta pela humanização do tratamento e das intervenções médicas a portadores de doenças psiquiátricas.

A principal diferença entre a arte como terapia e o hobby pela pintura que pode ser desenvolvido está o acompanhamento de um profissional de saúde que acompanha todo o desenvolvimento do processo.

Partindo do seu conceito, a arteterapia é uma disciplina híbrida sendo resultado da junção entre psicologia e arte. Devendo ser trabalhada por profissionais com especialização própria na área ou mestrado em arteterapia.

De um modo geral consiste na aplicação da arte e de seus elementos visuais como método terapêutico. Adentrando um pouco mais sobre suas particularidades a arteterapia pode ser aplicada de duas formas diferentes. Uma delas diz respeito a  investigação de si mesma com fim em si mesma. Em outras palavras, está voltada diretamente para o processo criativo daquele desenho ou manifestação artística. A outra vertente busca a investigação da simbologia daquilo que foi expresso durante a sessão.

E por falar em sessão, quem conduz a sessão de arteterapia convida o participante a explorar seu consciente e seu inconsciente e expressar os resultados por meio da manifestação artística. De modo simplista podemos dizer que a arteterapia reformula a comunicação entre cliente/paciente e o profissional.

Os benefícios da arteterapia

A arteterapia pode ser indicada e realizada em qualquer idade. Dentre seus objetivos está desde a atuação sobre doenças mentais e desordens psiquiátricas bem como para autoconhecimento e autoexpressão.

Como método terapêutico é utilizada para melhorar a saúde, o bem estar e o convívio social do indivíduo. Ajudando-o por meio da consciência de aspectos do seu inconsciente melhorar o seu desenvolvimento pessoal centrado no aspecto emocional.

Com a pintura é esperado um desbloqueio ao acesso do inconsciente. E com o desenrolar dos traços que não são censurados pelo consciente se possa conhecer mais afundo aquele indivíduo.

Um dos mais conhecidos benefícios deste método terapêutico é a facilitação na comunicação entre os indivíduos. Isso porque a arteterapia estimula a expressão o que facilitaria os relacionamentos humanos. Outro grande benefício que não poderíamos negligenciar é a fato de que os recursos visuais podem favorecer a comunicação de acontecimentos difíceis de serem verbalizados.

O estímulo à arte e a criatividade quando usado por pessoas com altos níveis de estresse ou ansiedade contudo pode ajudar. Isso porque estas atividades são todas como relaxantes.

Estudos comprovam a eficácia

Embora sejam apenas resultados preliminares, de acordo com um estudo realizado a arte possui propriedades terapêuticas sim. Segundo pesquisas realizadas por uma enfermeira em Washington nos Estados Unidos o grupo de estudo apresentou melhora nos níveis de estresse, ansiedade e dores de cabeça.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Arteterapia: Conhecendo seu poder terapêutico

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “Arteterapia: Conhecendo seu poder terapêutico”

  1. […] Arteterapia: Conhecendo seu poder terapêutico […]