Suplementos vitamínicos podem ser prejudiciais para saúde

  • Por que tomamos suplementos?
  • O mercado da saúde
  • Suplementos vitamínicos e os seus riscos

A cada dia temos um número maior de pessoas preocupadas com a sua saúde. E nesta busca pela melhor qualidade de vida temos um consumo de inúmeros produtos dos mais diversos. Estão neste meio os chamados suplementos vitamínicos que muitos de nós já fez ou ainda faz uso.

Leia mais

Como superar o sentimento de frustração com dicas simples

Como controlar a vontade de comer doces?

Você certamente já deve ter ouvido falar deles e possivelmente deve vê-los com bons olhos. Mas saiba que os suplementos podem não ser assim tão benéficos para o nosso corpo e vamos explicar porquê.

Por que afinal tomamos suplementos vitamínicos?

Para que tenhamos uma qualidade de vida satisfatória devemos ingerir diariamente uma determinada quantidade miníma de vitaminas e minerais. Isso mesmo, o chamado de A a Z. Estes alimentos podem ser encontrados nos alimentos que ingerimos e cada um deles é rico em determinados nutrientes.

Para que você tenha uma ideia, a vitamina A, por exemplo, que faz extremamente bem para a nossa visão e também para o nosso sistema imunológico é abundantemente encontrada em alimentos de cor laranja. Neste caso podemos citar  a cenoura que auxilia ainda no bom bronzeado.

A vitamina C que como bem sabemos auxilia evitando gripes e resfriados é facilmente encontrada na laranja. No caso do cálcio, o mesmo pode ser encontrado no leite que faz parte da nossa alimentação bem como em seus derivados.

De um modo geral uma alimentação minimamente equilibrada e um sistema digestivo eficiente é o necessário para que o nosso corpo tenha acesso a todas as vitaminas e minerais de que precisa. O que dispensaria, desta forma, a administração de suplementos vitamínicos.

O mercado dos suplementos vitamínicos

Os suplementos vitamínicos podem ser comprados em farmácias, lojas de manipulação e também pela internet de maneira simples e sem burocracia. Não é necessário nem mesmo indicação médica. Muitas vezes não conseguimos ter uma alimentação rica em todos os mineiras e vitaminas que o nosso corpo de fato precisa, ou ainda podemos ter uma demanda muito grande de determinada vitamina ou mineral. Esta situação acaba sendo comum muitas vezes para atletas de alto rendimento.

Os suplementos vitamínicos encontrados no mercado podem conter apenas uma substância ou um mix de vitaminas e minerais dos mais diversos com uma possível destinação de uso. Alguns compostos vitamínicos são mais indicados para a boa saúde da nossa pele, e assim por diante. Desta forma, de acordo com a sua indicação de uso pode apresentar vitamina A e vitaminas do complexo B, C, D e assim por diante. Minerais também podem ser encontrados nestes produtos.

Mas afinal quais os riscos?

suplementos vitamínicos

Quem consome estes suplementos acaba acreditando que está fazendo um bem inigualável para o corpo quando na verdade pode até mesmo estar prejudicando-o.

O primeiro risco dos suplementos vitamínicos é o autodiagnóstico. Por exemplo, quando sentimos algum tipo de sintoma recorremos a internet para determinar o que desencadeia o problema.

Se nesta busca o indivíduo encontrar que o seu sintoma for originado por carência de alguma vitamina, este certamente fará a administração da referida vitamina por um determinado tempo. Caso o sintoma não seja de fato desencadeado por carência de vitaminas o seu corpo terá uma sobrecarga. Esta sobrecarga de vitamina pode desencadear na melhor das hipóteses dores de cabeça, mas igualmente problemas gastrointestinais e alterações na coagulação sanguínea.

Em hipótese alguma se automedique, seja com medicamentos dos mais diversos ou com suplementos vitamínicos. Somente um profissional habilitado poderá determinar qual a melhor opção de tratamento para o seu caso e se o uso medicamentoso é indicado.

 

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 2

Suplementos vitamínicos podem ser prejudiciais para saúde

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *