Dietas da moda; drible de vez as armadilhas e emagreça

Dietas da moda, fast food, comida processada, excesso de sódio e sedentarismo, uma mistura perigosa.

Ganhe dinheiro com artesanato reciclado

De olho no Natal? Dicas de decoração natalina aqui

Alimentos termogênicos auxiliam na perda de peso

 

Cerca de 50% dos brasileiros está atualmente acima do peso e mais de 70% gostaria de emagrecer. Sejam alguns quilinhos ou metas maiores emagrecer nunca esteve tão em alta.

Com o início do verão academias andam cada vez mais cheias e todo mundo está seguindo uma nova dieta. Mas é preciso estar atento e tomar alguns cuidados. Dietas de sucesso, costumam ser extremamente restritivas e com isso apresentam o famoso efeito sanfona, uma vez que não reeducam o organismo, apenas o priva de determinados alimentos.

O efeito sanfona, tão temido nos processos de emagrecimento nada mais é do que o “efeito rebote”. Voltar a engordar após deixar a dieta. Para evitar que isso aconteça e te afastar das armadilhas mais recorrentes de quem sonha emagrecer o Arteblog reuniu dicas importantes e infalíveis para abandonar de vez o velho manequim.

Não adote dietas restritivas demais dietas-da-moda

Dietas restritivas demais costumam causar ansiedade e em casos  extremos pode contribuir para um quadro de compulsão alimentar onde o indivíduo perde o controle sobre o que come. Dietas restritivas asseguram a perda rápida de peso, mas seus efeitos colaterais a longo prazo são terríveis.

Caso precise perder muitos quilos em pouco tempo, dietas restritivas podem ser indicadas pela rapidez com que eliminam quilos em excesso, mas após o período de restrição não volte a sua alimentação normal, entre em um programa de reeducação alimentar para estabelecer uma relação saudável com a comida.

Após algumas semanas em dietas restritivas, seu corpo começa a ansiar pelo momento em que poderá desfrutar daquela tão gostosa guloseima.  Quadros de ansiedade costumam ser relatados. Quando termina o período restritivo o indivíduo frente ao que passou tanto tempo evitando pode acabar perdendo o controle e “só mais um pedacinho” pode esconder o início de um quadro de compulsão alimentar.

Diminuir a quantidade do que é consumido

verduras-para-dietas

Perder peso é uma combinação da ingestão reduzida de calorias e maior queima. Diminuir o que é consumido pode não surtir efeito isoladamente, é preciso combinar a ingestão moderada de calorias a prática regular de atividade física de alta intensidade.

Comece as poucos, mas não permaneça por muito tempo no treino ou levantando o mesmo peso. Diminuir o que é consumido pode não surtir efeito também se não observarmos a qualidade do que é consumido. Prefira 150 kcal de carboidrato complexo (produtos integrais) do que 50 de carboidrato simples. Carboidratos simples favorecem picos de insulina que contribuem para estoques de gordura. Carboidratos complexos são melhor sintetizados, evitam picos de insulina e garantem saciedade por mais tempo.

Não conte calorias

calorias

Se você deseja emagrecer definitivamente não foque apenas no valor total de calorias de um determinado alimento. Níveis de sódio, carboidratos e fibras são importantíssimos.

Altos níveis de sódio podem facilitar a retenção de líquido, o que não é considerado aumento de peso real mas que causa a sensação de inchaço, aperto nas roupas e em uma rápida pesada pode desanimar.

A quantidade de carboidratos líquidos ( carboidrato – fibra) é também de suma importância. Quão maior a ingestão líquida de carboidrato maior a vontade do indivíduo em continuar a ingeri-lo. Ficamos tentados em repetir uma taça de sorvete, um pedaço de bolo ou uma fatia de torta, não temos essa mesma vontade quando falamos de saladas.

A quantidade de fibras é importante porque além de nós ajudar a determinar a quantidade líquida de carboidrato é peça fundamental no bom tráfego intestinal. O bom funcionamento do intestino favorece a melhor digestão e é parte crucial do processo saudável de emagrecimento.

Redutores de apetiteredutor-de-apetite

Não tome redutores de apetite por conta própria, nem isoladamente. Os redutores de apetite podem ser ótimos trunfos em um processo inicial de reeducação alimentar no qual o nosso organismo está acostumado a altas ingestões de calorias e com a ingestão monitorada de redutores acaba por não sentir fome. Mas cuidado, tempo de saciedade está diretamente relacionado a qualidade do que é ingerido.

Investir em musculação

musculação

A musculação por si só não é eficaz quando falamos de perda considerável de peso. Levantar peso ajuda na definição muscular mas é preciso investir pesado na seção aeróbica do treino, responsável pela queima de gordura e progressiva diminuição do peso. Se o seu objetivo é unicamente perder peso, não invista tanto em musculação, a tonificação dos músculos pode resultar em alguns quilinhos a mais.

Drible de vez a ansiedade e emagreça

compulsão-alimentar

A ansiedade é um dos principais desafios quando falamos em emagrecimento. Comer sem fome e ou para suprir carências emocionais é a principal característica de um quadro de ansiedade alimentar. Ensinamos aqui algumas dicas que pode te salvar de um episódio de ansiedade.

  • Respire fundo, mantenha os olhos no seu objetivo e vá caminhar. Às vezes a vontade de comer aparece porque não temos nada para fazer, quando isso acontecer respire fundo e pense em algo que gostaria de fazer. Ler um bom livro costuma resolver. Se você tem o habito de comer assistindo tevê evite-a quando identificar o início de um quadro de ansiedade;
  • Se permita. Não se culpe ou se conte por ter exagerado no fim de semana, nada está perdido. Foi apenas um dia e você tem todos os outros para retomar a dieta. Sentimento de cobrança e de culpa podem contribuir juntos para transformar a comida em válvula de escape para outros problemas emocionais.

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

1 Star
Loading...
Por: Arteblog - BrunaEm: outubro 26, 2017 | Em Beleza  | Tags: , , , , ,  

Comentários

comentários

Uma resposta para “Dietas da moda; drible de vez as armadilhas e emagreça”

  1. […] Querendo emagrecer? Mitos e verdades das dietas da moda! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *