Muita birra pode ser sinal de transtorno infantil, entenda

  • Conheça o TOD – Transtorno Opositivo-Desafiador
  • Características do TOD e diferenças em relação à birra
  • Buscando ajuda

O seu filho ou alguma criança que você conhece e se relaciona faz muita birra? A birra é um comportamento normal da criança, isso até certo grau. Normalmente é um comportamento manifestado quando estão cansadas, sentem que não estão recebendo a atenção devida ou simplesmente se sentem frustrados. Através da birra os pequenos buscam mostrar o seu descontentamento.

Leia mais

Dicas de como lidar com a ansiedade naturalmente

Dor desviada: o que é, por que acontece e o que fazer?

Todos os pais passam ou terão de passar pelo processo de lidar com uma birra dos filhos. O problema é quando a birra se torna um comportamento comum e sobretudo corriqueiro. Existe um certo limite entre a birra comum, de mero descontentamento, e a desproporcional ou exagerada que pode indicar um transtorno na criança. É sobre isso que gostaríamos de conversar com você hoje.

Quando a criança faz birra demais pode indicar que ela tenha o TOD – Transtorno Opositivo-Desafiador. Abaixo reunimos algumas características desse transtorno e o que você pode fazer caso perceba que o seu filho apresenta tais comportamentos.

O que é o TOD – Transtorno Opositivo-Desafiador?

Antes de partirmos especialmente para as características desse transtorno, vamos conhecê-lo um pouco melhor. Afinal, o que vem a ser o Transtorno Opositivo-Desafiador?

Crianças que apresentam o transtorno apresentam mais do que simplesmente muita birra. O quadro inclusive não melhora sozinho, como ocorre com a birra normal, pelo contrário, ele tende a piorar e é necessário intervenção. Dentre as ações específicas para crianças com TOD há a psicoterapia, ações de caráter preventivo e até mesmo o uso de medicamentos a depender do caso em especial.

Nos casos em que o transtorno está presente, a criança tem dificuldades para assimilar situações nas quais é contrariada. Ou seja, ela não consegue assimilar, elaborar tais sentimentos quando é frustrada.

Infelizmente embora tenha sido relatado em 1980, os principais estudos sobre o tema são recentes, mas ainda há muito para se investigar sobre o transtorno.

Muita birra e o Transtorno Opositivo Desafiador: características e diferenças

Muita birra

A birra ou até mesmo muita birra acaba sendo um comportamento normal em crianças entre oito meses até três anos. É uma manifestação clara de frustração e envolve principalmente dentre outras coisas comportamentos tais como o choro, a irritação e por vezes a autoagressão.

O Transtorno Opositivo Desafiador apresenta as mesmas características da birra, a diferença é que a criança não se acalma a partir da intervenção de um adulto. Comumente, em casos de birra, o adulto pode tentar distrair a criança para que ela se acalme. Para crianças com TOD isso não tem eficácia. Parece que a situação tende a ficar ainda pior.

É como se a criança tivesse uma ação extremamente elevada em relação à birra. Em outras palavras é como se a criança efetivamente tivesse uma personalidade desafiadora. Tal característica sobretudo comportamental pode desestabilizar familiares e outras pessoas que convivem com a criança.

Crianças com TOD podem apresentar o comportamento até os nove anos, idade em que outras crianças já não mais apresentam esse comportamento. Dentre os comportamentos mais comuns nessa idade para crianças com o transtorno está a chantagem emocional, a quebra de objetos para irritar os adultos e até mesmo xingamentos.

A convivência com uma criança com o TOD pode ser extremamente desgastante principalmente para todos os envolvidos.

Buscando ajuda para filhos que fazem muita birra

Muita birra

Quando os pais percebem que a criança apresenta sobretudo birra demais e buscam ajuda já estão exaustos. Nesse sentindo, a intervenção feita a princípio é medicamentosa para que a criança possa se submeter as mudanças que serão propostas pelos profissionais que a acompanharão e para que os pais possam reassumir a sua autoridade, a partir do restabelecimento seu controle emocional.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Muita birra pode ser sinal de transtorno infantil, entenda

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: