Umectação capilar: o que é, para que serve e como fazer?

  • Entenda o que é a umectação capilar
  • Para que serve
  • Como você pode fazer em casa

Se tem algo que todo mundo gostaria de ter é os cabelos sempre bonitos, sedosos e radiantes não é mesmo? Mas se você acabou de fazer uma poderosa hidratação é não obteve o resultado esperado, talvez o que o seu cabelo precise é de uma umectação capilar.

Leia mais

Jejum intermitente: o que você precisa saber sobre a prática

Entenda porquê você deve parar de beber café hoje mesmo

Mas afinal, o que é essa tal umectação e por que pode ajudar a ter o cabelo dos sonhos? É isso que falaremos hoje.

A umectação capilar pode ser melhor que a hidratação

umectação

Você deve ter se acostumado a fazer uma bela hidratação quando os cabelos parecem sem vida ou ressecados. Mas se de uns tempos para cá parece que nem mesmo aquele creme hidratante milagroso tem dado resultado, isso é algo extremamente normal quando o fio está muito ressecado. Quando muito ressecado o fio tende a não responder tão bem a hidratação, e neste caso a umectação capilar é a mais indicada.

A umectação nada mais é do que uma técnica que se utiliza de óleos vegetais dos mais diversos como coco, por exemplo, e tem o objetivo de nutrir, recuperar, fortalecer e hidratar os fios muito danificados.

Um dos principais objetivos da umectação capilar e justamente por isso ela é feita com óleos vegetais, é repor a oleosidade natural do cabelo. O que sem dúvida alguma melhora o aspecto das madeixas danificadas por fatores dos mais diversos principalmente pela utilização de produtos químicos. A umectação pode ser feita em todos os tipos de cabelo, mas os que mais demandam deste cuidado são os cabelos cacheados, crespos, crespíssemos e em transição.

Os benefícios de realizar a umectação regularmente

umectação

Como o principal objetivo da umectação é justamente repor a oleosidade natural dos fios você pode dispensar a utilização de cremes durante o procedimento. O que tornará a reposição mais eficaz e os resultados mais visíveis. Outros benefícios da realização da umectação capilar é diminuir a quebra dos fios, a formação de nós, promover o fortalecimento da fibra capilar, diminuição da porosidade e dar um aspecto mais macio aos fios.

Você deve estar se perguntando se como tantos benefícios quais os melhores óleos para o cabelo, não é mesmo?

Um dos queridinhos do momento é o óleo de rícino porque além de hidratar, fortalecer e recuperar os cabelos quebradiços, fracos e danificados ainda auxilia evitando a quebra e a queda dos fios. Outra vantagem do óleo de rícino é que o mesmo é super nutritivo, apresentando boas doses de ômega 6 e 9 além de vitamina E que como sabemos é excelente para o cabelo. Ajudando-o até mesmo a crescer mais rapidamente.

Outra boa opção de óleo para ser utilizado no cabelo é óleo de coco. O óleo de coco também é nutricionalmente muito rico apresentando quase as mesmas propriedades que o óleo de rícino e às vezes mais fácil de ser encontrado para algumas pessoas. Ele consegue penetrar nos fios de modo a reequilibrar a oleosidade natural dos fios e repor a sua umidade. O que dá um aspecto melhor e mais sedoso para as suas madeixas.

A nossa terceira e talvez mais econômica opção é a utilização do azeite de oliva. O azeite de oliva além de seus nutrientes similares aos anteriores atua também evitando o envelhecimento das células capilares.

De quanto em quanto tempo fazer umectação?

umectação

Você deve estar se perguntando agora de quanto em quanto tempo é indicado a realização da umectação. Podemos dizer que o ideal é que o procedimento seja realizado de quinze em quinze dias a depender de como as madeixas se comportam após a umectação. Caso os seus cabelos estejam muito danificados o melhor é apostar no procedimento ao menos uma vez por semana.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Umectação capilar: o que é, para que serve e como fazer?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *