Bolsa térmica de água quente, ou fria? Como escolher?

  • Os benefícios na aplicação da bolsa térmica
  • Quando usar uma bolsa de água quente
  • Mescle a aplicação de bolsas de água quente e fria em determinadas ocasiões

Quando acabamos lesionando algum músculo, ou estamos com algum tipo de inchaço ou dor é comum recorremos a bolsa térmica. Por vezes podemos acabar escolhendo a bolsa de água fria, ou a de água quente sem nenhum critério em especial. Ambas independente da temperatura funcionam para nós como verdadeiros analgésicos naturais e por isso são tão utilizadas.

Leia mais

Acupuntura: conhecendo a técnica e os seus benefícios

Síndrome do FoMo: conheça o problema que pode afetar você

Contudo, cada uma tem uma função diferente, ou seja, age de maneira diferente em nosso corpo. Por isso justamente é preciso saber as recomendações para a utilização da bolsa térmica quente e também da bolsa fria. Isso ajuda a escolhermos a melhor a depender da situação. Pensando nisso revolvemos sanar todas as dúvidas envolvendo o assunto.

Bolsa térmica de água quente, ou bolsa de gelo?

A bolsa de gelo, ou bolsa fria é mais indicada para tratar hematomas, lesões e pancadas derivadas de quedas e tombos. Isso porque o gelo atua como um anti-inflamatório capaz de reduzir o inchaço, a vermelhidão e também atua diminuindo a extensão da lesão. Entretanto, para ser assim tão eficaz é preciso que o mesmo seja aplicado até no máximo quarenta e oito horas após o incidente que gerou a lesão. Quanto mais cedo ou mais rapidamente o gelo for aplicado maiores serão as suas propriedades para aliviar o incomodo e a dor.

Se você não tem uma bolsa térmica para utilizar você pode simplesmente preparar um local para imersão da área em água fria ou gelada. Por meio da imersão a região que poderá ser contemplada será muito maior. Os benefícios em relação ao relaxamento e alívio da dor serão potencializados.

Aplicação da bolsa térmica, ou bolsa de água quente

A bolsa térmica é indicada para o tratamento e o alívio imediato de tensões musculares que se prolongam por um período de tempo maior. Neste caso podemos citar as cólicas menstruais e também a torcicolo por exemplo. O calor é responsável por favorecer o relaxamento dos músculos atuando diretamente na tensão existente a fim de alivia-la. Outro benefício da água quente é o fato da mesma propiciar a dilatação dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação. Desta maneira, as bolsas quentes podem ser utilizadas também sobre lesões que apresentam concentração de pus.

No caso da bolsa quente entretanto é fundamental que a temperatura do líquido seja levada em consideração. O tempo de aplicação também deve ser motivo de atenção visando evitar acidentes como queimaduras no local.

Você pode mesclar a aplicação de uma bolsa de água quente e fria

bolsa térmica

Há casos específicos em que a melhor indicação de bolsa a utilizar não é nem mesmo a de água quente, nem tão pouco a de água fria. Há situações em que a melhor indicação é criar uma alternância entre ambas. Como por exemplo para o alívio de dores de cabeça, inflamações e também distensão muscular e nervosa. Com esta troca constante entre a bolsa térmica quente e fria há a dilatação e a contração dos vasos sanguíneos. O que como sabemos estimula a circulação melhorando o local lesionado.

Vale destacar aqui que você não deve usar uma bolsa de calor em regiões recém, por assim dizer, lesionadas. Isso fará com que a mesma inche ainda mais, desta forma, neste caso, invista na bolsa de água fria. Outra contraindicação da bolsa térmica de água quente é a aplicação sobre áreas anestesiadas ou com sangramento. Jamais aplicar bolsas térmicas sobre a barriga gestante.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 2

Bolsa térmica de água quente, ou fria? Como escolher?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: