Benefícios do uso do mel

Talvez você nunca tenha imaginado quantos e quão grandes são os benefícios que o mel gera para nossa saúde. Ele é menos calórico que o açúcar – além de ser também natural, portanto, não tem elementos químicos que prejudicam nossa saúde a longo prazo.

mel-puro-favo

Mais saudável que os adoçantes e totalmente “combinável” com cafés, chás, sucos e até mesmo pode ser usado na adaptação de receitas na cozinha.

manejo-apiario-mel-qualidade3

Veja como fazer esfoliantes caseiros utilizando o mel e outras coisas que você tem no seu armário da cozinha

Aprenda a fazer bombons de chocolate utilizando mel

O mel também é uma fonte rica de

mel-puro
  • Carboidratos
  • Vitaminas do complexo B
  • Ferro
  • Fósforo
  • Potássio
  • Sais minerais
  • Cálcio
  • Vitamina C
  • E muitas proteínas.

A cada 100g de mel, 290 calorias se apresentam, ao passo que a mesma quantidade de açúcar apresenta 394 calorias.

Portanto, como aconselha o Dr. Alfredo Cury, médico responsável pelo SPA Posse do corpo e endocrinologista, “o mel é mais indicado que o açúcar para adoçar alimentos. Ele pode ser consumido com frutas, com leite, iogurte ou até mesmo com pães e cereais integrais. Pode ser tomado puro também”, observando a total versatilidade do alimento na composição diária da nossa grade alimentar.

honey-1

Além destes muitos benefícios, outro que o mel apresenta é a capacidade de desintoxicar o organismo, favorecer a digestão e ainda tornar neutra a ação de agentes tóxicos que são nocivos à nossa saúde.

Outra importante capacidade é a de combater o estresse e o cansaço, bem como a de prevenção da osteoporose – pela grande quantidade de cálcio – e do seu potencial de fixar o cálcio nos tecidos. Já a sua função de facilitar a digestão se deve pela ação prebiótica, que atua sobre a flora intestinal beneficamente.

O médico consultado, Dr. Alfedro Cury, ainda acrescenta que “O mel contém uma substância chamada inibina, que age como um antibiótico natural. Tem ação anti-séptica, antiinflamatória, antioxidante, antimicrobiana.

É imunoestimulante, sendo eficaz contra os sintomas de gripes e resfriados, e um bom coadjuvante no tratamento de problemas pulmonares e da garganta. Ele pode ser incluído também numa dieta para dar mais energia, com sucos de frutas, alimentos leves e saudáveis”.

mel

Mas nem tudo isso são flores, obviamente. Tal qual em todas as instâncias da vida, o médico recomenda que o consumo seja moderado, pois dada a sua elevada quantidade de calorias, o mel pode causar diabetes e outras doenças relacionadas à ela. “Uma pessoa que tem taxas de glicose altas ou que sofre de diabetes não deve consumir o mel sem orientação médica, apesar de 100% natural é rico em açúcares.

Para pessoas que não tem nenhum tipo de problema, indico um consumo moderado para não obter aumento do peso. Consuma no máximo duas vezes ao dia, 2 colheres de sopa por dia. Uma dica é consumir com alimentos de baixa caloria”, orienta.

pote de mel

Então, sem exageros, todos podem consumir uma quantidade moderada de mel diariamente, além de poder utilizá-lo em máscaras esfoliantes para o rosto e outras partes do corpo, dada sua função anti inflamatória. Seguindo a recomendação, ele só fará bem para quem o consumir de forma adequada.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: