Roteador: mitos e verdades sobre esse importante equipamento

  • Veja como utilizar melhor o seu equipamento
  • Verdades que você não sabia
  • Mitos sobre o uso do roteador

De forma bastante básica, o aparelho que ao ligar, distribui a rede de internet na casa ou no trabalho é chamado de roteador. Como tudo que envolve tecnologia e afins, sempre surgem diversas verdades e alguns mitos sobre a melhor forma de funcionamento do roteador e por isso é importante sempre constatar se essa informação é verdadeira ou se apenas é um boato e que não tem fundamento.

Leia mais

Picada de inseto: conheça as mais dolorosas

Endometriose: tudo o que você precisa saber

É bom ter em mente que não basta comprar qualquer aparelho e instalá-lo na sua casa. Escolher um bom aparelho para o uso é fundamental para melhorar o sinal e alcance da internet. Além de um bom equipamento, é fundamental escolher um bom local, utilizar de forma adequada as configurações e diversas outras ações que vão facilitar a sua vida.

Se você se dispuser a entender melhor o funcionamento do aparelho, você poderá aproveitar de toda a funcionalidade e poderá utilizar o roteador dentro da maior capacidade.

Mesmo assim, muitos usuários podem possuir diversas dúvidas de como otimizar as funções das redes wireless. Alguns macetes e dicas podem sim trazer ganhos no dia a dia durante o uso, no entanto, muitas não passam de mitos.

Por isso, se esse é seu caso, siga a leitura para garantir que o sinal do wi-fi seja distribuído melhor e aprender a manusear bem o roteador.

Mitos e verdades sobre o uso do roteador

Se você é como diversas pessoas que possuem esse aparelho em casa, porém não tem tem a mínima ideia do funcionamento dele, provavelmente você não saberá como resolver eventuais problemas.

Muitas pessoas optam por buscar ajuda de terceiros, não necessariamente a um conhecido. Por isso, ouvir opiniões de pessoas sem tanto conhecimento pode ser um grande risco, pois a chance de fazer algo errado é bastante grande.

Por isso, fique atento na relação que vamos te contar sobre os mitos e verdades sobre o uso do roteador em casa e até mesmo no trabalho. Fique atento às verdades.

Equipamentos queimados

É verdade que existe a chance de o roteador queimar mesmo se estiver fora da tomada, se o seu for atrelado a uma internet de fibra ótica. Se esse for o seu caso, isso realmente é uma verdade.

Materiais que são condutores de eletricidade é o que forma os cabos de TV e os cabos telefônicos. Por isso, quando as linhas de transmissão ou postes são atingidas por raios, os equipamentos que estejam ligados a esses cabos podem queimar, mesmo que não estejam diretamente conectados a uma tomada.

O uso do micro-ondas interfere o sinal

Isso acontece porque as ondas de rádio do micro-ondas atrapalham o funcionamento do roteador. Esse fenômeno acontece também com outros equipamentos eletrônicos, como babás eletrônicas, transmissores de TV, telefones sem fio e ainda qualquer aparelho que opere dentro da mesma frequência das chamadas redes wireless, ou seja, 2.4Ghz.

Reiniciar o roteador ajuda a melhorar o sinal do Wi-fi

roteador

Em algumas situações, quando o sinal apresenta instabilidade, o simples fato de reiniciar o aparelho pode apresentar uma melhora. Qualquer equipamento eletrônico pode sofrer com as chamadas variações elétricas e pode ser necessário reiniciar o aparelho.

A localização do aparelho influencia

roteador

É verdade que o roteador precisa estar em um local aberto, e se possível, em um local mais alto. Mas calma, isso não significa que você deva instalar o roteador no quintal. Isso quer dizer que é recomendado que você deva alocar o aparelho em um lugar mais espaçoso e aberto, que apresente menos paredes e outros artefatos que possam bloquear o sinal da internet.

Isso não significa que o sinal não passe pelas paredes, no entanto, se elas forem muito espessas, o sinal será mais baixo.

Plantas não se dão bem próximas ao roteador

É verdade que o roteador pode prejudicar as plantas. Se elas tiverem muito perto do aparelho elas ficam expostas à radiação que é liberada pelos roteadores de internet.

Por isso, se você possui uma planta que parece estar morrendo ou não aparenta ter saúde, ou que não cresce, entre outros, tente trocar a planta de lugar. De preferência para um lugar longe do roteador.

Utilizar uma lata de alumínio melhora o sinal

roteador

O alumínio da lata tem a função de refletir as ondas emitidas pelo equipamento e dependendo da localização, pode sim melhorar o sinal da internet. Algumas pessoas se utilizam desse macete, pois em alguns casos a troca das antenas não é viável.

Cuidados com os mitos!

roteador

Espelhos e Wi-fi: você com certeza já ouviu que espalhar espelhos pela casa pode melhorar o sinal do wi-fi, não é mesmo? Na verdade, essa prática produz o efeito totalmente contrário. Se perto do roteador tiver muitos espelhos, eles irão atrapalhar o sinal de internet e não ajudar a melhorar.

Isso acontece devido ao metal que os espelhos são compostos. Por isso, sugerimos que você fique atento a muitos objetivos metálicos próximo ao roteador, pois isso irá prejudicar a distribuição do sinal.

Roteador de 5.0 Ghz versus roteador de 2.4 Ghz: o mito é que o primeiro é melhor que o outro. Como qualquer equipamento, cada um tem suas vantagens e desvantagens.

Mesmo que o roteador de 2.4 Ghz apresente uma taxa mais baixa de transferência de dados, ele possui um alcance maior. Em contrapartida, o equipamento de 5.0 Ghz apresenta características inversas: ele tem um alcance menor, no entanto, tem maior taxa de transferência de dados.

Sinal ruim e a troca do aparelho: se o sinal estiver ruim, observe sobretudo o aparelho e verifique as configurações, antes de comprar outro roteador.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: