Sinusite ou rinite: entenda as diferenças de cada uma

  • Sinusite ou rinite: você consegue identificar cada uma delas?
  • Tratamentos para indicados para rinite e sinusite
  • Sinusite e rinite podem se manifestar juntas

Você consegue identificar as diferenças entre rinite ou sinusite? Embora ambas sejam inflamações que atacam especialmente o sistema respiratório com manifestações tais como incômodo no nariz, apresentam diferenças perceptíveis entre elas. Veja como identificar cada uma delas a partir desse nosso bate-papo e saiba como se manter longe delas.

Leia mais

Erros ao lavar roupa íntima: veja como evitar doenças

Gengibre para o cabelo: veja alguns benefícios da raiz

A principal semelhança entre uma e outra é que se tratam de doenças com origem inflamatória e afetam diretamente a mucosa do nosso nariz. Mas a maneira como tratar e também como se manifestam diverge bastante. Aliás, como você pode se manter longe das crises é distinto.

Sinusite ou rinite: o que é rinite?

Sinusite ou rinite

O Ministério da Saúde define a rinite como uma irritação aguda ou crônica da mucosa nasal. Também pode ser uma irritação de origem alérgica ou infecciosa.

Sua origem pode ser viral nos casos em que se manifesta como irritação alérgica ou aguda. Nos casos crônicos também pode ter origem viral.

A rinite alérgica consiste na mais comum e pode trazer problemas bem incômodos para o seu portador sobretudo quando não tratada adequadamente.

Como quadro mais comum a rinite alérgica pode ter origem a partir do contato do seu portador com ácaro, poeira, insetos ou outros.

Além disso, outros componentes alérgenos que podem desencadear uma crise variam bastante desde uma simples lambida de um animal de estimação como cachorro ou gato, ou ainda o contato com uma obra em andamento.

Outros alérgenos são fumo, produtos químicos e incrivelmente até restos de pele ao entrar em contato com a mucosa nasal pode desencadear uma crise.

De modo geral, a crise de rinite consiste em uma resposta do organismo ao contato com algum alérgeno que desencadeou a resposta inflamatória.

Tratamentos para a rinite

Sinusite ou rinite

A rinite quando não tratada pode trazer muito incômodo para o seu portador, por isso é fundamental que o quadro seja tratado o quanto antes em caso de crise.

O tratamento deve ter orientação de um médico especialista de sua confiança. Isso porque varia de acordo com a origem identificada. Mas é bem mais simples do que muitos podem imaginar e alivia significativamente os sintomas.

Como via de regra o tratamento tem como premissa fundamental afastar o indivíduo de fatores que desencadearam ou podem desencadear uma crise.

A depender do médico consultado também podem ser prescritos medicamentos para a realização de lavagem nasal. A lavagem nasal pode evitar inflamações agravadas e atua higienizando as vias aéreas.

Em casos mais graves, o médico pode prescrever o uso de anti-histamínico. Este consiste em um medicamento antialérgico e descongestionante. Pode ser usado até o término das crises.

O que é a sinusite?

Sinusite ou rinite

A sinusite tem a mesma manifestação clínica que a rinite, pelo menos em partes. A mesma também causa incômodo e inflamação que afetam a região do nariz. Mas não é só isso. No quadro de sinusite a inflamação das mucosas se estende até as maçãs do rosto e início da testa.

Uma crise de sinusite pode ser causada pelo contato com microrganismos tais como fungos e bactérias como pode ser desencadeada por problemas de origem anatômica. Como problemas de origem anatômica podemos citar por exemplo desvio de septo e estritamente da cavidade do nariz.

Ao ser acometido por uma crise de sinusite o paciente pode sofrer com o nariz entupido, dor nos dentes e no maxilar, inflamação na garganta, irritabilidade e náuseas. Também são manifestações comuns dor de ouvido, dor de cabeça e tosse.

Quais os tratamentos indicados para sinusite?

Sinusite ou rinite

O tratamento para sinusite varia de acordo com cada paciente e somente o médico otorrinolaringologista pode prescrevê-lo. Nesse sentido é fundamental consultar um médico de sua confiança assim que os sintomas iniciais foram manifestados.

Em alguns casos, é preciso entrar com a administração de antibióticos e somente um médico especializado poderá determinar as medidas a serem adotadas bem como o tempo para o tratamento.

Para se manter longe das crises é importante manter um sistema imunológico ativo e funcionando direitinho. Somente assim ele será capaz de responder em caso de eventual entrada de microorganismos.

Como soluções naturais que ajudarão a aliviar as crises e também evitá-las consiste em realizar periodicamente nebulização com óleo essencial de eucalipto, aplicar solução  de água morna com sal na mucosa nasal, xarope de alho e gengibre, e chá de cebola.

Embora não sejam os alimentos mais saborosos, vale a pena para o alívio dos sintomas relacionados ao quadro de sinusite.

Sinusite ou rinite podem se manifestar conjuntamente

É importante mencionar que uma pessoa pode ter tanto rinite quanto também sinusite e nesse caso, o processo de irritação provocado pela rinite pode desencadear uma reação inflamatória nos seios paranasais o que característica a crise de sinusite.

Quando ambas se manifestarem conjuntamente alguns sintomas serão similares em ambos os quadros. Para evitar sofrer tanto com a rinite quanto com a sinusite em si, o ideal é sobretudo manter-se longe de alérgenos e consequentemente evitar um processo de inflamação da mucosa do nariz que pode levar ao aparecimento da sinusite.

Mesmo tendo algumas características em comum, tanto a rinite quanto a sinusite apresentam suas particularidades e acaba sendo fundamental saber identificar cada uma delas para direcionar o tratamento adequado.

Tanto a sinusite ou rinite provocam incômodo substancial em seu portador. O que torna a necessidade de tratamento importantíssima principalmente no início.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Sinusite ou rinite: entenda as diferenças de cada uma

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *