Sem rinite: dicas de limpeza para evitar crises

  • Bichinhos de pelúcia merecem atenção redobrada
  • Não esqueça de limpar o guarda-roupa
  • O que faz caso de crise?

O tempo frio é um vilão para quem possui problemas respiratórios. E para não tornar os ataques alérgicos ainda piores nesta época, devemos estar atentos à limpeza de nossas casas e ambiente de trabalho, principalmente para quem deseja passar o dia sem rinite.

Para te ajudar nesta tarefa, resolvemos reunir aqui algumas dicas de limpeza que auxiliarão na prevenção de crises alérgicas relacionadas a rinite.

Leia mais

Tudo o que você precisa saber sobre a sua saúde

Sem rinite: bichinhos de pelúcia

sem rinite

É muito comum, principalmente em quartos de crianças, haver diversos animais de pelúcia espalhados em prateleiras e principalmente na cama.

Apesar de muito fofos, estes brinquedos são verdadeiros vilões para quem possui rinite alérgica, pois costumam acumular muita poeira e até mesmo ácaros. Então é indispensável que se lave regularmente as pelúcias, se possível a cada 15 dias.

Dê preferência por lavá-los no início da manhã e procure deixá-los secando por boa parte do dia no sol. Além de eliminar qualquer microrganismo existente, a secagem completa no sol auxilia na prevenção do surgimento de mofo no pano e no seu enchimento.

Aspirador de pó

sem rinite

Quem possui qualquer tipo de alergia respiratória deve priorizar a limpeza do chão com o aspirador de pó. Além de ser mais prático e rápido do que a vassoura, o aspirador evita que a poeira “suba” e chegue até o rosto da pessoa ou se deposite em móveis.

Após passar o aspirador, passe também um pano úmido com o rodo, assim o restante dos resíduos que o aspirador possa ter deixado para trás ficará preso no tecido. Mas lembre de sempre trocar a água de um cômodo para outro.

Cuidados especiais com as roupas de cama

sem rinite

Falamos da limpeza de bichinhos de pelúcia, e não podíamos deixar de fora os cuidados com as roupas de cama. Como no outro caso os lençóis, fronhas, cobertores e edredons precisam ser limpos regularmente para evitar a poeira e o surgimento de ácaros.

Lave regularmente estes itens, de preferência em separado de outras peças de roupas e itens como cortinas e forros. Após isso, deixe secar bem ao sol para eliminar qualquer vestígio de bactérias e outras coisas que possam causar alergias.

Uma boa dica também é bater a roupa de cama em local arejado, e deixa-la no sol regularmente, pelo menos durante o período da manhã.

São medidas simples, mas que podem ajudar a reduzir a ocorrência de crises.

Guarda-roupas

Em meio à tantas coisas para ser limpa, às vezes nos esquecemos de um local que é extremamente importante: o guarda-roupa. Por ser um local fechado e sem circulação de ar, é comum haver muita umidade nestes móveis.

Por isso além de se preocupar com a poeira que pode acumular pelo lado de fora, deve-se limpar a parte interna de guarda-roupas, gavetas e armários ao menos uma vez por semana, utilizando um pano com vinagre de álcool para evitar o surgimento de mofo e bactérias.

Outra dica para evitar a umidade em móveis, é manter sempre um pouco de giz escolar dentro deles. O giz é altamente absorvente, mas deve ser trocado sempre que se perceber que ele tenha ficado úmido.

Cuidados

Além da limpeza regular do ambiente e dos móveis, existem algumas coisas que toda pessoa que sofre com a rinite deve evitar fazer ou ter em sua casa:

Prateleiras próximas da cama: como já foi dito diversas vezes, uma das causas mais comuns de crises alérgicas é a poeira. Por isso, deve-se evitar a todo custo instalar prateleiras próximas ou em cima da cama.

Quanto menos objetos no quarto que possam acumular pó, menores as chances de ter uma boa noite de sono arruinada pela alergia. Isso porque a ocorrência está diretamente relacionada com a inalação de pó.

Revestimento com tecidos rugosos: tecidos com dobras ou que facilitem o acúmulo de pó e sujeira, muito comuns como revestimento em cadeiras, pufes e sofás, devem ser substituídos por materiais lisos, como o couro sintético, que é inclusive mais fácil de se limpar.

Plantas: plantas como flores e folhagens são muito bem-vindas em uma casa, mas o melhor é que não façam parte da decoração do quarto, pois além de também acumularem poeira elas também soltam o pólen, que também pode causar crises.

O melhor nestes casos é reservar um espaço próprio para criar um jardim de inverno, ou em locais que haja mais circulação de ar.

O que fazer em caso de crise de rinite?

Se mesmo com todos estes cuidados você tenha uma crise de rinite reunimos aqui o que pode ser feito para aliviar os sintomas.

Uma das maneiras mais indicadas para aliviar uma crise de rinite é por meio da chamada lavagem nasal.

A lavagem nasal é indicada pelos médicos e pode ser utilizada tanto para momentos de crise de rinite quanto também para aliviar o incômodo provocado pelas baixas temperaturas em dias frios. A mesma é feita com lavadores nasais ou soro fisiológico.

A lavagem acaba sendo benéfica porque através dela são retirados corpos estranhos do nariz e são eles os responsáveis pela crise de rinite e consequentemente seu agravamento.

Outra dica importante para quem está sofrendo com uma crise de rinite é manter-se hidratado. Aqui vale tanto água quanto suco e outras bebidas também.

A hidratação permite que suas mucosas funcionem adequadamente e por isso acaba sendo extremamente importante.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Sem rinite: dicas de limpeza para evitar crises

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: