Asa delta: como arrasar com esse biquíni

  • Um pouco da história da peça
  • Como arrasar na moda praia usando esse modelo
  • Dicas para todas as mulheres

Quem vê o biquíni asa delta hoje não tem a menor ideia de quando essa peça ousada teria surgido. No post de hoje vamos conversar um pouco sobre a história desse biquíni e como arrasar com ele na moda praia.

Leia mais

Compras por impulso: dicas para evitá-las

Hérnia de disco: o que é e como prevenir o quadro

A moda praia felizmente tem sobretudo incentivado a mulher a mostrar o seu corpo como ele realmente é e para isso tem inúmeros modelos de biquínis que caíram no gosto feminino. Quem vê o asa delta hoje na praia não imagina a polêmica e as controvérsias que esse modelo já causou. Por sorte atualmente ele é um sucesso absoluto nas praias e entre as brasileiras.

Asa delta: o primeiro biquíni do mundo

O biquíni asa delta foi o primeiro biquíni do mundo. Isso mesmo, ele foi a primeira peça a ser criada em meados da década de cinquenta na França e foi considerado uma peça escandalosa demais para a época. Por ter sido considerado uma peça extremamente polêmica para os padrões da época além de dividir a opinião pública foi usado apenas por uma stripper que teria desfilado trajando o modelo.

Somente cerca de quase quarenta anos após a sua criação foi que finalmente o biquíni começou a se popularizar e ser aceito socialmente. Isso foi consequência sobretudo do comportamento jovem da época que buscava por mais liberdade e por menos preconceito.

Progressivamente a peça foi se popularizando entre as mulheres europeias com o auxílio de grandes personalidades como acaba sendo o caso da cantora Cindy Crawford.

Naquele momento o biquíni era muito mais cavado e ter um corpo violão composto por quadril largo e cintura fina era o desejo de todas as mulheres.

Da mesma forma quem o possuía não queria esconder de maneira alguma a silhueta e cada vez mais o asa delta acabou sendo utilizado, sendo uma opção que valorizava e muito o corpo e a sensualidade feminina.

Na década de noventa com a chegada do modelo cortininha o biquíni acabou desaparecendo um pouco sobretudo porque os novos modelos valorizavam um tipo de corpo totalmente diferente. A moda e o desejo feminino agora era por coxas, pernas e bumbum esguios.

Como usar o biquíni asa delta?

asa delta

Se você gosta da peça e quer saber como usá-la saiba que não existe uma regra de biotipo mais indicado para isso, pelo contrário. Com alguns ajustes e pequenos detalhes na própria peça o biquíni pode acabar sendo usado por qualquer mulher. O único critério importante para usar esse modelo é estar disposta e mostrar um pouco do corpo sobretudo da região íntima sendo um modelo bem cavado, no mais não há restrições.

Para mulheres que contam com o famoso corpo violão tão desejado na década de oitenta podem apostar no modelo mais tradicional de asa delta, uma vez que ele consegue valorizar as curvas naturais da mulher.

Para as mulheres que possuem os ombros mais largos do que o quadril o ideal acaba sendo apostar em volume. Esse volume deve vir para a parte de baixo do modelito. O volume pode ser ganho de diferentes maneiras tais como o investindo em estampas, babados, laços e outros tipos de ornamentos.

Para mulheres com o corpo mais retangular vai muito do que você gostaria de valorizar. Mas a ideia acaba sendo  a de apostar em volume para a parte de cima do look. Visto que o asa dela valoriza primeiramente naturalmente o quadril. Para isso as dicas aqui seguem as mesmas. O volume que você precisa pode vir principalmente por meio de babados, laços, estampas e correlatos.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Asa delta: como arrasar com esse biquíni

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: