Intolerância alimentar ou alergia: como descobrir?

  • Conhecendo o quadro de intolerância alimentar
  • O que é alergia alimentar?
  • Como identificar cada uma delas?

Você tem consumido um determinado alimento e tem percebido que ele não tem caído assim tão bem. Você não sabe dizer se é intolerância alimentar ou alergia. De fato, ambos os quadros aparentam sintomas bem similares, em alguns casos, o que acaba dificultando a identificação, mas suas origens são bem diferentes. Vamos conhecer um pouco mais sobre cada uma delas?

Leia mais

Telemedicina: O que é, como funciona e quais os benefícios?

Bolo com manteiga ou óleo: saiba a diferença e qual escolher

É normal comer um determinado alimento e ele não cair assim tão bem? Às vezes isso acontece, por N motivos, mas quando se torna frequente e em relação a um mesmo alimento pode indicar intolerância alimentar ou alergia. Você sabe diferenciar ambos os quadros?

Tanto a intolerância quanto a alergia alimentar apresentam em alguns casos sintomas bem parecidos, mas são desencadeadas por fatores bem diferentes.

Intolerância alimentar vem do sistema digestivo

A intolerância alimentar é um quadro muito comum, ao contrário da alergia que é mais restrita a um percentual pequeno de pessoas. Segundo estimativas, cerca de quarenta por cento da população brasileira apresenta algum tipo de intolerância alimentar. A intolerância quanto a ingestão de leite acaba sendo a mais comum.

A intolerância é desencadeada pela falta de uma determinada enzima no sistema digestivo. No caso do leite, por exemplo, o indivíduo acometido com o problema carece da enzima lactase no seu intestino delgado. Essa carência pode ser em menor ou maior grau e por isso ele sofre desconforto ao ingerir o alimento e/ou seus derivados. A carência dessa enzima também determina o grau de impacto que esse indivíduo sofrerá.

Entre os alimentos mais comuns a causar intolerância alimentar temos o leite, o tomate e as nozes. Curiosadamente apesar de estar atrelada a fatores hereditários, a intolerância alimentar pode ser desencadeada até mesmo pelos hábitos do indivíduo.

Por exemplo, se você consome muito leite, pode sim acabar desenvolvendo com o tempo a intolerância. Fatores que levam a lesões no intestino também podem resultar em um quadro deste.

As alergias são de ordem imunológica

intolerância alimentar

Ao contrário da intolerância alimentar que é causada por conta de um mau funcionamento do nosso sistema digestivo, a alergia é ocasionada por meio de uma resposta do nosso sistema imunológico. Se diferenciando também da intolerância, a alergia ocorre desde a infância e faz parte da vida de seu portador. A intolerância pode aparecer de uma hora para outra.

Como comentamos acima, a alergia resulta de uma resposta imunológica. O que acontece é o seguinte. O nosso corpo entende que um determinado alimento é, na verdade, uma agressão e desencadeia uma série de sintomas como uma resposta a essa agressão.

As alergias são comuns sobretudo para proteínas como é o caso do glúten que é a proteína do trigo. Ainda diferentemente da intolerância alimentar, o número de pessoas que sofrem com a alergia alimentar é relativamente baixo, ficando em torno de apenas três por cento.

Dentre os sintomas manifestos em uma crise alérgica estão, coceira, vermelhidão, inchaço, e a depender da quantidade de alimento ingerida e da seriedade da alergia, o inchaço das vias respiratórias pode ocorrer.

Como diferenciar cada uma delas?

intolerância alimentar

Para diferenciar a intolerância alimentar da alergia alimentar deve se ater sobretudo aos sintomas. Como vimos anteriormente os sintomas da alergia tendem a ser mais severos podendo até mesmo resultar em falta de ar. Dentre outros sintomas comuns para o quadro temos a sensação quente na pele e a coceira.

A intolerância alimentar causa sobretudo sintomas mais relacionados ao trato digestivo como, por exemplo, gases, distensão abdominal, incômodo, diarreia e sensação de estômago pesado.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: