Um bom cochilo: sabia que este hábito traz benefícios?

  • Os benefícios de cochilar
  • Como o cochilo é bom para a terceira idade
  • Recomendações da NASA

Sabemos, sem dúvida alguma, que boas noites de sono são importantes. Dormir bem pode fazer toda a diferença, principalmente quando relacionamos as noites de sono com os benefícios que isso traz para a nossa saúde. Mas você sabia que aquele cochilo no final da tarde também é benéfico?

Leia mais

Retenção de líquidos: veja dicas para acabar com o problema

Cancêr de pele: tudo o que você precisa saber sobre a doença

Um cochilo, que mau há?

Normalmente quem não tem o hábito de tirar um pequeno cochilo ao longo do dia ou no final da tarde certamente não deve ver esta prática com bons olhos. Mas o que acontece é que cochilar é benéfico para o nosso organismo. Isso mesmo, cochilar pode melhorar substancialmente nosso raciocínio, nossa capacidade de memorização e atua até combatendo o infarto. Dá para acreditar? Difícil, não é? Parece história de um cochilador profissional, mas a questão é que é verdade.

Estes resultados foram divulgados depois de um estudo realizado pelo Hospital Universitário de Lausanne na Suíça. Estes resultados comprovaram o que Fernando Henrique Cardoso, que já foi presidente da República, declarou em 1998. De acordo com ele, o hábito de descansar um pouco no meio do dia pode proporcionar um bem inigualável.

O que os estudos comprovaram…

cochilo

Os estudos realizados pelos pesquisadores suíços contou com a participação de mais de três mil voluntários que foram monitorados por mais de cinco anos. Os resultados obtidos foram impressionantes, deste total, que foi monitorado, aqueles que habitualmente tiravam um cochilo ao longo do dia apresentou uma redução de praticamente cinquenta porcento no risco de infarto e outras patologias cardiovasculares e também AVC.

Além deste estudo, ou outro realizado por pesquisadores norte americanos também apresentou os benefícios que cochilar pode trazer, principalmente para a população idosa. Segundo seus resultados, os benefícios não se limitariam apenas ao coração e que a resposta cognitiva daqueles que passavam a dormir um pouco no final da tarde era significativamente melhor. Com este estudo foi possível constatar que aqueles que cochilavam apresentavam comportamento mais assertivo em relação a questões de raciocínio e também de memorização. Assim como o anterior os estudos foram realizados com cerca de três mil voluntários.

Recomendação da NASA e o tempo de cochilo ideal

cochilo

Para quem ainda não está convencida de que cochilar é benéfico para a saúde, a NASA recomenda que seus astronautas e outros funcionários realizem um concílio após o almoço que é a principal refeição do dia. Segundo a organização, este comportamento melhoraria em mais de cinquenta porcento a tomada de decisões assertivas e daria um gás na memória, podendo otimiza-la em até quarenta por cento. Impressionante não é? Você deve estar se perguntando agora quanto deve dormir, não é mesmo?

Para isso é preciso entendermos os ciclos do sono. O sono é dividido em quatro ciclos diferentes, ou estágios. São eles, estágio 1, 2, 3 e REM que em tradução livre significa movimento rápido dos olhos. Para chegar ao estágio mais profundo, o estágio REM, leva cerca de duas horas. Quando dormimos a noite, este ciclo de chegar ao REM e retornar ao estágio 1 ocorre algumas vezes. Entretanto, segundo estudiosos não seria interessante fazer esta “viagem” no início da tarde ou após o almoço. O indicado é chegar no máximo ao estágio mais profundo e após despertar, não reiniciando ao estágio 1 novamente. Precisando em tempo, recomendamos que você cochile dentre quinze minutos a no máximo duas horas.

Se você tem dificuldades para tirar um cochilo tentar se desconectar pode ser um grande auxílio. Evite o uso do celular ou da televisão e você terá mais facilidade para adormecer.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 8

Um bom cochilo: sabia que este hábito traz benefícios?

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: