Slime caseiro, um risco para as nossas crianças

  • O que é a nova moda do slime?
  • Slime caseiro é possível?
  • Quais os riscos?

A nova moda do momento é o chamado slime. Sucesso entre crianças e adolescentes em todo o mundo. Resumidamente o slime nada mais é do que uma gosma que pode ser apresentada em múltiplas cores e que tem feito a diversão da molecada.

Leia mais

Você está em um relacionamento abusivo

Jejum prolongado pode ser prejudicial à dieta

Para os mais antigos, podemos sintetizar o slime como a nova Amoeba. Contudo, ao contrário do que aconteceu com o antigo brinquedo, o slime foi recriado por inúmeros usuários ganhando versões caseiras. Muitos pais acreditam inclusive que o slime caseiro garante que interatividade entre as crianças. Oferecendo ainda uma opção mais sustentável e ecologicamente correta para o slime. Mas o slime caseiro pode esconder alguns riscos. Dentre eles, possibilidade de desenvolvimento de alergias e até mesmo queimaduras.

Slime caseiro, por que pode ser perigoso?

O slime caseiro pode esconder a ideia de ser bom para as crianças, mas é preciso algumas ressalvas quanto a essa afirmação. O slime feito em casa, de maneira caseira usa alguns ingredientes como base. Normalmente bicarbonato de sódio, borato de sódio, cola, ácido bórico, dentre inúmeros outros produtos. Só aqui já temos alguns ingredientes que podem apresentar riscos as crianças. Mas não para por ai, outros ingredientes complementam a mistura. Podemos citar espuma de barbear, xampu e até mesmo sabão.

O maior risco quando pensamos nessa mistura é que não há níveis bem estabelecidos do que deve ser usado de cada ingrediente, o que pode gerar riscos. Dentre os riscos mais comuns do slime caseiro estão as alergias. Isso acontece comumente porque estamos expondo nossos filhos a substâncias e produtos que muitas vezes não foram feitos para o contato direto e insistentemente com a nossa pele.

Comprovamos que é perigoso

slime

Se você está se perguntando efetivamente porque o slime caseiro pode ser uma opção perigosa para o seu filho, vamos explicar melhor. A falta de medidas exatas para a produção do slime já gera um risco. Um risco possivelmente de menor grau, mas ainda assim um risco, mas há outros riscos.

A mistura do borato e do bicarbonato de sódio pode efetivamente causar queimaduras em casos de exposição prolongada. As chances são potencializadas quando temos aqui indivíduos mais sensíveis, que seria especificamente o caso das crianças.

No caso do xampu temos a possibilidade de desenvolvimento de dermatite. A dermatite de contato é desencadeada por conta do contato com alguma substância capaz de agredir a pele. A dermatite de contato ou também eczema de contato são pequenas lesões na pele de tom avermelhado, manifesta no local de contato com a substância.

Nesse caso recomendamos que você realize a aquisição de um slime produzido por uma empresa responsável com selo do Inmetro. As empresas que tiveram o seu produto certificado por esse importante órgão regulamentador não apresenta riscos aos usuários. A chance de sofrer com problemas adversos é minimizado porque o o slime foi dermatologicamente testado e os agentes balanceados para evitar reações alérgicas.

O que fazer em caso de alergias na pele?

A alergia na pele pode se manifestar mesmo após alguns dias de contato com a substância que a desencadeou. Essa característica pode dificultar com que seja identificado a causa da alergia. As áreas do corpo que podem sofrer com alergias são as mais diversas desde mãos, pés, braços, costas e pescoços, por exemplo.

Identificar uma alergia é fácil, a região tende a ficar avermelhada e apresentar dentre outros sintomas coceira e irritabilidade no local. É comum que a região também apresente o surgimento de bolhas pequenas e vermelhas. Caso a alergia persista o indicado é que você busque ajuda médica, podendo ser um dermatologista ou um alergologista.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.6
Total de Votos: 5

Slime caseiro, um risco para as nossas crianças

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “Slime caseiro, um risco para as nossas crianças”

  1. […] Slime caseiro pode apresentar riscos a saúde […]