Jejum prolongado pode ser prejudicial à dieta

  • Dietas que pregam jejum prolongado estão fadadas ao fracasso
  • Entenda porque ficar horas sem comer mais atrapalha do que ajuda
  • Saiba o que fazer para emagrecer

Se você está tentando emagrecer esse já deve ser o seu quinto ou sexto texto de hoje sobre o assunto.

Receitas fitness, chás diuréticos, aceleradores do metabolismo, não importa. Todo e qualquer assunto sobre emagrecimento deve ter chamado a sua atenção hoje.

Certamente você deve ter conhecido dietas malucas e mirabolantes que pregam o culto a algum determinado alimento ou proíbem incontestavelmente outro.

Leia mais

Você sofre com hipocondria? O medo de adoecer

Por que fazer terapia?

Hoje falaremos de um assunto que normalmente gera controvérsias e esclareceremos de uma vez por todas o porque você não deve acreditar em dietas que propõe jejuns e longos períodos sem fazer a ingestão de nenhum tipo de alimento.

Uma dieta conhecida por propor esse tipo de “técnica de emagrecimento” é o chamado jejum intermitente. Técnica de emagrecimento que ganhou notoriedade nos últimos tempos. Como o nome sugere o adepto desse plano alimentar fica de jejum por um determinado período. Período este que pode variar de seis a doze ou dezoito horas. Nesse tempo a sua alimentação se concentra em água, chás e outros alimentos líquidos sem adição de açúcar em sua composição.

Embora muitas pessoas tenham conseguido obter bons resultados no que diz respeito ao emagrecimento falaremos porque você deve evitar o jejum prolongado.

Jejum prolongado e o fracasso na dieta

Quem vive fazendo dieta sabe o quanto poucas gramas podem fazer toda a diferença. Nessa luta de grão em grão qualquer possibilidade de fracasso no processo de emagrecimento deve ser minimizado ao máximo. Uma das chances de fracasso na dieta seria o jejum prolongado, isso de acordo com um estudo divulgado recentemente.

Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade de São Paulo põe em xeque a eficácia das dieta que apregoam o jejum prolongado. Isso aconteceria porque com o jejum prolongado o corpo propiciaria a liberação de um hormônio, o chamado hormônio do crescimento. Como se não bastasse, a adoção do jejum prolongado ainda faria com que o corpo poupasse energia e queira uma quantidade maior de alimentos dificultando o processo de emagrecimento.

Segundo os pesquisadores foi possível constatar por meio de ensaios com camundongos a liberação do hormônio do crescimento com técnicas de jejum prolongado.

O hormônio do crescimento é fundamental no período da infância e também da adolescência. É o responsável pelo desenvolvimento sadio. Contudo, passado essa fase de desenvolvimento o hormônio do crescimento pode ser prejudicial para a sua dieta. Isso porque de acordo com estudo realizado pelos pesquisadores da USP, quando liberado este hormônio atua diretamente sobre o nosso apetite e concomitantemente nosso gasto energético.

Quando se passa muitas horas sem comer é comum acontecer o chamado comer compulsivo. Isso acontece justamente por conta do hormônio do crescimento que desregula o nosso apetite e faz com que tenhamos episódios compulsivos. Desta forma, o jejum prolongado atua minando a nossa dieta em duas frentes. Diminui o nosso gasto calórico fazendo o corpo precisar menos de energia. E por outro lado nos faz comer demasiadamente nos momentos em que nos alimentamos.

Mas o que fazer?

jejum prolongado

Já está mais do que comprovado que o jejum por horas a fio não é a melhor opção de emagrecimento, principalmente quando pensamos no longo prazo. Se você está lutando contra a balança a melhor coisa a se fazer é adotar uma alimentação saudável e equilibrada. A prática de atividades físicas também contribui significativamente para dar adeus àqueles quilinhos a mais. O ideal seria que você adotasse uma atividade física ao menos três vezes por semana. Há uma variedade considerável de atividades que você pode realizar, desde levar o cachorro para passear quanto malhar na academia.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4
Total de Votos: 1

Jejum prolongado pode ser prejudicial à dieta

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *