Tremor nas pálpebras: entenda porque isso acontece e como tratar

  • Blefaroespasmo: o que é?
  • O que pode favorecer o cansaço muscular?
  • Como tratar os episódios de blefaro

Por ter clicado nesse post você certamente já sofreu um blefaroespasmo. Com nome um pouco incomum, o blefaroespasmo nada mais é do que um tremor nas pálpebras. Um tremor involuntário, repentino e passageiro.

Leia mais

Acabe com o desperdício de comida em sua casa hoje mesmo

Aprenda como reverter cabelos ressecados

Embora seja muito incomodo e até mesmo assustador para que passa pela experiência, o blefaro não costuma ser sintoma de patologias em seu olho. Mas é preciso ficar atento porque embora em muitos casos não seja algo grave é sempre bom averiguar.

O que é blefaroespasmo? O tremor nas pálpebras

pálpebras

O blefaroespasmo como adiantamos é um tremor nas pálpebras. Costumeiramente acontece em apenas um dos olhos. Por número de casos, embora seja difícil dados sobre estas ocorrências, nota-se maior incidência nas pálpebras inferiores. Mas a superior não escapa deste espasmo involuntário que vez ou outra pode acontecer.

O espasmo involuntário normalmente é resultado de um extremo cansaço do músculo que recobre os olhos. E normalmente as causas deste cansaço são concomitantemente o principal fator desencadeante de um episódio de blefaroespasmo.

Entenda o que pode deixar o seu músculo cansado

pálpebras

Podemos dizer que um espasmo nas pálpebras é basicamente como uma câimbra, mas nos seus olhos. Não é um sintoma maligno embora possa ser incomodo.

Você não precisa ir ao médico para tratar o blefaroespasmo. Deve identificar a causa que leva ao problema e tratar o mal pela raiz.

Só é indicado procurar ajuda especializada se os seus espasmos durarem mais do que três dias. Um quadro de blefaro dura de um a dois dias. Passando deste período onde os sintomas deveriam desaparecer procure o seu oftalmologista para que ele averigue se há causas clínicas para que esteja acontecendo estes espasmos.

Causas

pálpebras

A causa de um espasmo assim como de uma câimbra vem do cansaço muscular que pode ocorrer por inúmeros fatores que detalharemos para que você possa contornar o problema.

Poucas horas de sono

pálpebras

Dormir pouco é um dos principais motivos que levam ao cansaço dos músculos oculares. Quando você dorme menos do que o mínimo recomendado é normal desenvolver episódios de espasmo nas pálpebras uma vez que seus olhos não tiveram tempo suficiente para se recuperar e descansarem do trabalho excessivo.

Da mesma forma que suas pernas certamente se cansarão se você correr uma maratona. É comum, desta forma, que seus olhos aparentem sintomas de cansaço após mais de 10h, 12h, 16h em vigília.

Durma pelo menos 7h diariamente, não menos que isso, não somente os seus olhos serão afetados, mas muitas outras áreas do seu corpo.

Estresse

pálpebras

Depois do pouco sono, ou talvez tão quanto, o estresse é um importante fator para o surgimento de espasmos e neste caso não apenas nos olhos.

Quando você está estressado libera hormônios que provocam transformações em seus músculos, essas alterações no funcionamento padrão podem favorecer contrações e no caso das pálpebras os costumeiros espasmos.

Procure diminuir o estresse diário, ou praticar atividades relaxantes que possam liberar hormônios que favorecem o prazer como a serotonina. Faça yoga, jogue, pratique atividades físicas, leia um livro. Busque atividades que você goste e as realize sempre.

Carência nutricional

pálpebras

Você tem se alimentado adequadamente? Possui uma alimentação saudável e com boas doses de vitamina B12, potássio e manganês? Tem bebido 2l de água diariamente?

A falta excepcionalmente destes nutrientes e a baixa ingestão de água pode ser outra causa para que estes espasmos estejam acontecendo com você.

Se você é vegetariano ou vegano (principalmente veganos) pode mais facilmente apresentarem insuficiência de vitamina B12. É fundamental que no caso de veganos haja a ingestão de suplementos vitamínicos e no caso de vegetarianos uma aposta maior em leite e ovos, mas mantenha atualizado os seus exames de sangue.

Leite e ovos apresentam pouca vitamina B12 em detrimento de fontes animais. Esteja sempre atento.

Para você que não é vegetariano nem vegano, invista no consumo de peixe, fígado, crustáceos, salmão, peru dentre outros.

É hora de ir ao oftalmologista

Se você tem dificuldades para ler, seja de perto ou de longe e concomitantemente tem enfrentado episódios de espasmos procure o seu oftalmologista para que ele realize exames de rotina.

Quando apresentamos um problema oftalmológico não tratado às chances de desenvolver espasmos involuntários são grandes. Como dormir pouco os seus olhos estarão trabalhando muito.

Quando você dorme pouco os seus olhos trabalham muito porque estão muito tempo em vigília, no caso de problemas de visão seus olhos trabalham muito, mas não em questão de tempo, mas de esforço para que você consiga ler ou fazer as suas atividades diárias.

Nesse caso é crucial que você procure ajuda médica para tratar o problema e se livrar de uma vez destes espasmos.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 2

Tremor nas pálpebras: entenda porque isso acontece e como tratar

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *