Quer engravidar? Coma nozes!

  • Alimentação para aumentar a fertilidade;
  • O que fazer para ser mais fértil;
  • Como aumentar a fertilidade.

Quando se trata de como aumentar a fertilidade, os saberes populares podem nos dar uma grande aula.

Leia mais

Ovário policístico: é possível vencer o problema por meio da alimentação?

Quer ser mais saudável? Então você precisa dessas informações!

E uma das certezas que encontramos nesses mesmos saberes tão comuns é que, definitivamente, nós somos exatamente aquilo que nós comemos. Sendo assim, é bem esperado e mais do que natural que a alimentação também tenha a ver com a fertilidade, seja ela masculina ou feminina.

Afinal, é importante ressaltar que a alimentação adequada tem a ver também com qualidade de vida. Sendo assim, vale muito a pena – seja para engravidar, seja para viver melhor – investir em saúde. E, se comer bem faz parte do que se entende por saúde, vida saudável e por qualidade de vida, é mais do que natural que ela também se apresente nesse meio.

E não é só a equipe do Arteblog que pensa dessa forma. Recentemente, em um congresso destinado ao público médico interessado em fertilidade e reprodução, o congresso da Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia Humana, linhas de pesquisa de universidades renomadas como a Universidade Rovira i Virgili, da Espanha, apresentaram estudos que reforçam essa ideia.

Um deles e talvez aquele que mais se evidenciou, foi o que trazia nozes como um dos alimentos que, quando consumidos por indivíduos saudáveis, melhora consideravelmente a fertilidade masculina. Para isso, foi utilizado um grupo de homens que fez coletas para análise por meio do espermograma. As considerações, veja a seguir.

Como foi conduzida a investigação

Em um trabalho que contou com a participação de 119 homens, todos foram orientados a seguir com os mesmos hábitos alimentares cotidianos no ocidente. Ou seja: eles continuaram a comer alimentos processados, fast food, refinados, carnes e poucos legumes, vegetais e frutas. A orientação, foi expressa: não mudem a sua rotina e tampouco sua alimentação.

No entanto, uma parte desse mesmo grupo, adicionou 60 gramas de nozes na sua alimentação diária, o que resulta em, mais ou menos, dois punhados do alimento. Eles estiveram liberados para consumir da forma que melhor quisessem, fosse como snack, fosse como lanche, como integrante da alimentação ou até mesmo como farinha para outros alimentos, desde que a quantidade observada fosse consumida.

Depois de 14 semanas, os 119 homens retornaram ao estudo e novas amostras de sêmen dos participantes foram coletadas. Esse tempo, não é por acaso. Durante 14 semanas se forma e se completa o ciclo para a formação dos espermatozoides. Assim, é esse o tempo crucial para que mudanças de espermograma sejam constatadas.

Do grupo original, foram observadas mudanças importantes entre aqueles que consumiram a quantidade diária de nozes. Para eles, houve uma melhora de cerca de 16% na quantidade de espermatozoides, bem como em termos de vitalidade, motilidade e morfologia, sendo, respectivamente, 4, 6 e 1 por cento de ganhos em cada critério.

Entre esses grupos, também se observou uma grande melhora em níveis que estão relacionados à fragmentação do DNA dos espermatozoides. De acordo com especialistas, quanto mais fragmentado é o DNA, mais difícil será a concepção natural, maior será o risco de aborto e mais difícil alcançar resultado satisfatório na reprodução assistida.

Por que consumir as nozes?

Quando estamos falando de oleaginosas, estamos tratando de alimentos que são muito especiais para a nossa alimentação, por fornecerem nutrientes quase que exclusivos em grande quantidade em pequenas porções.

No caso das nozes, elas apresentam grande quantidade de ômega 3, que é um nutriente absolutamente potente quando se trata de anti-inflamatório natural, bem como gorduras boas – aquelas que combatem os níveis de colesterol ruim, vitaminas e um combo de outros minerais.

No entanto, ainda além disso, é também necessário que as pessoas não se alimentem exclusivamente de nozes se quiserem aumentar a qualidade e quantidade de seus espermatozoides. Afinal, a fertilidade deriva também de qualidade de vida, sobretudo, além da alimentação.

Mas se a alimentação é uma das formas de atingir o objetivo de ser mais fértil, é importante perceber que junto a ela se encaminha também várias outras ideias que podem ser importantes para quem busca engravidar. É, naturalmente, o resultado de uma vida saudável que irá também promover esse momento, afinal.

Assim, comer bem, praticar atividade física, não fumar, não beber, ter uma rotina menos estressante são fatores que, por si só, já podem garantir também uma melhora significativa na saúde sexual, inclusive no tocante à fertilidade.

Esse estudo, também vale informar, foi feito entre indivíduos saudáveis, que não apresentavam problemas anteriores com a fertilidade. Assim, buscar apenas nas nozes uma solução para qualquer problema relacionado não parece ser das melhores ideias.

Afinal, o corpo é um instrumento complexo, relacionado em todas as suas partes, interdependente e interligado. Cada parte, por fim, depende de outra e é intrinsecamente relacionado.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Quer engravidar? Coma nozes!

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *