Como evitar a gripe

  • Como tratar a gripe;
  • Como não pegar gripe;
  • Cuidados com a gripe.

Como a campanha de vacinação contra a gripe termina no próximo dia 29, é importante ressaltar quais são os fatores que, você que não conseguiu tomar a dose de proteção anual, podem e devem ser evitados caso a sua missão seja ficar o mais longe de uma gripe que você puder.

Saiba mais

O que precisamos saber sobre a asma?

A cura para a depressão

Além das muitas indicações como deixar a casa arejada ou nunca ficar dentro de ônibus com os vidros fechados, são muitas as outras coisas que podemos fazer para evitarmos o vírus com sucesso e sem muitos e árduos trabalhos.

Hoje, conheça mais sobre quais são as formas de se proteger desse vírus causador de uma doença tão chata!

Como podemos evitar a gripe?

Além da vacinação – tão crucial forma de proteger grupos específicos e mais vulneráveis à piora de quadros simples de gripe – nós podemos tomar algumas outras atitudes para nos protegermos do vírus e também protegermos as pessoas que amamos da contaminação.

Uma das formas mais simples é também uma das mais eficazes. Como estamos entrando em contato com vários tipos de superfícies o tempo todo, é bem legal que façamos um exercício bem simples: que lavemos nossas mãos com mais regularidade.

Basta lavar as mãos tão logo que cheguemos ao trabalho, em casa, no colégio. Essa medida simples já irá, com certeza, afastar e muito a possibilidade de contaminarmos um ambiente inteiro. Pense só, por exemplo, em quantas superfícies você coloca as mãos todos os dias e quantas outras pessoas também.

Se você usa transporte público, imagine só quantas pessoas colocam as mãos onde você também põe. Pense quantas pessoas podem ter gripado nos últimos tempos. E se você não usa, deve usar elevador ou corrimão. A regra também vale.

E como nós somos seres humanos, nossos dedos são grandes amigos da gripe. Se nós os deixarmos sujos, em algum momento eles passarão pela nossa boca, nariz ou olhos. E tão logo isso ocorra, milhões de partes do vírus entrarão em contato com nosso corpo, começando a atacar nossas células.

Assim, tanto para cuidar de você quanto do mundo, sempre cubra seu nariz e a sua boca quando for tossir ou espirrar e sempre com alguma parte do seu braço e não da sua mão. Cobrindo nariz e boca, conseguimos reter saliva ao espirrarmos, que é uma das formas mais eficazes de contágio.

Caso não façamos isso, todo esse material infeccioso ficará em suspensão no ar, pronto para atacar uma pessoa não imunizada ou mais vulnerável. E é justamente por essa mesma razão que não devemos cobrir boca e nariz com as mãos. Se fizermos assim, ao cumprimentarmos alguém, pronto. O vírus já encontrou outra vítima.

E nisso também vale muito a pena lembrar de sempre deixarmos arejado qualquer lugar em que estejamos. Seja a nossa própria casa, carro – e, sempre que possível, também o ônibus, trem ou o que for – e ambiente de trabalho.

Essa é a precaução fundamental para que haja uma renovação do ar em que nós estamos. Isso é bem importante porque acabamos fazendo com que o vírus em suspensão acabe dispersando.

E se isso vale para locais públicos, também vale para nossa casa e trabalho: não importa o frio. Sempre deixe os ambientes mais arejados para que esse ar não fique sempre cheio das mesmas coisas, dos mesmos organismos e vírus.

Fortaleça seu sistema imunológico

Ter sempre um sistema imunológico pronto para reagir e expulsar qualquer vírus ou bactéria? É bem simples – e muito, mas muito eficaz mesmo. Para ter um sistema de defesa imponente e sempre pronto para a batalha, tenha um estilo de vida saudável.

Isso inclui pensar e repensar em uma forma de se alimentar com saúde e com equilíbrio, sempre variando fontes e nutrientes. Também é importante ter uma rotina ativa, incluindo nela, obviamente, a prática regular de exercício físico.

Coisas como suplementos vitamínicos – e aqui fazemos menção honrosa à amada vitamina C – podem dar uma forcinha para quem precisa complementar a alimentação. Mas não vá pensando que isso por si só fará grandes milagres e te tornará a pessoa mais super protegida do mundo.

Só o complemento não basta. É na alimentação saudável e bem planejada que encontramos esses complexos de vitaminas em suas formas naturais, que são aquelas que o nosso corpo é biologicamente programado para sintetizar e aproveitar ao máximo.

Assim, ainda que você sempre opte pela melhor solução vitamínica presente nas farmácias, não tem muito jeito: se isso for a única fonte de vitaminas, sais e elementos que seu corpo precisa ter para ser saudável, e não a fonte complementar, seu corpo irá reclamar.

E quando ele reclama, o resultado é certeiro: doenças oportunistas e chatérrimas como a gripe, que bem podemos evitar!

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.33
Total de Votos: 3

Como evitar a gripe

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *