O que é vitiligo, como tratar e quais os sintomas

  • As causas do vitiligo;
  • O que faz com que a doença apareça e se espalhe;
  • Formas de tratar o vitiligo.

O vitiligo é uma doença autoimune que provoca as conhecidas manchas brancas na pele.

Quer ser mais saudável? Então você precisa dessas informações!

Todo mundo mente sobre a sua saúde e você precisa saber

É uma doença que se não for controlada acaba fazendo com que o corpo acabe sendo tomado pelas manchas brancas, que vão crescendo e se espalham pelo corpo da pessoa acometida.

O que causa o vitiligo?

Infelizmente, o vitiligo é uma doença autoimune absolutamente misteriosa, já que suas causas são desconhecidas. O que acontece é que, por alguma razão desconhecida, as células que produzem melanina – que é justamente aquilo que dá cor à pele – são atacadas pelo próprio corpo (que é, justamente, aquilo que configura uma doença autoimune).

O problema é que quando a pele perde esse pigmento, a melanina, a cor da pele muda e todos os pelos que nasciam no local passam também a nascer brancos. Essa mudança acaba fazendo com que a pele fique muito vulnerável, uma vez que fica exposta e pode acabar sofrendo queimaduras solares.

O vitiligo não é uma doença transmissível e nem compromete a saúde de quem sofre com a doença, mas ele acaba inserindo o indivíduo acometido num universo recheado de preconceito, deixando-o com a autoestima baixa, em estados de ansiedade e, muitas vezes, ainda o levam à depressão.

E aí, como o corpo é um mecanismo complexo e todo interligado, a pessoa acometida pelo vitiligo também passa a sofrer o agravamento da doença, dada a condição psicológica do portador.

Quais são os sintomas de quem sofre com a vitiligo?

O vitiligo, logo quando surge, acaba por fazer com que pequenas manchas brancas apareçam na pele da pessoa acometida.

Quais os fatores que aumentam o risco de desenvolver a doença?

Quando uma pessoa da família possui vitiligo, o risco de outra pessoa desenvolver também acaba por se elevar, apontando, possivelmente, um potencial genético ligado à doença, mas uma vida exposta a toxinas e estresse também acaba por motivar o aparecimento da doença.

Como prevenir o vitiligo?

Infelizmente, não há uma forma que assegure que a doença pode ser evitada, mas questões ligadas aos fatores genéticos e hereditários podem fazer com que o potencial aumente.

É isso que faz com que pessoas que tem casos de vitiligo na família recebam o alerta de sempre ficarem atentos ao seu próprio corpo, verificando sempre qualquer primeiro sinal de que a doença surgiu.

Isso é importante, dado que quanto mais cedo o vitiligo é identificado, maior a chance de controlar a doença.

De que forma é feito o diagnóstico da doença?

O diagnóstico do vitiligo costuma ser feito por um médico dermatologista, que é o mais capacitado a aferir se a lesão da pele do paciente é realmente causada pelo vitiligo ou não.

O exame físico é indispensável, mas há também outros tipos de testes que complementam o diagnóstico, tais como a coleta de sangue e também uma pequena biópsia do local que foi afetado.

A pesquisa também por outros distúrbios associados a doenças autoimunes é mais do que importante, o que faz com que um diagnóstico mais completo seja feito.

Como a doença também acomete pessoas brancas – olha só, o preconceito também envolve a crença de que essa doença só acomete pessoas negras -, o diagnóstico é feito com um equipamento chamado lâmpada de Wood, o que faz com que as lesões brancas apareçam destacadas na pele.

Como é feito o tratamento dessa doença?

O tratamento para o vitiligo implica na utilização de medicamentos que fazem com que o corpo produza mais melanina, o que deve ser aplicado justamente nas lesões brancas da pele. Isso faz com que o sistema imunológico pare de atacar a melanina.

Outro tipo de tratamento para as manchas já estabilizadas envolve um transplante de melanina de uma parte da pele saudável, que é aplicada em partes de pele que o vitiligo já deixou esbranquiçadas.

Há também outras formas terapêuticas para quem sofre com o vitiligo, tais como o banho de luz ou até mesmo aplicações específicas com laser, que acabam fazendo com que a melanina volte a se desenvolver no corpo da pessoa que sofre com a doença.

Com esse tipo de tratamento, a doença pode regredir a tal ponto de ser considerada como curada, mas isso depende do tempo de descoberta da mancha, do organismo de cada paciente e, sobretudo, a adesão ao tratamento, o que deve ser feito de forma rigorosa.

Outra forma importante de tratar a doença é procurar o acompanhamento psicológico adequado para cada tipo de paciente para fazer com que o impacto causado pelo vitiligo seja tratado de forma apropriada, reduzindo até mesmo a forma com que as manchas se espalham pelo corpo.

Uma outra coisa muito importante de ser feita é procurar a ajuda de nutricionistas, que podem fazer uma dieta que garante mais sucesso no tratamento e controle do vitiligo.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.75
Total de Votos: 4

O que é vitiligo, como tratar e quais os sintomas

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Uma resposta para “O que é vitiligo, como tratar e quais os sintomas”

  1. […] Leia também |O que é vitiligo, como tratar e quais os sintomas […]