Autocuidado: Você É A Única Pessoa Que É Responsável Pelo Seu Bem-Estar

O que você já leu ou ouviu falar sobre autocuidado?

Se Você Não Usa Planos De Saúde, Veja Como Fazer Exames Sem Gastar Muito

Entenda Quais São Os Riscos De Usar Medicamentos Para Dormir Sem Recomendação Médica

O que você já ouviu falar sobre bem-estar está sempre relacionado a coisas que podemos fazer usando instrumentos para nos sentirmos bem. Mas o que você já ouviu falar sobre autocuidado?

De acordo com pesquisadores da Fundação Internacional de Autocuidado, isso é o que vai fazer com que a sua relação com o seu corpo mude nos próximos anos e, consequentemente, a sua saúde e toda a sua forma de viver com você mesmo, de olhar para o seu corpo e sua vida toda.

O que é autocuidado e como isso pode mudar a nossa vida?

Por mais difícil que seja definir o que é autocuidado, a gente pode já de antemão definir esse conceito através de sete pilares importantes:

Conhecimento

Tudo aquilo que nos transforma de fora para dentro: o hábito da pesquisa, o hábito da leitura, o hábito da investigação curiosa e bem fundamentada fazem parte dessa grande âncora que coloca em movimento toda a nossa estrutura cognitiva.

Informação

Aquilo que dá origem ao processo de conhecimento não poderia ser mais essencial aqui: a informação nos instiga, nos empodera e, principalmente, nos blinda contra a falta de bom senso.

Bem-estar mental

Conceito em ascensão é a saúde mental. Conseguimos de forma fácil identificar palestras e grandes pesquisadores dos efeitos da saúde mental sobre as pessoas. É mais que uma necessidade da vida cotidiana manter-se em equilíbrio mental para conseguir equilíbrio na saúde do corpo também.

Atividade física

Aquilo que mantém nossa saúde física em dia, também proporciona o equilíbrio mental, dada a descarga de bons hormônios na corrente sanguínea que produzem efeitos benéficos para o nosso cérebro, como a serotonina, endorfina e adrenalina, o que faz com que os níveis de cortisol decorrentes do estresse sejam reduzidos.

Dieta equilibrada

Comer bem tem uma relação direta com a saúde, o que é um fato há muito colocado em pauta. Assim, alimentar-se bem também cria relações afetivas, memórias positivas e saúde em vários níveis.

Evitar comportamentos arriscados

Sejam de qualquer ordem: comportamentos de risco desestabilizam nossos níveis hormonais por criarem grande descarga de cortisol. Ele mata células neurais e ainda cria outras instabilidades na frequência cardíaca, respiração e outros fatores que afetam diretamente nossa saúde. Assim, fique calmo e não meta os pés pelas mãos.

Boa higiene

Higiene do corpo e higiene mental são dois processos que devem ser sempre levados em conta no autocuidado, pois essas duas faces daquilo que somos são indissolúveis e precisam caminhar juntas para uma boa saúde como um todo. Assim, os cuidados com a higiene do corpo são essenciais para termos também uma boa vida.

Uso controlado e racional de produtos médicos, farmacêuticos e serviços de saúde

Por mais que nos mantenhamos sempre vigilantes com a nossa saúde, é importante ressaltar que, em alguma medida, nosso corpo é capaz de lidar sozinho com algumas afecções, sem que seja sempre necessária a intervenção médica. É claro que em uma emergência ou urgência é mais do que essencial buscar um serviço de saúde de forma rápida, mas é também importante saber ponderar sobre a hora de buscar esses serviços.

Será que todo caso de saúde é um caso realmente médico que necessita de intervenção?

É óbvio que médicos são essenciais e que um serviço de saúde robusto é mais do que importante para o desenvolvimento de uma nação, mas algumas questões como parar de fumar, começar a fazer exercício físico, mudar um hábito ou mesmo perder peso são coisas que delegamos aos serviços de saúde, mas que dependem muito mais da pessoa do que da ação médica.

Assim, muitas vezes há uma sobrecarga desses serviços, criando condições preocupantes para quem realmente necessita deles. Por fim, nesse entendimento sobre o autocuidado, é mais do que essencial assumirmos a postura de protagonistas do processo, não delegando totalmente nossa saúde física ou mental a uma pessoa ou a um grupo de médicos.

Quais são os benefícios desse novo entendimento sobre saúde?

Quando uma sociedade se entende como protagonista da sua própria vida, sem que haja, por definição, dependência de terceiros em setores como saúde física, saúde mental, higiene e demais questões colocadas acima, a saúde dessa sociedade também aumenta. E não só a dos indivíduos, mas do grupo como todo.

Isso se deve a uma sensação de responsabilidade consigo, que também cria condições de trabalhos mais favoráveis, relações sociais mais harmônicas e serviços de saúde mais eficientes.

Assim, é mais do que essencial educar-se para o autocuidado, para o empoderamento na saúde de todas as ordens que podemos pensar.

É isso que nos fará saudáveis, é isso que nos fará melhores.

Nós, da equipe do Arteblog, desejamos a você um 2018 repleto de sentimentos de autoestima e de autocuidado, renovação, saúde, informação e muita arte.

Nos vemos daqui a pouco com muito mais.

<3

 

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

1 Star
Loading...
Por: Arteblog - MadyEm: dezembro 31, 2017 | Em Saúde  | Tags: , ,  

Comentários

comentários

2 respostas para “Autocuidado: Você É A Única Pessoa Que É Responsável Pelo Seu Bem-Estar”

  1. […] Você é o único responsável pelo seu bem-estar! Não deixe que tirem isso de você […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *