Se Você Tem Cárie Mesmo Cuidando Da Sua Saúde Bucal Entenda Os Problemas

Você sempre tem cárie, ainda que cuide religiosamente da sua saúde bucal? Então esse artigo é pra você 🙂

Hábitos que clareiam ou escurecem os dentes

Mitos e Verdades no Cuidado com as Crianças

Nossa boca é um verdadeiro mundo para um sem número de micro-organismos que vivem ali dentro dela e, tal como os intestinos, a região, logo na infância, passa por um período de formação em sua composição de bactérias e demais organismos.

Como essa fase também é aquela em que os primeiros dentes são criados pelo nosso corpo, é importante notar que qualquer desequilíbrio que se crie ou qualquer bactéria agressiva que se instaure ali, pode comprometer a saúde dos dentes até mesmo quando eles se renovarem.

Assim, temos uma explicação para o terrível fato de que algumas pessoas terão mesmo cáries sempre, independente do tipo de rotina de higiene que se instaure.

Outro ponto importante é a forma com que o açúcar se introduz na dieta da criança. Além de ser um problema para os índices glicêmicos, o paladar também acaba por se habituar com muito açúcar, exigindo cada vez mais do seu consumo. E isso, além de ser um problema para a saúde, é também um problema bucal: as cáries são as melhores amigas do açúcar.

São as melhores amigas porque esse tipo de substância é o alimento favorito das bactérias que causam cáries e quanto mais elas se alimentam, mais se proliferam, o que faz com que seja muito difícil de eliminar todas durante a escovação, por melhor e mais dedicada que ela seja.

A saliva e a cárie: uma relação complicada

Um fator complicador que também deve ser levado em conta na hora de cuidar da sua saúde bucal é a boca seca. A saliva, quando se apresenta em sua composição e acidez normais, possui uma função protetora dos dentes e gengivas. Quando ela falta, o esmalte do dente passa por um processo de desmineralização, que é a etapa anterior à cárie.

E isso pode ser ainda mais agravado quando a pessoa come doces à noite, o que acaba casando com o fato de que à noite a salivação já diminui consideravelmente por conta de processos naturais e fisiológicos normais.

Isso pode ser normalizado a partir da correção da respiração. Se você só respira pela boca, terá de tomar certas precauções e aprender a respirar pelo nariz, bem como reduzir a ingestão de açúcares à noite.

E a cárie, também, tem fundo genético

Com os mecanismos atuais de mapeamento genético, foi possível identificar que existem genes específicos que são diretamente responsáveis pela forma com que o esmalte dental se forma, que é essa capa protetora de todos os dentes e que é a primeira coisa que as bactérias responsáveis pela cárie atacam. Segundo os resultados de pesquisas, mutações genéticas criam deficiências nessa estrutura do esmalte, deixando os dentes vulneráveis.

 

Uma das mutações que criam essa estrutura mais fragilizada é a que faz com que, ao invés de lisa e brilhante, o esmalte dental se torne poroso e muito irregular. Isso faz com que, além de deficiente, a estrutura acabe por se tornar uma acumuladora de açúcares e bactérias na superfície do dente.

Hoje, essas questões podem ser verificadas já no consultório do dentista, sem muitas complicações. Basta, então, fazer visitas regulares a um profissional de sua confiança para que vocês, em conjunto, possam impedir que as cáries se formem.

Outra coisa importante também são as questões que envolvem a educação para a higiene bucal, bem como a precariedade na distribuição de flúor, bem como os fatores complicadores que muitas vezes dificultam o acesso e as consultas regulares com o dentista, o que é a grande forma de evitar cáries e outros problemas odontológicos.

Para não ter cárie é importante mudar os hábitos

A primeira regra para a construção dos hábitos que te levarão à saúde bucal consiste na mudança dos hábitos de alimentação. Assim, reduzir a quantidade de açúcar que se come tem uma relação direta com a quantidade de cárie que se poderá desenvolver, dadas as considerações a respeito das bactérias e do esmalte.

Outra questão mais do que importante é a escovação. Não adianta comer bem e não escovar os dentes regularmente e com qualidade, observando a movimentação que deve ser feita, bem como a qualidade e a validade – lembrando que a escova de dentes deve ser trocada a cada três meses – da escova.

E, claro, ainda existem outras complicações decorrentes de maus hábitos com a saúde bucal: mesmo que a cárie nunca se manifeste, você poderá ter mau hálito, bem como problemas nas gengivas, o que acabam, inclusive, por criar problemas ainda mais sérios, como perda de massa óssea e ainda inflamações importantes que comprometem ainda mais a sua saúde.

Ademais, visitar regularmente o dentista pode salvar a sua saúde, preservar seu sorriso e assegurar a sua autoestima 😀

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: Arteblog - MadyEm: dezembro 25, 2017 | Em Saúde  | Tags: ,  

3 respostas para “Se Você Tem Cárie Mesmo Cuidando Da Sua Saúde Bucal Entenda Os Problemas”

  1. […] Se Você Tem Cárie Mesmo Cuidando Da Sua Saúde Bucal Entenda Os Problemas […]

  2. […] Se Você Tem Cárie Mesmo Cuidando Da Sua Saúde Bucal Entenda Os Problemas […]

  3. […] O que pode causar cáries? O problema vai muito além do excesso de açúcar […]