Filtro de Água Brasileiro é eleito o MELHOR do mundo!

Você com certeza já tomou água direto do filtro de barro. Isso provavelmente aconteceu na sua infância, ou na última vez que você visitou a casa da sua avó. Hoje é provável que você compre garrafas de água ou tenha um purificador em casa. Mas você sabia que o filtro de barro é o melhor que existe para filtrar impurezas?

Segundo estudos científicos publicados no livro “The Drinking Water Book”, do pesquisador Colin Ingram, os filtros de barro são os mais eficientes na purificação da água e também os mais econômicos. Tais estudos foram citados e comprovados também pelo site MetaEfficient, que cria listas dos objetos mais eficientes para seu dia-a-dia.

Segundo o livro, a câmara de cerâmica presente nos filtros de barro impede que substâncias como cloro, pesticidas, parasitas, chumbo, alumínio e ferro fiquem na água que bebemos. A taxa de retenção de chumbo nestes filtros chega a 95%, enquanto a do parasita criptosporidiose, responsável por problemas gastrointestinais, é de 99%!

Toda essa eficiência pode ser explicada pela câmara de cerâmica e também pelo sistema de filtragem pela gravidade, que é mais lento e, por isso, mais minucioso.

Além disso, os filtros de barro não são ligados à tomada, e mesmo assim, graças ao revestimento, mantêm a água no interior com uma temperatura cerca de cinco graus mais baixa que a temperatura ambiente. Com o filtro de barro, você tem água sempre fresca sem aumentar sua conta de luz.

Sabedoria milenar

Desde o tempo do Antigo Egito vem sendo procurada alguma forma de eliminar as impurezas da água e armazená-la sem que haja nova contaminação. Desde esta época é costume usar recipientes de materiais diversos para armazenar água, sendo o barro a matéria-prima mais comum.

Nos séculos seguintes, foram feitas diversas experiências, incluindo a adição de cloro na água. Segundo algumas fontes, quem inventou o filtro de barro foi o brasileiro Miguel Vieira Ferreira, um engenheiro e jornalista maranhense, em 1858. O filtro se popularizou por ser feito de um material barato e ter um preço final acessível.

Os filtros da Cerâmica Stéfani, fabricados na cidade de Jaboticabal, no interior de São Paulo, se tornaram os mais populares filtros de barro do Brasil. O modelo São João, lançado em 1947, é com certeza o mais conhecido do país, e também aquele que recebe a melhor classificação de qualidade do INMETRO.

Dicas de conservação do filtro de barro

Os filtros de barro duram muitos e muitos anos, chegando até a uma década, se bem conservados. Ao contrário de outros filtros, quando alguma peça precisa ser trocada, não é necessário um grande gasto nem a ajuda de algum técnico em manutenção: você mesmo pode trocar a peça sem problemas.

Em geral, é preciso trocar de tempos em tempos a vela que fica dentro do filtro. A vela deve ser lavada apenas com água corrente e uma esponja nova a cada três meses, ou quando você perceber que está saindo menos água do filtro que o normal.

A vela é feita de cerâmica porosa, por isso nenhum produto pode entrar em contato com ela durante a higienização, ou a filtragem fica comprometida. Para trocar, a vela é muito barata.

Talvez você sinta um gostinho diferente ao comprar um novo filtro de barro ou trocar a vela, mas isso é normal. É recomendável descartar os primeiros 12 litros filtrados em um filtro novo e depois aproveitar sem preocupações sua água fresquinha e saudável.

Já temos provas científicas de que o filtro de barro, todo vintage, merece um ressurgimento nas casas de todo o Brasil. Você já aderiu ao filtro de barro?

Por: ArteblogEm: junho 27, 2017 | Em Dicas diversas, Saúde  | Tags: ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...
Curta no Facebook:

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *