Conheça as panelas de barro feitas no Espírito Santo

As Paneleiras de Goiabeiras, assim chamadas por ser a maioria de mulheres, residem no bairro de Goiabeiras, em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo.

Com competência confeccionam, em barro, panelas, potes, travessas, bules, caldeirões, frigideiras etc, de diversas formas e tamanhos. O processo de fabricação, o ensinamento, transmitido de pais para filhos, permite que a identidade cultural desta atividade seja mantida com muito poucas alterações, há várias gerações. São avós, mães, filhas e netas exercendo o mesmo ofício que é praticamente o mesmo que os índios usavam quando aqui aportaram os portugueses na época do descobrimento.

Anteriormente, as Paneleiras trabalhavam individualmente em suas próprias casas. Atualmente, mais organizadas, estão agrupadas na Associação das Paneleiras de Goiabeiras, uma espécie de cooperativa. Trata-se de um galpão onde cada uma, independentemente, produz e comercializa suas próprias peças. Sob o aspecto econômico, a renda que auferem, é significativa no contexto da manutenção de suas famílias.

A panela de barro é uma tradição milenar no Espírito Santo. A cerâmica em argila queimada era fabricada pelos índios ainda antes da colonização portuguesa. Esta tradição se mantém viva graças às paneleiras de Goiabeiras-ES, que, há várias gerações, continuam fabricando artesanalmente as autênticas panelas de barro. Reconhecida nacional e internacionalmente como objeto de arte popular, a panela de barro não perde sua tradição utilitária. Está associada à genuína culinária espiritosantense, principalmente no preparo da Moqueca e da Torta Capixaba. Raiz da cultura popular do Espírito Santo, a legítima panela de barro capixaba é identificada por um Selo de Qualidade da Associação das Paneleiras de Goiabeiras.

Goiabeiras é um município do Espírito Santo que recebeu recentemente a aprovação do pedido de indicação geográfica pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). A certificação é um reconhecimento aos trabalhos de artesanato em panelas de barro da Associação das Paneleiras de Goiabeiras (APG).

Esse é o segundo artesanato brasileiro a receber a certificação do órgão. O selo agrega valor aos produtos artesanais que ganham reconhecimento no Brasil e no mercado exterior. Além disso, as panelas de Goiabeiras é o primeiro patrimônio cultural do Brasil reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Apesar de novidade para o setor, outros artigos do artesanato já estão em fase final de apreciação para o reconhecimento da indicação de procedência. As peças artesanais em estanho, da Associação de Artesãos de Peças em Estanho de São João Del Rey (MG), e opalas preciosas e joias artesanais de opalas de Pedro II (PI), da Associação Indicação Geográfica da Opala (IGO) podem ser reconhecidas ainda em 2011.

Saiba o que é Indicação Geográfica

É a identificação de um produto ou serviço como originário de um local, região ou país, quando determinada reputação, característica e qualidade. Para mais detalhes, acesse o Portal do INPI.

Forma de preparar uma panela de barro nova

– Unte a panela de barro, sem uso, com 2 colheres de óleo de cozinha;
– Leve-a ao fogo e deixe queimar até o óleo acabar;
– Em seguida, coloque a panela para esfriar e lave-a;
– Está pronta para usar.

Fontes: Turismo Capixaba e Sebrae

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 2

Conheça as panelas de barro feitas no Espírito Santo

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: