Não fique de fora da Feira Nacional de Artesanato

A edição de 2018 da Feira Nacional de Artesanato movimentou cerca de R$ 90 milhões. O evento foi realizado no Expominas e confirmou as expectativas da organização com relação aos negócios.

Este ano não poderia se diferente, a feira está na sua 29ª edição.

EVF 148 Medium1

Segundo o site oficial do evento, ano passado a 23ª edição da Feira Nacional de Artesanato (23ª FNA) – realizada entre os dias 04 e 09 de dezembro, no Expominas, em Belo Horizonte -, gerou negócios da ordem de R$ 90 milhões para os artesãos. Este montante representa uma alta em torno de 5% ante o ano anterior quando registrou R$ 85 milhões em vendas. Segundo a realizadora da feira e presidente do Instituto Centro Cape (ICCAPE), Tânia Machado, a mudança na data da feira, passando de novembro para dezembro, impulsionou os negócios para os expositores.

Feira Nacional Artesanato

Durante o evento compareceram cerca de 150 compradores internacionais, os quais compraram cerca de US$ 1 milhão no local e deverão gerar outros US$ 25 milhões nos próximos 12 meses. Dentre os compradores, 23 deles vieram através do Projeto Comprador, uma parceria do Instituto Centro Cape com a APEX – Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e Abexa (Associação Brasileira de Exportação de Artesanato). Vieram lojistas dos Canadá, Estados Unidos, Holanda, Alemanha, França, Índia, Polônia, Peru e Inglaterra.

Dados importantes da 24ª Feira Nacional de Artesanato

DATA: 03 a 08 de dezembro de 2013

LOCAL: Expominas – Av. Amazonas, 6030 – Gameleira – Belo Horizonte – MG / CEP: 30180-000

Dia 03/12 (terça-feira): de 12:00 hs às 22:00 hs

(aberto somente para lojistas)

Dia 04/12 (quarta-feira): de 14:00 hs às 22:00 hs

Dia 05/12 (quinta-feira): de 14:00 hs às 22:00 hs

Dia 06/12 (sexta-feira): de 14:00 hs às 22:00 hs

Dia 07/12 (sábado): de 10:00 hs às 22:00 hs

Dia 08/12 (domingo): de 10:00 hs às 21:00 hs

 

PREÇO DO INGRESSO: R$ 7,00 de quarta a domingo

PERFIL DOS EXPOSITORES: artesãos e artistas

PERFIL DOS VISITANTES: público em geral e lojistas

CARACTERÍSTICA DOS STANDS: os stands são locados com montagem básica composta de paredes divisórias em painéis TS formicalizados na cor branca, piso carpetado, teto em treliça espacial ou pergolado de alumínio, iluminação (1 lâmpada de 100 watts a cada 3m 2 de área locada),01 ponto de energia 110v e placa padrão de identificação, medindo 0,60 X 0,23cm e com letras adesivas pretas.

ÁREAS DO EVENTO:

Grande Pavilhão – O Grande Pavilhão do Expominas compõe o maior espaço de Feiras e Eventos de Minas Gerais. Durante a Feira Nacional de Artesanato, o pavilhão recebe 1100 stands com artesãos de todos os estados do Brasil e representantes de outros países. Este espaço oferece todo o conforto e segurança para os expositores e os 180 mil visitantes. Restaurantes, banheiros, ar condicionado, placas de sinalização, rampas de acesso e enfermaria estão à sua disposição.

Espaço Especial – Atendendo a reivindicação dos milhares de lojistas que anualmente participam da Feira Nacional de Artesanato, o Instituto Centro CAPE criou o Espaço Especial. Esse novo ambiente terá capacidade para 100 standes. Respeitando as raízes da identidade cultural brasileira este novo espaço recebe artesãos cujos trabalhos devem apresentar um design diferenciado e poder de competitividade no mercado nacional e internacional. Os expositores do Espaço Especial terão os seus trabalhos aprovados por um comitê curador.

Espaço Meu Primeiro Evento – O Projeto Meu Primeiro Evento chega ao seu quarto ano, na Feira Nacional de Artesanato (FNA), mantendo o número de 100 espaços destinados a artesãos ou associações mineiras que nunca tiveram a chance de participar de grandes feiras do gênero. A proposta do Meu Primeiro Evento é incentivar a participação destes artesãos em uma feira de grande porte, tornando o produto conhecido, com o objetivo de incrementar a geração de renda e formar uma rede de contatos, tanto com os lojistas quanto com o consumidor final. Para fazer parte do Projeto Meu Primeiro Evento, o artesão tem que atender a um determinado perfil, como por exemplo: residir em Minas Gerais, produzir objetos totalmente artesanais e, principalmente, nunca ter participado de nenhuma edição anterior da FNA ou outro evento do tipo. Para participar do processo seletivo é necessário preencher o cadastro, para que os produtos possam ser avaliados e, posteriormente, beneficiados com o espaço.

Auditórios
– seminários de interesse do público em geral
– cursos de gestão, responsabilidade social e assuntos de interesse

Maiores informações? Visite o site oficial.

O que achou? Dê uma nota:

Avaliação média: 4.75
Total de Votos: 4

Não fique de fora da Feira Nacional de Artesanato

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: