Feira do Artesanato Paraense oferece cursos gratuitos

Feira de Artesanato oferece oficinas para artesãos e visitantes em Belém. Serão promovidos oito cursos gratuitos durante a Feira. Programação do evento deve atrair cerca de 55 mil pessoas. A informação é do G1.

Até domingo (11) acontece no Hangar, em Belém, a II Feira do Artesanato Paraense, realizada paralelamente à 8ª Feira do Artesanato Mundial (FAM). A programação do evento, que deve atrair cerca de 55 mil pessoas, oferecerá a artesãos e visitantes a participação gratuita em oito oficinas.

Cada oficina tem 15 vagas e terá duração de 2 horas. Veja as oficinas:

Data Oficina
Terça-feira (6) Biojoias
Quarta-feira (7) Artesanato em cerâmica
Quinta-feira (8) Pintura em aquarela
Sexta-feira (9) Oficinas de artesanato em madeira e de artesanato em fibra de mamanicá
Sábado (10) Oficinas de biojoias e artesanato com fitas
Feira do Artesanato Mundial reúne a produção de 400 artistas, em Belém (Foto: Ascom Emater)

O objetivo dos cursos é proporcionar aos artesãos o conhecimento de novas técnicas, e despertar no visitante o interesse pelo trabalho artesanal. “Há pessoas que participaram do evento anterior e começaram, desde então, a fazer do artesanato uma alternativa de renda. Além disso, as oficinas permitem uma troca de saberes entre os artesãos”, afirma Benedita Araújo, técnica da Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Seter).

A II Feira do Artesanato Paraense e a Feira do Artesanato Mundial reúnem em Belém 550 artesãos, de 33 municípios paraenses, de outros Estados e vários países. Para mais informações sobre as oficinas: (91) 3256- 5410.

Fonte e foto [G1 – Pará]

Saiba mais sobre a Feira do Artesanato Mundial

Feira do Artesanato Mundial reúne a produção de 400 artistas, em Belém. 55 mil pessoas devem visitar a feira.

Feira começa neste sábado, 3, e segue até dia 11, no Hangar. (Foto: Divulgação)

Começou neste sábado (3), no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, a segunda edição da Feira do Artesanato Paraense e Feira do Artesanato Mundial (FAM). Durante os nove dias da programação, a organização espera receber 55 mil visitantes, para conhecer a produção de 150 artesãos do Brasil e do mundo. O Pará estará representado por 269 artesãos de 33 municípios.

Cestaria, móveis feitos com madeira de demolição, arte floral, produtos de miriti, alimentos, produtos in natura, tapetes, luminárias e cristais estão entre os mais de dez mil itens colocados à disposição do público visitante. “No ano passado só os artesão paraenses movimentaram, em venda direta nos estandes, R$ 230 mil, marca que deve ser ultrapassada em pelo menos 15% este ano”, acredita Atenilda Alencar, diretora da Feira do Artesanato Paraense.

Dados da Secretaria de Trabalho e Renda (Seter) dão conta, ainda, de que ao longo desse primeiro ano após a realização da 1ª Feira do Artesanato, os negócios em longo prazo realizados pelos artesãos paraenses já ultrapassam meio milhão de reais. “Esse é o nosso propósito, divulgar e fortalecer todo o potencial que temos disponível aqui. Nossos produtos tem qualidade e a nossa busca é pelo aperfeiçoamento”, ressalta Atenilda.

Artesanatos de países estarão em exposição em Belém. (Foto: Divulgação)

Serviço
2ª Feira do Artesanato Mundial (FAM), de 3 a 11 de agosto, no Hangar centro de Convenções, na Av. Dr. Freitas, de 14h às 22h. Entrada: R$ 6.

Fonte e fotos [G1]

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: