Cheiro muito desagradável nas axilas não é normal

Todo mundo transpira, seja em menor ou maior quantidade. O suor, formado pelas glândulas sudoríparas, é importante para nosso organismo porque tem como função principal regular e manter a temperatura do nosso corpo, que deve permanecer em torno de 36,5°.

Já a transpiração com mau odor formado nas axilas pode ser por conta do estresse, consumo de certos tipos de alimentos como cebola, alho e pimentas, comidas calóricas, uso de álcool ou drogas e até alguns tipos de roupas, que abafam a região e favorecem a proliferação das bactérias.

Alguns antibióticos e certos hormônios também podem alterar o odor da transpiração, atribuindo-lhe características peculiares e desagradáveis.

O tipo de tecido das roupas também devem ser considerados. Ainda mais no inverno, quando vestimos roupas pesadas e casacos fechados que impedem a ventilação das axilas. Os sintéticos abafam demais e dificultam a transpiração, favorecendo o odor desagradável. Quem sua demais, deve evitar esse tipo de material em qualquer época do ano. E quem não sofre com o problema deve privilegiar as roupas de algodão nos dias quentes.

Evite o mau cheiro

A manutenção de hábitos saudáveis sem dúvidas evita o suor em excesso e o mau cheiro que incomoda tanta gente. Outra maneira de controlar a transpiração em excesso é investir em antitranspirantes que além de hidratarem a pele oferecem proteção prolongada. O mercado disponibiliza variações para todos os tipos de pele e com aromas diversificados, entre eles, toque floral e folhas verdes de aloe vera.

Conheça algumas regrinhas que podem ajudar evitar o cheirinho desagradável no dia a dia:

  • • Cuide da higiene pessoal. Seque bem a pele depois do banho, especialmente a pele das axilas e entre os dedos dos pés. Se necessário, use um secador de cabelo numa temperatura morna para eliminar os resquícios de umidade que possam favorecer a proliferação de micro-organismos;
  • • Dê preferência aos sabonetes antissépticos e aos desodorantes antitranspirantes;
  • • Troque de roupas todos os dias. Atualmente, existem produtos que ajudam a eliminar os odores durante a lavagem;
  • • Evite as roupas de tecido sintético. Sempre que possível escolha roupas de puro algodão;
  • • Deixe os sapatos em lugares ventilados enquanto estão fora de uso;
  • • Prefira os calçados abertos e fabricados com matérias-primas naturais aos fechados e produzidos com material sintético.

Fonte [Vila Mulher]

Veja algumas dicas fáceis para acabar com as bactérias que causam o odor debaixo do braço:

  1. Cloridróxido de alumínio: procure em farmácias de manipulação e aplique a substância nas axilas. Depois de deixar agir por 10 minutos, enxague bem. Use todos os dias durante uma semana.
  2. Bicarbonato de sódio: é achado em supermercados. Misture com um pouco de água para formar um creme. Passe no braço e deixe por 15 minutos. Enxague. Use todos os dias durante duas semanas.
  3. Há pessoas que possuem hiperidrose e também odor exagerado debaixo do braço. O excesso de suor é também chamado de hiperidrose. A doença é caracterizada exclusivamente pelo excesso de suor, em especial na palma das mãos, pés e nas axilas. Consulte um médico se for o caso.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: