Artesanato com Capim Dourado Gera Renda no Tocantins

A haste da planta que é utilizada para a produção de peças artesanais no Jalapão e que virou produto de atenção internacional, vem de campos que enfeitam toda a região do Tocantins nesta época do ano.

Brincos

A renda obtida com o artesanato feito com a haste desta planta possui coloração dourada, rica em detalhes e podendo ter usos muito diversos, o que torna ainda mais criativo o trabalho das famílias que garantem sua renda através do artesanato.

capim-dourado

A colheita começa no final do período de estiagem e é aguardada ansiosamente pela população do povoado, já que emprega tanto aqueles que trabalharão para roçar quanto aqueles que irão plantar a nova safra.

capim-dourado-bolsa

O artesanato feito com esta planta ganhou fama já em 90 percorreu o mundo todo, levando fama às 56 famílias que dependem da sua venda. E tanto dependem e tanto dedicam à produção do capim, que o começo da colheita é festejado na cidade. A festa, que data do dia 20 de dezembro, celebra o fim da maturidade da planta e o começo da colheita, que só pode ser feita a partir deste mês, quando a folhagem seca e a haste ganha a coloração dourada que lhe faz famosa.

capim-dourado-artes

Mas não é qualquer pessoa que pode ir lá se aventurar na produção deste artesanato. Para trabalhar com o capim dourado é necessário que o pretendente se cadastre em alguma das seis associações de artesãos do Parque Estadual do Jalapão. Atualmente são 800 que receberam a autorização para plantar e fazer a colheita. A fiscalização, feita pelo Instituto Natureza do Tocantins é dura, apresentando multas para aquele que se aventura na produção sem receber a certificação.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: