Reciclagem de lixo eletrônico – O negócio mais rentável do futuro

Sabe-se que somente 2% do lixo eletrônico produzido no Brasil tem uma destinação correta. O que isso significa? Significa que 98% de computadores, celulares, câmeras digitais, mp3 e outros aparelhos são colocados no lixo comum, sem qualquer tipo de tratamento.

O lixo eletrônico é atualmente um dos maiores problemas relacionados ao meio ambiente. No futuro, se não agirmos de forma rápida, o impacto negativo será ainda maior.

O site do Sebrae deu dicas para quem deseja lucrar com o negócio que visa reciclar e dar nova vida para este tipo de lixo. Existem materiais muito desejados em meio aos velhos aparelhos eletrônicos, metais podem valer bastante dinheiro. Mas é preciso ter cuidado e estar bem preparado para separar os materiais tóxicos dos não tóxicos e nobres.

O processo de separação dos componentes das peças pode ser bem sofisticado, dependendo do que você deseja retirar. Mas também é possível reaproveitar somente o PVC, outros plásticos, a platina, o ouro e a prata, deixando de lado os outros componentes que requerem maior tecnologia para retirada.

É necessário e e realmente imprescindível que os materiais que não forem reutilizáveis recebam uma destinação correta.

Visite os sites para se inspirar e ter maiores informações:

http://www.coopermiti.com.br/index.html

http://www.cce.usp.br

http://www.itautec.com.br/pt-br/sustentabilidade

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: