Como conseguir crédito para fazer artesanato

 

Artesãos de todo o Brasil, aos poucos, estão tendo suas obras devidamente reconhecidas pelo público e pelo governo. Exemplo disso são as linhas de crédito que são disponibilizadas pelo mercado para ajudar a criar,  elevar e melhorar  a produção de trabalhos manuais.

Para quem não tem experiência neste tipo de negociação o ideal é procurar a ajuda do Sebrae. Qualquer das unidades espalhadas pelo Brasil poderá informar qual a melhor forma de fazer você crescer como profissional do artesanato.

Vá até o Sebrae e procure saber mais sobre opções de linhas de créditos para pessoas físicas, artesãos e autônomos, depois avalie aquela que mais combina com você. As formas mais usadas de obtenção de crédito são as chamadas linha das instituições de microcrédito, Programa de Geração de Emprego e Renda – PROGER e Fundos Constitucionais (para os estados beneficiados).

Pergunte sobre cada um destes financiamentos, avalie juntamente com um profissional e só então decida. Normalmente os créditos são liberados para manter a atividade do dia a dia (como pagar contas em atraso, por exemplo) e também para financiar a implantação, a expansão e a modernização do trabalho manual que é realizado.

Ao requerer um financiamento, lembre-se de que ele deverá ser pago mesmo que seja com suaves prestações, pois pode se transformar em uma dívida que só fará aumentar.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook: