Micose de unha

Não deve haver nada mais desagradável que uma micose, não é?

A doença se manifesta depois de uso de material não esterilizado, traumas ou mesmo o simples ato de andar descalço em ambientes muito úmidos.

am-595-pes-unhas-vermelhas

A micose pode causar, além de deformidades da unha, até a perda total dela. Isto, obviamente, causa dano não só estético como à própria saúde, uma vez que ela também tem a função de proteger toda a estrutura sensível extrema do dedo.

Para evitar, deve-se tomar alguns cuidados básicos na manicure e pedicure. Veja a seguir o que fazer para não sofrer deste mal

  • Ao fazer as unhas leve seus próprios instrumentos. Vale para palitos de laranjeira, lixa de unha, base, esmalte e principalmente a alicate.
  • Não tire as cutículas. Elas oferecem uma importante proteção não só à unha, como também a nossa saúde, uma vez que evitam infecções e inflamações.
  • Não lixe a parte superior da unha, pois isto retira a primeira camada protetora desta, facilitando a entrada dos temidos fungos.
  • Use meias de algodão, pois facilitam a transpiração da pele.
  • Use calçados abertos sempre que possível, pois evita o acúmulo de fungos e os coloque sempre para arejar depois do uso.
  • Ande sempre calçado em ambientes úmidos, pois são ambientes que favorecem a proliferação de fungos causadores de micoses.

A qualquer aparição de marcas sobre a unha (escuras ou brancas), quebras frequentes ou borda oca, procure um dermatologista.

A micose tem cura, mas deve ser tratada sempre por um médico.

Gostou deste artigo? Veja mais como estes curtindo nossa página no Facebook:

Por: Arteblog - MadyEm: dezembro 9, 2010 | Em Saúde  | Tags: ,